Back office: como funciona essa área no mercado financeiro?

back office
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

O back office representa uma das áreas mais importantes em uma empresa. Em gestoras e demais instituições do mercado financeiro em geral, essa área vem se tornando imprescindível.

Com um back office competente, as empresas conseguem melhorar sua capacidade de operacionalização e se diferenciar de seus concorrentes. Além disso, é comum que essa área também seja responsável pelo compliance.

O que é back office?

O termo em inglês ‘back office’ corresponde ao setor “por trás do escritório”, ou seja, aquele onde não há o contato direto com o cliente. Nele, ocorrem operações de fiscalização, correção e criação de processos para que o resultado final entregue ao cliente seja o melhor possível.

Portanto, qualquer departamento que sirva como suporte para o funcionamento e atendimento da empresa pode ser considerado como back office. E, por conta disso, o setor de back office é um dos que mais tem crescido dentro do mercado financeiro.

Nesse caso, estão incluídos profissionais de diferentes áreas, como:

  • Contabilidade;
  • Recursos Humanos.
  • Informática;
  • Audiovisual

Ao invés do foco direto no cliente, eles possuem o objetivo de fazer a empresa atuar da melhor maneira possível. Por isso, eles se reportam aos administradores dos diferentes setores da empresa, esses responsáveis pelo front office.

Qual a diferença entre back office e front office?

Como visto, o back office representa a retaguarda de uma empresa, garantindo o funcionamento pleno de todos os seus setores. Já o front office, a área do negócio que tem contato direto com o cliente, como as prestações de serviços.

Dentre elas, temos o setor de vendas, intermediação e gerenciamento de e-mails. Portanto, essas duas áreas trabalham em conjunto para garantir melhores resultados. Mas vale lembrar que o protagonismo do front office depende diretamente do suporte que a equipe de back office fornece.

No caso de instituições do mercado financeiro, em geral, o front office é responsável por realizar as operações, essa área costuma abrigar o analista de investimentos. Enquanto o back office fica responsável por controlar as operações realizadas pelo front office, calcular rentabilidade, analisar risco e reportar relatórios para os gestores da empresa.

Quais as funções do back office?

back office

Por ser uma área de cunho operacional, o back office não gera receita de forma direta para a empresa. No entanto, em muitos casos, ela está ligada ao gerenciamento dos custos disponíveis e desenvolvimento de soluções que diminuam os gastos do negócio.

Em um estabelecimento comercial, por exemplo, seria função do back office todas as atividades não relacionadas às vendas, como:

  • Administração;
  • Finanças;
  • Estoque;
  • Jurídico.

Portanto, essa área acaba se tornando um grupo extenso de funcionários responsáveis por operacionalizar o negócio de maneira eficiente. Por conta disso, muitas vezes, acabam sendo bonificados de acordo com seus resultados.

Qual a importância do back office para as empresas?

Como dito anteriormente, o back office tem influência direta na qualidade dos serviços oferecidos pelo front office. Por isso, quando algum tipo de erro ocorre nessa área da empresa, diversos processos podem ser prejudicados de uma só vez.

Nesse caso, ainda seria missão desse setor identificar esses problemas e solucioná-los da melhor maneira possível. Imagine uma loja virtual, por exemplo.

Caso haja um problema com o servidor onde o site da loja está hospedado, todo o seu funcionamento seria interrompido. Nesse momento, seria solicitada a ajuda de um profissional de back office (TI) para identificar o erro e ativar o e-commerce novamente.

Ou seja, além de organizar a estrutura da empresa, o setor de back office é extremamente importante para sua manutenção.

O que é preciso para trabalhar no back office?

A área de back office crescendo bastante dentro do mercado financeiro ao longo dos anos. Por incluir diferentes operações, ela acaba oferecendo espaço para vários profissionais competentes e preparados. Dessa forma, essa área vem se apresentando como uma porta de entrada para quem deseja trabalhar no mercado financeiro.

Para aproveitar essas oportunidades, é importante possuir um bom currículo, com formações, certificações financeiras e especializações de acordo com a área desejada.

Ser um profissional certificado é o primeiro passo para começar sua jornada no mercado financeiro. Confira nossos cursos e se prepare da melhor forma para conseguir sua certificação!

Caso seu objetivo seja uma posição no front office, iniciar a carreira pelo suporte operacional se mostra como uma grande chance para se especializar dentro das áreas do mercado financeiro.

E mesmo sendo uma porta de entrada para diversos profissionais dessa área, os salários relativos ao back office podem chegar a variar entre 100 a 200 mil reais por ano.

 

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas