Buy side: o que é e como atua esse setor do mercado financeiro?

buy side
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Existem dois setores principais no mercado de investimentos, conhecidos como buy side e sell side. O buy side, ou lado comprador, efetivamente administram recursos e tomam decisões de investimentos por seus clientes.

No entanto, os produtos vendidos e os serviços prestados pelo buy side diferem muito dos oferecidos pelo sell side.

O que é buy side?

Buy side é a área do mercado financeiro que abrange instituições que atuam comprando e investindo diretamente para os seus clientes. A tradução para esse termo é lado da compra, que traduz bem o papel desta área do mercado.

Podemos dizer que o trabalho do buy side e sell side são complementares, tendo grande importância para os investidores. No entanto, o tipo de serviço prestado pelo profissional do buy side é completamente distinto do lado vendedor.

Qual a diferença entre buy side e sell side?

buy side

Ambas áreas possuem objetivos muito semelhantes de atingir o melhor resultado para os seus clientes. No entanto, são muito claras as diferenças entre o buy side e sell side.

O sell side é um trabalho de estratégia e análise de investimentos com o objetivo de educar o cliente. Ou seja, nesse caso o cliente compra relatórios, consultorias, análises, para se educar e conseguir tomar as melhores decisões de investimentos.

No caso do buy side, as informações sobre pesquisas e análises de empresas, por exemplo, não saem da empresa. O objetivo, neste caso, é administrar os recursos dos clientes, buscando o melhor resultado possível nos investimentos. Nesse caso, há uma semelhança maior em relação ao assessor de investimentos.

Qual a importância do profissional de buy side?

O trabalho desse profissional é fundamental para o mercado financeiro. Através dessas instituições, é possível conseguir bons investimentos, sem ter uma preocupação de escolher diversos ativos.

Existem algumas instituições que podem ser consideradas como integrantes do “lado comprador” do mercado. São elas:

Dentro de um fundo de investimento, por exemplo, certamente há um trabalho de um buy sider, que é responsável por fazer análises e relatórios exclusivos para esse fundo. Assim, a partir das informações fornecidas pelo lado comprador, o fundo consegue ter as melhore decisões de investimento, aumentando seus recebimentos e os de seus investidores.

Interessado em trabalhar como analista de investimentos? A Certifiquei oferece o melhor curso preparatório para você tirar a sua certificação CNPI. Confira!

O que faz o analista buy side?

O analista buy side trabalha diretamente com a análise de investimentos e avaliação de empresas e ativos. Assim, a instituição em que ele atua, pode tomar bons resultados para os seus clientes.

Entre as principais atividades dos profissionais do buy side, estão:

  • Análise financeira;
  • Desenvolvimento de estratégias de investimentos;
  • Estudo econômico e de mercado;
  • Valuation das empresas e preço ideal de compra.

Desta forma, podemos dizer que o buy side é a inteligência por trás dos fundamentos de tomada de decisão. Através desse trabalho, um fundo consegue perceber qual o melhor momento de compra de determinado ativo, por exemplo.

Simplificando, é através do buy side que os fundos podem saber quando determinado ativo é indicado e quando não é. Esse fator é fundamental para o rendimento do fundo e, por consequência, dos seus clientes.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas