Análise Gráfica: o que é e como funciona esse tipo de análise?

Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

A análise gráfica é um termo bastante utilizado por quem especula com Day Trade, mas que envolve bastante controvérsia. No entanto, é importante destacar que a análise gráfica é uma atividade que exige bastante preparação dos investidores, além de ser recomendada para determinados perfis de investidor.

O objetivo da análise gráfica é fornecer orientações sobre a suposta direção do mercado no curto prazo. Assim, fazendo com que os traders tomem decisões financeiras mais lucrativas.

O que é a análise gráfica?

A análise gráfica, também chamada de análise técnica, é um tipo de ferramenta de negociação utilizada para avaliações sobre valores mobiliários, ou seja, ativos financeiros.

Ela tem como função estimar movimentos futuros através de estatísticas e negociações no mercado financeiro, como cotações e volume de transações.

Por conta disso, acaba sendo bastante popular entre praticantes do Day Trade, um processo de compra e venda de ações em curtos períodos. Além disso, a análise gráfica também é muito utilizada para realizar operações de curto prazo no mercado de câmbio.

Como a análise gráfica funciona?

análise gráfica

Existem diversos pontos envolvidos com os ativos que podem ser considerados pelas ferramentas analíticas dos investidores. Na execução da análise gráfica, os principais são:

  • Médias móveis;
  • Indicadores de tendência;
  • Volume de negociação;
  • Indicadores de volatilidade.

O histórico de comportamento de transações e oscilações dos seus preços são usados para considerar a validade ou não de um papel no momento. Portanto, o seu preço atual acaba não sendo tão importante em uma observação completa.

Quer trabalhar no mercado financeiro? A Certifiquei oferece os melhores cursos preparatórios para você tirar a sua certificação. Confira!

Utilização dos gráficos como forma de análise

Os gráficos utilizados pelos traders estão presentes em aplicativos e nas plataformas das corretoras de valores. Assim, servem como um panorama do que ocorre com um determinado ativo na Bolsa de Valores, comparando a oferta e a demanda criada pelos investidores.

O gráfico é composto de diversos elementos como o preço na abertura e fechamento, mínima e máxima histórica e volume negociado do ativo. Ele pode ser apresentado a partir de diferentes escalas. Por isso, é importante estar atento para interpretá-lo corretamente.

Particularidades da análise gráfica

Alguns pontos da análise técnica são destoantes dos considerados pelos investidores tradicionais. Para um analista gráfico, informações como o endividamento, situação judicial e pré-operacional não são importantes, por exemplo.

Na verdade, as variações de preços no curto prazo são o que mais importa para suas atividades. Consequentemente, os dividendos pagos pelas empresas também não são considerados.

Ser um profissional certificado é o primeiro passo para começar sua carreira no mercado financeiro. Confira nossos cursos e se prepare da melhor forma para tirar sua certificação!

Análise Técnica ou Fundamentalista?

É comum que os investidores possuam dúvidas sobre o melhor tipo de análise entre as duas principais no mundo dos investimentos. Inclusive não são todos os analistas de investimentos que utilizam esse recurso. Dessa forma, é importante deixar claro a diferença entre eles.

A análise fundamentalista consiste no estudo sobre as finanças das da empresa, mercado e setor o qual ela está inserida. Além disso, é feita uma análise intrínseca das empresas com capital aberto na Bolsa, observando seu potencial de rentabilidade e saúde financeira.

Assim, através de indicadores fundamentalistas e estudos macroeconômicos, os investidores podem fundamentar suas decisões de forma eficiente. Ou seja, consequentemente, ela acaba sendo mais adequada para investimentos de longo prazo.

Já a análise técnica, como visto, é o estudo do movimento do preço de um ativo no passado, em gráficos, para prever o sobe e desce dos preços no futuro próximo. Portanto, é utilizada para aplicações de curto prazo.

Quer tirar sua certificação financeira? Confira os cursos da Certifiquei e se prepare para as provas com o suporte dos melhores profissionais do mercado.

A análise técnica funciona?

Caso seja utilizada corretamente, a análise gráfica pode oferecer aos investidores um indicativo para operar no mercado financeiro. Assim, fazendo com que eles possam tomar decisões financeiras bem fundamentadas.

No entanto, vale lembrar que é impossível ter total certeza sobre as oscilações nos preços das ações. Portanto, a análise gráfica auxilia na preparação e prevenção do investidor dos movimentos do mercado financeiro e seus riscos.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas