Bolsas mundiais: saiba mais sobre os mercados internacionais

Bolsas mundiais: saiba mais sobre os mercados internacionais
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

O mercado financeiro é uma das engrenagens mais relevantes da economia mundial. Assim, é natural que a bolsa de valores tenha impacto direto tanto em questões microeconômicas, quanto macroeconômicas. Portanto, entender o funcionamento das bolsas mundiais é passo importante para quem atua na área.

Não à toa, afinal, a compreensão do funcionamento das bolsas mundiais e a forma como ela impacta a bolsa interna pode ser um diferencial no momento de se tomar uma decisão assertiva no mercado. Portanto, é natural que o entendimento deste assunto faça parta da rotina de profissionais da área, como o analista financeiro.


Se prepare para os desafios de uma profissão no mercado financeiro? Acesse agora o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem deseja as certificações da área. Confira!

O que são as bolsas mundiais?

Bolsas mundiais: saiba mais sobre os mercados internacionais

Pelo impacto que possuem na economia, é natural que existam diversas bolsas de valores espalhadas por diferentes países. Isso faz com que está seja uma temática interessante para quem atua no mercado financeiro, tanto como investidor, quanto de forma profissional.

Assim, compreender as bolsas de valores pelo mundo é importante para quem deseja investir no mercado internacional.

E um passo inicial para se ter sucesso nesta trajetória é entender como funcionam as principais bolsas de valores do mundo, das quais é possível destacar seis. São elas:

  1. New York Stock Exchange (NYSE);
  2. NASDAQ;
  3. Euronext;
  4. London Stock Exchange;
  5. Tokyo Stock Exchange;
  6. Shangai Stock Exchange.

NYSE

Considerada a principal bolsa de valores do mundo, a New York Stock Exchange, ou NYSE, é a bolsa que movimento o maior volume de transações.

Além disso, a NYSE também representa o maior valor agregado de uma bolsa, possuindo cerca de US$22 trilhões.

A New York Stock Exchange também está presente em listas das bolsas mais antigas, sendo que ela foi criada no ano de 1792, em Wall Street, na cidade de Nova Iorque.

Ao longo das décadas seguintes, a NYSE foi ganhando cada vez mais destaque na economia norte-americana e, posteriormente, global.

A New York Stock Exchange possui cerca de 2700 empresas listadas, sendo que se encontram as empresas com maior valor de mercado neste meio.

Ou seja, entre as empresas que negociam suas ações na NYSE estão:

  • American Express;
  • McDonalds;
  • Jp. Morgan.
  • Coca-Cola;
  • Johnson & Johnson;
  • Disney;
  • Walmart;
  • General Motors.

Vale destacar que entre as mais de 2700 empresas listadas na NYSE, estão companhias do mundo todo, inclusive do Brasil, como é o caso da Petrobras e Gerdau.

Todavia, para se investir em empresas de fora dos EUA é necessário adquirir os certificados de investimentos internacionais, ou ADRs.

Ainda vale destacar que os principais índices utilizados na New York Stock Exchange são o NYSE Composite Index e o S&P500, sendo este último incorporado aos ativos da NASDAQ.

NASDAQ

Também localizada em Nova Iorque, nos Estados Unidos, a National Association of Securities Dealers Automated Quotations, ou NASDAQ, também se posiciona entre as principais bolsa de valores do mundo.

Consideravelmente mais “nova” que a NYSE, sendo que foi criada no início da década de 70, a NASDAQ tem como principal característica ser uma bolsa que concentra empresas dos setores de tecnologia e inovação.

Não à toa, entre o final da década de 90 e início dos anos 2000, no “boom” digital, mais de 1600 passassem a negociar suas ações na National Association of Securities Dealers Automated Quotations.

Dessa forma, é natural que ela possua um dos maiores valores agregados do mercado, ultrapassando US$10 trilhões

Além disso, a NASDAQ tem ganhado cada vez mais destaque no mercado global, fator que atrai empresas de inovação e tecnologia de todo mundo para ela.

Entre os grupos que tem suas ações negociadas na National Association of Securities Dealers Automated Quotations, estão empresas como:

  • Apple;
  • Tesla;
  • Microsoft;
  • Google;
  • Facebook;
  • Xp;
  • Amazon.

Com citado anteriormente, o principal índice da NASDAQ é o S&P500.

Todavia, o NASDAQ Composite e o NASDAQ 100 também são índices de grande influência dentro desta bolsa de valor.

Euronext

Também se posicionando entre as maiores bolsa de valores do mundo, a Euronext é a maior bolsa de valores da Europa.

Assim, é natural que ela se posicione entre as principais bolsas mundiais do mundo.

Criada em 2000, após a fusão das bolsas de Paris, Amsterdã e Bruxelas, a Euronext foi se expandindo ao longo dos anos seguintes.

Em 2002, ela realizou a compra da LIFE, bolsa de Lisboa. Cerca de cinco anos mais tarde, em 2007, foi a vez de se fundir à NYSE.

Dessa forma, mesmo sendo recente, a Euronext tem grande influência no mercado global, sendo que o valor agregado desta bolsa supera a marca de €6 trilhões.

Entre as empresas que negociam suas ações neste mercado, estão:

  • ABN Amro Group;
  • Heineken;
  • Philips;
  • Royal Dutch Shell;
  • KPC.

Além disso, os principais índices da Euronext são:

  • AEX – Amsterdã;
  • CAC 40 – Paris;
  • BEL 20 – Bruxelas;
  • PSI 20 – Lisboa;
  • Euronext 100.

London Stock Exchange

Outra bolsa que possui impacto tanto na economia europeia, quanto global, é a London Sotck Exchange, localizada na capital da Inglaterra.

Ocupando o posto de segundo maior mercado de capitais da Europa, está bolsa tem um valor de mercado agregado que supera a marca de €2 trilhões.

Além disso, a London Sotck Exchange tem destaque por ser a bolsa de valores mais antiga do mundo.

Tendo sido criada no início do século XIX, com o nome de Royal Exchange, suas atividades iniciais eram restritas à realeza da Inglaterra.

Não à toa, está bolsa de valores foi criada pela rainha Elizabeth I. Posteriormente este mercado de capitais se tornaria aberto ao restante da população.

Entre as empresas que possuem ações listadas na London Sotck Exchange, estão marcas como:

  • Coca-cola;
  • Associated British Foods;
  • HSBC;
  • Experian;
  • Unilever;
  • Experian.

Ainda vale ressaltar que o principal índice da London Sotck Exchange é o FTSE100, sendo que este indicador acompanha o desempenho das 100 principais empresas que negociam suas ações neste mercado de capitais.

Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro

EBOOK GRATUITO | Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro?

Baixe o ebook gratuito para conhecer as principais certificações do Mercado Financeiro e saber tudo sobre a profissão de Consultor Financeiro

Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro

EBOOK GRATUITO | Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro?

Tokyo Stock Exchange;

Se posicionando como a maior bolsa de valores fora dos Estados Unidos, a Tokyo Stock Exchange, também conhecida como TSE, se posiciona entre os mercados de capitais de destaque do planeta.

Além disso, a bolsa do Japão também está entre as mais tradicionais, tendo sido criada no final do século XIX pelo governo japonês.

Desde então, a TSE ganhou destaque no mercado global. Assim, tendo o “poder” de causar impacto na economia global.

Afinal, a Tokyo Stock Exchange é uma bolsa de valores que possui um valor agregado de cerca de US$7 trilhões.

Simultaneamente, a TSE ainda se destaque pela quantidade de empresas que negociam suas ações nela, ultrapassando 2000.

Portanto, é natural que grandes empresas do país asiático possuam seus títulos neste mercado.

Dessa forma, é possível listar marcas como:

  • Toyota;
  • Sony;
  • Mitsubishi;
  • Honda;
  • Softbanck.

O principal índice da TSE e do mercado japonês é o Nikkei 225. Além deste, o TOPIX também possui grande impacto na Tokyo Stock Exchange.

Shangai Stock Exchange

A Shangai Stock Exchange, ou SSE, é a principal bolsa de valores da China.

Além disso, este mercado de capitais ocupa a quarta posição entre as bolsas de valores com maior valor agregado de marcado do mundo, ultrapassando a marca de US$6 trilhões.

Ainda chama atenção o rápido crescimento da SSE. Criada no ano de 1990, este mercado tem acompanhado a expansão da economia chinesa, que ocupa o posto de segunda maior economia do planeta.

Dessa forma, é natural que seu protagonismo no mercado global também venha crescendo ao longo dos anos.

Todavia, existem algumas particularidades em relação ao funcionamento da Shangai Stock Exchange.

Inicialmente, vale destacar que boa porcentagem das mais de 1000 empresas que negociam suas ações na SSE são estatais, fator que influencia nas possibilidades de se investir neste mercado.

Portanto, mesmo movimentando tanto capital, existe uma complexidade para que investidores estrangeiros aloquem seu capital na Shangai Stock Exchange.

Entre as empresas que fazem parte deste mercado, estão:

  • Bank of China;
  • Agricultural China;
  • ICBC;
  • China Petrol;
  • Alibaba;
  • Eagle Mining;
  • Foshan Haitian Flavouring.

O principal índice utilizado para medir o desempenho da Shangai Stock Exchange é o SSE Composite Index.


Tenha um carreira de sucesso no mercado financeiro! Acesse agora o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem deseja as certificações da área. Confira!

As bolsas mundiais e os profissionais do mercado financeiro

Bolsas mundiais: saiba mais sobre os mercados internacionais

Como é possível compreender ao longo do texto, as bolsas mundias possuem impacto na economia de forma geral.

Assim, compreender o funcionamento das bolsas de valores no mundo é um passo relevante para quem deseja ser um profissional da área mais completo.

Isso porque ao compreender o funcionamento de mercado de capitais diferentes da Brasil, Bolsa, Balca, a B3, este profissional consegue ter parâmetro de análises mais eficientes.

Além disso, este conhecimento é de grande valia para aqueles que desejam achar bons investimentos fora do país, possibilitando encontrar boas oportunidades de negócio em outros mercados.

Fator que ainda possibilita uma maior diversificação de ativos, aumentando a eficiência e diluindo os riscos.

Todavia, para isto o conhecimento de informações como os índices das bolsas mundiais é algo essencial.

Ainda vale ressaltar que a compreensão e o acompanhamento das maiores bolsas internacionais ainda tem impacto na atuação rotineira deste profissional.

Afinal, por se tratar de bolsas que comportam as principais empresas do planeta, os movimentos delas causas impacto em todos os mercados de capitais do planeta.

Por exemplo, a guerra comercial, que aconteceu em 2018, entre a China e os EUA causou um impacto direto na B3.

Portanto, cabe ao profissional da área estar atento as questões que envolvem este assunto, pois questões que envolvem macroeconomia, como as bolsas mundiais, são de suma importância para seu sucesso profissional no mercado.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas