Fusões e Aquisições: o que é e quais vantagens oferece?

Fusões a Aquisições: o que é e quais vantagens oferece?
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Dentro do mercado financeiro existe uma série de ações as quais podem ser feitas tanto por pessoas jurídicas, como por pessoas físicas e até mesmo por empresas. Hoje, falaremos sobre as fusões e aquisições.

E quando falamos sobre fusões e aquisições nos referimos a uma compra ou composição entre pelo menos duas organizações.

O que são fusões e aquisições?

Fusões e aquisições são operações econômicas em que duas ou mais empresas se unem para formar uma nova.

Por isso, seja em aquisições ou em fusões de empresas, sempre existe uma integração entre operações, organização, estratégia, controle de renda e dinheiro que a instituição possui.

Geralmente ambas as ações são feitas pelo diretor financeiro da empresa ou então alguém com um cargo alto que pode vender ou comprar uma parte da instituição.

Pode ser aplicado também o termo M&A para se referir a este tipo de procedimento, uma sigla em inglês que quer dizer Mergers and Aquisitions.

De toda forma, seja como M&A ou F&A, as siglas se referem ao processo de consolidação de empresas que colaboram entre si para o crescimento.

Além disso, é permitido que ela mude a natureza de seu negócio ou até mesmo a posição competitiva a qual ela se encontra quando ocorre o processo de fusão e aquisição.

Vale pontuar ainda, porém, que tanto as fusões como as aquisições de empresas podem ocorrer em âmbitos distintos, ou seja, pode ocorrer com:

  • grandes empresas;
  • médias empresas;
  • empresas de pequeno porte; e
  • microempresas.

Porém, engana-se quem pensa que sempre é uma instituição maior que compra ou se funde a uma menor.

Afinal, até mesmo uma organização menor pode adquirir ou fazer parte de uma maior, tudo depende do recurso disponível e das fontes de financiamento externo os quais ela conta.

Vantagens oferecidas pelo M&A

Após entendido o que são as fusões e aquisições de empresas, é válido pontuar que existe uma série de benefícios os quais podem ser alcançados através desta ação.

Cabe ressaltar que a vantagem é tanto para quem compra como para quem vende uma empresa, sendo então uma via de mão dupla.

E para entender isso, devemos ter em mente que, quando duas ou mais organizações se fundem ou são adquiridas, o resultado é uma instituição ainda maior, efeito da soma entre elas.

Sendo assim, como pontos positivos gerados pelas aquisições e fusões, temos:

  • redução de custos;
  • ganho de escala;
  • redução, e até eliminação, de desperdícios;
  • maior diversificação;
  • aumento de receitas; e
  • melhores resultados.

E tudo isso se dá por dois pontos: a junção de equipes e uma possibilidade de mercado de venda ainda maior com menores custos.

Logo, podemos analisar que ambas as ações são de grande benefício para toda e qualquer empresa, principalmente caso ela esteja enfrentando problemas financeiros.

Quais as principais aquisições e fusões no Brasil?

Por fim, separamos aqui algumas das principais fusões e aquisições no Brasil no período de março deste ano de 2020, confira:

  1. Hotmart, empresa brasileira do setor de TI, adquiriu a norte-americana Teachable;
  2. A Cadastra, agência brasileira de marketing digital, comprou uma parte da ACCT;
  3. System Interact foi vendida para a Sercom, empresa e contact center brasileira; e
  4. O Grupo SBF, que controla a rede de varejo de artigos esportivos da Centauro, comprou as operações da Nike no Brasil.

Cabe ressaltar que estes são apenas alguns dos exemplos, principalmente uma vez que, de acordo com o site PwC Brasil, ocorreram cerca de 222 transações anunciadas neste período.

Agora que você sabe mais sobre o que são fusões e aquisições, que tal se especializar ainda mais dentro do mercado financeiro através das certificações? Confira agora mesmo os cursos do Certifiquei e melhore sua carreira!

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas