Hedge funds: como funciona esse tipo de fundo de investimento?

hedge funds
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Os hedge funds chamam a atenção dos investidores por ser uma opção diferenciada dos demais fundos de investimentos.

Mais conhecidos no Brasil como fundos de hedge, os hedge funds merecem ser mais conhecidos para que o investidor possa decidir se essa aplicação se enquadra em sua estratégia.

O que são os hedge funds?

Os fundos de hedge, ou hedge fund, são fundos de investimentos que adotam estratégias mais arrojadas do que os fundos tradicionais. Logo, o gestor do fundo de hedge tem mais liberdade para alocar os recursos do fundo, não se limitando a políticas rígidas e a determinado grupo de ativos.

Os investidores que aplicam em fundos como esse devem ter um perfil de investidor que se enquadre nessa estratégia. Portanto, não é um fundo recomendável para quem tem aversão ao risco.

Qual o objetivo dos hedge funds?

hedge funds

Uma das principais finalidades dos hedge funds é ter rentabilidades maiores que os demais fundos de investimentos. Com a liberdade maior de investimentos, o gestor desse fundo tem uma vantagem comparativa na busca de rentabilidades acima da média.

No entanto, essa característica também torna esse fundo mais arrojado que os demais. Entre as estratégias para aumentar a rentabilidade que podem ser adotadas pelos hedge funds, estão:

  • Operações de day trade;
  • Títulos privados;
  • Swaps;
  • Opções;
  • Imóveis.

Como as operações são mais arriscadas e voláteis, o gestor dos hedge funds tem enorme responsabilidade sobre o resultado do fundo. Por isso, para investir nesse fundo, é interessante conhecer bem o gestor do fundo e histórico de resultados apresentados.

Quer trabalhar no mercado financeiro? A Certifiquei oferece os melhores cursos preparatórios para você tirar a sua certificação. Confira!

O que caracteriza um Fundo de Hedge?

Aqui no Brasil, os fundos de hedge ou hedge funds são mais conhecidos como fundos multimercados. No entanto, nem todo fundo multimercado é um hedge funds.

Por isso, muitas vezes existe confusão sobre o verdadeiro conceito de hedge funds.  Além disso, pela liberdade dada ao gestor, é comum uma grande heterogeneidade entre esses fundos.

Contudo, mesmo com essa grande diversidade, é possível listar algumas características dos hedges funds:

  • Alto patrimônio líquido e volume de operação;
  • Transparecia baixa, se comparado aos demais fundos;
  • Custos de operação baixos;
  • Menor aversão ao risco;
  • Alto grau de alavancagem;
  • Alta liberdade de investimento e alocação de recursos do fundo.

Qual perfil do gestor de um fundo de hedge?

Como vimos, o gestor de um hedge fund deve tem uma habilidade maior que a maioria dos investidores, para conseguir uma rentabilidade alta.

No entanto, isto não é uma tarefa fácil, mesmo para analistas e consultores de investimento com grande experiência.

Por isso, esses fundos vêm investindo pesado em compor sua equipe com profissionais com habilidades matemáticas e estatísticas.

Um dos grandes diferenciais dos fundos de hedge é acertar bem o tempo de compra e venda de ativos. E, para isso, um conhecimento aprofundando na análise de dados pode ser muito importante.

Ser um profissional certificado é o primeiro passo para começar sua carreira no mercado financeiro. Confira nossos cursos e se prepare da melhor forma para tirar sua certificação!

Logo, por ser um mercado de alta lucratividade e demandar profissionais com um alto grau de qualificação, a remuneração do gestor e demais colaboradores de um fundo de hedge tende a ser alta. Entre as habilidades matemáticas em que os profissionais devem se especializar, estão:

  • Equações diferenciais;
  • Funções de ondaleta.

Portanto, quem tem habilidade aprofundada com os números e tem interesse na área de investimento, os hedge funds podem ser ótimas opções, principalmente considerando a alta remuneração.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas