Agente de crédito: entenda como é a atuação desse profissional

agente de crédito
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Existem diversos profissionais envolvidos na operação das instituições financeiras. Dentre eles está é o agente de crédito, um personagem central dentro do mercado de crédito.

O agente de crédito é um profissional essencial para as operações de empréstimos e financiamentos, principalmente para pessoas físicas e pequenas empresas. Mas apesar ser um serviço popular, poucas pessoas sabem como é a atuação desse profissional.

O que é agente de crédito?

Os agentes de crédito são profissionais que intermediam a concessão de crédito para empresas e pessoas físicas. Ou seja, são eles que se relacionam diretamente para disponibilizar recursos para financiamento de atividades dos clientes.

Assim, esse profissional tem um papel importante no desenvolvimento local de empresas de pequeno e médio porte.

Um agente de crédito tem um espectro de atuação amplo. Ele pode exercer sua função em cooperativas de crédito, bancos de desenvolvimento, bancos comerciais e até mesmo de forma autônoma.

Além disso, o profissional de crédito também pode atuar em:

  • Setor de cobrança;
  • Negociação de crédito/hipoteca;
  • Entre outros.

Como atua um agente de crédito?

agente de crédito

Fora a habilidade de percepção sobre as necessidades e capacidade de pagamento, quem trabalha em uma agência de crédito, precisa desenvolver algumas outras habilidades.

Pode-se destacar as principais características:

  • Boa comunicação;
  • Capacidade de negociação;
  • Credibilidade;
  • Boa relação com o cliente.

Além disso, para atuar no mercado, é preciso ter o ensino médio completo, certificado de qualificação na área e é desejável experiência profissional no mercado.

Quer trabalhar no mercado de crédito? A Certifiquei oferece os melhores cursos preparatórios para você tirar a sua certificação. Confira!

A graduação comum ao que o agente de crédito faz, está relacionada, principalmente, com as áreas de:

  • Administração;
  • Ciências contábeis;
  • Administração de empresas.

O salário de um agente de crédito e cobrança, costuma ser superior a um salário mínimo. Sofrendo variações de acordo com o porte da empresa e o nível de qualificação/experiência profissional.

Assim, é importante lembrar que, mesmo que já exista a graduação e experiência profissional na área, é imprescindível continuar aprendendo.

Afinal, as instituições do mercado financeiro estão em constante mudança e o profissional que não estiver preparado e acompanhando essas variações, pode ficar fora do campo de atuação.

Para além do próprio mercado, existe a necessidade de compreender e se adequar a cultura do local em que se deseja trabalhar. Por mais que os conceitos de atividades sejam similares, cada instituição pode ter seu próprio formato de desempenho.

Como é a atuação dos agentes de crédito no Brasil?

Os agentes de crédito fazem a intermediação do processo de liberação de crédito, ou seja, eles acabam por atuar também como intermediários financeiros. Por isso, precisam conhecer as particularidades de cada contratante, assim como a capacidade de endividamento.

A atuação desses profissionais no Brasil é bastante ampla, porque são poucos os negócios que possuem capital disponível para investir em melhorias ou até mesmo para financiar as suas atividades. Esse é um forte indício de que, quem atua nesse mercado, possui um espaço de exercício profissional que é grande e está em constante crescimento.

Quer tirar sua certificação financeira? Confira os cursos da Certifiquei e se prepare para as provas com o suporte dos melhores profissionais do mercado.

Além disso, é preciso ter interesse sobre empreendedorismo. Porque, dessa forma, pode-se focar não apenas no ato de disponibilização de recursos financeiros, mas em todas as questões envolvidas naquela ligação com o solicitante do crédito.

O processo de melhoria de quem trabalha em uma agência de crédito precisa ser constante e estar antenada com as mudanças de mercado. Por isso, buscar a qualificação e se profissionalizar é uma etapa essencial para o futuro agente de crédito.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas