Análises Vertical e Horizontal

ANÁLISES VERTICAL E HORIZONTAL: saiba mais sobre estes indicadores
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Entender formas de analisar as informações sobre um negócio pode definir o sucesso de um investidor no mercado financeiro e de um profissional da área em sua trajetória. Dessa forma, é natural que existam diversos métodos de análise disponíveis para quem atua no segmento, e, entre essas opções, as análises vertical e horizontal merecem destaques.

Assim, é comum que o entendimento sobre as análises vertical e horizontal sejam um tema tão disseminado entre aqueles que atuam no setor. Afinal, é uma das ferramentas que possuem eficiência no processo de se planejar um investimento, especialmente visando correr menos riscos e possibilitando conseguir um retorno maior.

O que são as análises vertical e horizontal

Como interpretar análise vertical e horizontal é um fator fundamental para que atua na área, afinal esta prática consiste em um entendimento sobre como funciona uma empresa, sendo que a análise horizontal é voltada para estudar os resultados que um negócio teve ao longo do tempo, enquanto a análise vertical é focada na compreensão de como cada parte da empresa contribui no resultado.

Ou seja, é uma ferramenta de utilidade grande valia no momento de se entender como uma empresa está financeiramente e suas possibilidades.

Portanto, se aprofundar em cada uma dessas análises faz-se necessário para haver um entendimento maior acerca do tema.

Análise vertical

Inicialmente, vale destacar a análise vertical, também conhecida como “análise de estrutura” e “análise de tamanho comum”, é baseada na compreensão das finanças de uma empresa por meio de elementos financeiros.

Ou seja, são analisados uma série de grupo e subgrupos que fazem parte dos resultados e patrimônio do empreendimento, sendo que é realizado o cálculo sobre como cada uma dessas partes tem impacto com as finanças gerais de um negócio.

Além disso, cada um dos componentes que fazem parte desta análise são convertidos para porcentagem, assim dando um entendimento mais claro sobre a representatividade de cada um no negócio.

Ainda vale ressaltar que este método facilita na criação de estratégias que visam melhorar pontos falhos em uma empresa, ou manter e replicar as áreas que estão sendo eficientes em suas atividades.

Assim, temos que o conceito da análise vertical possibilita um entendimento maior sobre os pontos que constroem o todo, como isso é possível que ações sejam tomadas visando manter o negócio em constante evolução.

Para quem analisa da posição de investido, esta informação tem grande peso, afinal esta informação indica a capacidade de ação que um negócio possui.

Todavia, é necessário entender qual a finalidade da análise vertical e o que é preciso para se chegar ao resultado desta análise, sendo que ela pode ser aplicada no balanço patrimonial e na Demonstração do Resultado de Exercício (DRE).

Análise vertical sendo utilizada no balanço patrimonial

Inicialmente, vale destacar que, quando aplicada sobre o balanço patrimonial, a análise vertical responder perguntas relacionadas a três contas. São elas:

  1. Ativos;
  2. Passivos;
  3. Patrimônio líquido.

Ou seja, dá um panorama relvante sobre os três aspectos que fazem parte dentro de um balanço patrimonial.

Para se chegar a este resultado, é realizada a seguinte equação:

  • AV = grupo de contas/ ativos (ou passivo total) x 100

Assim, é possível aplicar este resultado em diferentes situações, como, por exemplo, a porcentagem de estoque que o negócio tem em relação ao seu ativo total.

Análise vertical sendo utilizada na DRE

Enquanto, quando aplicada sobre a DRE, a análise vertical responde a questões voltadas a lucratividade do empreendimento, sendo que através deste método é possível realizar a administração financeira de um negócio, mapeando gastos e como eles impactam em sua receita.

Neste caso, é realizado a seguinte equação:

  • AV = conta/receita líquida (ou receita bruta) x 100

Dessa forma, é possível aplicar este resultado em algumas situações. Um modo é na margem operacional de um negócio.

A melhor forma de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | A melhor maneira de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

Baixe o ebook gratuito e saiba como fazer sua transição de carreira para o Mercado Financeiro!

A melhor forma de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | A melhor maneira de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

Análise horizontal

Já a análise horizontal tem sua base voltada para o entendimento dos movimentos que os números têm durante o tempo.

A utilização deste método de análise possibilita a detecção de alguns movimentos que ocorreram no período, como, por exemplo:

  • Crescimento da empresa;
  • Ciclicidade;
  • Perdas financeiras.

Através da análise horizontal se torna uma tarefa mais eficiente entender os movimentos que aconteceram na área financeira de um negócio.

Assim, para se obter a análise horizontam de balanço patrimonial de um negócio entre outros demonstrativos, é necessário utilizar o seguinte cálculo:

  • AH = [(valor atual/valor no período base) – 1] x 100

Através deste resultado, é possível realizar a comparação entre movimentos financeiros que a empresa teve em diferentes períodos.

Vale ressaltar que outra vantagem da análise horizontal é a possibilidade de utiliza-la em diversas demonstrações financeiras, como DRE, fluxo de caixa, entre outras.

Além disso, este método é de grande valia em algumas situações, das quais é possível citar:

  • No momento na hora de se desenhar um planejamento financeiro;
  • Como um parâmetro para se observar o mercado financeiro na totalidade;
  •  Como um dado para comparação entre empresas do mesmo setor e sua capacidade.

Assim, o entendimento de qual o propósito da análise horizontal por parte do investidor é relevante, afinal é uma forma prática para ele ter o entendimento dos movimentos financeiros ao longo do tempo.


Quer trabalhar no mercado financeiro? Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem deseja as certificações da área. Confira!

Importância da análise vertical e horizontal para profissional do mercado financeiro

ANÁLISES VERTICAL E HORIZONTAL: saiba mais sobre estes indicadores

Uma das tarefas mais complexas executadas por um profissional que trabalha no mercado financeiro é conseguir encontrar bons negócios que consigam aliar projeção de crescimento e risco controlado.

Dessa forma, a análise horizontal e análise vertical se tornam uma ferramenta útil.

Isso porque estes indicadores possibilitam que o profissional determine de modo mais eficiente as condições de um negócio no médio e longo prazo.

Além disso, estes métodos têm grande valia no momento de se comparar empresas do mesmo setor.

Ou seja, estas análises são formas dos profissionais conseguirem compreender como está a saúde financeira de um negócio, além de conseguir compreender o desempenho deste empreendimento.

Todavia, assim como grande parte dos indicadores financeiros, cabe ao profissional aprimorar seus conhecimentos sobre esta técnica e em qual momento utilizá-la.

Afinal, as análises vertical e horizontal podem ser o diferencial que o profissional procura antes de realizar aplicações financeiras para seus clientes.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas