PLANEJAR: o que faz essa entidade e como tirar a certificação CFP?

Planejar
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email


Para os planejadores financeiros, conhecer a instituição Planejar é imprescindível para o exercício de sua função profissional.

A Planejar, além do seu importante papel institucional, emite certificações para qualificar profissionais que desejam atuar no mercado financeiro.

  1. O que é a Planejar?
  2. Qual é a importância da Planejar?
  3. Como é o trabalho de um planejador financeiro?
  4. O que é a CFP?
  5. Como tirar a certificação CFP?
  6. Planejar e os planejadores financeiros

O que é a Planejar?

A Planejar, também conhecida como Associação Brasileira de Planejadores Financeiros, é a entidade que certifica e orienta a atuação profissional dos planejadores financeiros no Brasil. Sucessão do antigo IBCPF, a Planejar começou a ser reconhecida com este novo nome a partir de 2016.

No Brasil, a Planejar é responsável por emitir a certificação CFP (Certified Financial Planner), reconhecida internacionalmente.

O motivo para que a Planejar seja a única instituição capaz de emitir essa certificação nacionalmente é que a entidade é filiada ao FPSB (Financial Planning Standards Board).

Qual é a importância da Planejar?

Como destacado anteriormente, a educação financeira, de fato, tem um papel fundamental na transformação na vida das famílias. E, no Brasil principalmente, existe um grande desnível de educação financeira entre as pessoas.

Como consequência deste fato, muitos brasileiros tomam, ao longo das suas vidas, decisões desvantajosas na ótica financeira. Seja por um uso excessivo do mercado de crédito ou simplesmente não poupar nada dos seus recebimentos.

Desta forma, a Planejar surge como uma entidade associativa que tem como principal objetivo promover a educação financeira para profissionais e pessoas. Isto ocorre porque, de acordo com a instituição, a educação financeira pode ser responsável por mudar drasticamente a vida da pessoa para melhor.

Assim, a importância do Planejar como entidade é a de reunir e qualificar profissionais que compreendem bem o mundo financeiro e estão aptos a repassar seus conhecimentos para clientes, de forma que estes consigam melhorar suas vidas financeiras.

Como é o trabalho de um planejador financeiro?

planejar

Para entender como o papel deste profissional pode mudar a vida dos seus clientes, é interessante entender no que consiste o trabalho do planejador financeiro.

Basicamente, o trabalho deste profissional é voltado para o entendimento da situação financeira dos seus clientes e as suas preferências quanto aos bens que consomem ou como gastam seus recursos.

Desta forma, conhecendo a realidade e preferências do seu cliente, o planejador financeiro pode desenhar uma estratégia para que seu cliente tenha uma vida mais equilibrada financeiramente, conseguindo poupar parte dos seus rendimentos e levá-lo do status de devedor para o de investidor.

Sem dúvidas, a aptidão de conseguir transformar a vida financeira de uma pessoa desta forma é extremamente valiosa.

Entre os importantes serviços que o planejador financeiro pode oferecer, estão:

  • Controle financeiro: ajustar o fluxo de renda do cliente, de forma que este passe a não contrair dívidas e comece a realizar poupança e caso necessário indicar produtos bancários que possam reduzir as dívidas;
  • Controle de investimentos: o planejador financeiro pode auxiliar o cliente a decidir as melhores formas de investimento;
  • Gestão patrimonial: o planejador, junto ao seu cliente, pode analisar os bens que a pessoa possui e auxiliar na gestão dos recursos.

Para exercer essa função licitamente e com uma boa sinalização de mercado, é obrigatório ter a certificação CFP.

O que é a CFP?

Como introduzido anteriormente, o CFP (Certified Financial Planner) é uma certificação financeira indispensável para quem deseja se tornar um planejador financeiro.

Esta certificação tem valor para diversos países além do Brasil, o que torna-a ainda mais vantajosa.

Esta é, sem dúvidas, a mais respeitada e desejada certificação global para quem pretende atuar neste segmento do mercado financeiro.

Entre as técnicas e qualidades requeridas ao profissional para emitir a certificação CFP, estão:

  • Melhores práticas de planejamento financeiro;
  • Código de ética e responsabilidade;
  • Gestão de investimentos;
  • Gestão de riscos e seguros;
  • Planejamento sucessório;
  • Planejamento tributário.

Portanto, é possível observar que, ao tirar a certificação CFP através da Planejar, o profissional estará apto a entender a todos tipos de clientes, desde aqueles que precisam equilibrar suas contas, como aqueles que pretendem iniciar o processo de planejamento de herança.

Um ponto muito importante para destacar ao profissional que pretende tirar a CFP é que é obrigatório ter um curso de ensino superior completo reconhecido pelo MEC para conseguir de fato ter acesso ao certificado.

Ser um profissional certificado é o primeiro passo para começar sua jornada no mercado financeiro. Confira nossos cursos e se prepare da melhor forma para conseguir sua certificação!

Como tirar a certificação CFP?

O exame para certificação CFP acontece anualmente, sempre buscando expandir o número de profissionais qualificados disponíveis no mercado.

Contudo, muitos candidatos têm dúvidas relacionadas à inscrição, preços e prova. Por isso, vale a pena debater cada questão separadamente para que você compreenda o funcionamento da prova.

Preços da prova da Planejar

Para se inscrever e participar do processo para tirar a certificação do CFP pela Planejar o candidato deverá desembolsar um investimento considerável.

Dessa forma, caso queira realizar o exame completo, o investimento será de mil e trezentos reais (R$1.300,00).

Entretanto, o candidato pode ainda fazer os módulos separadamente. Neste caso, o investimento será de apenas trezentos e cinquenta reais (R$350,00).

Quais são os módulos da prova?

A prova possui ao todo 6 módulos, que trabalham separadamente conteúdos importantíssimos para o profissional.

  • 1º Módulo – Planejamento financeiro e ética;
  • 2º Módulo  – Gestão de ativos e investimentos;
  • 3º Módulo – Planejamento e aposentadoria;
  • 4º Módulo – Gestão de riscos e seguros;
  • 5º Módulo – Planejamento fiscal;
  • 6º Módulo – Planejamento sucessório.

Duração e tamanho da prova

A prova completa é extensa. São 140 questões de múltipla escolha com 4 alternativas.

Normalmente, o exame é dividido da seguinte forma:

  • 9:00 às 13:00 – Módulo 1 e 2;
  • 14:30 às 17:35 – Módulo 3, 4, 5 e 6.

Algumas semanas após a prova, são divulgados os candidatos que atingiram a pontuação necessária para receber a certificação.

Caso seja seu caso, você já poderá se considerar um planejador financeiro certificado.

Quer tirar sua certificação financeira? Confira os cursos da Certifiquei e se prepare para as provas com o suporte dos melhores profissionais do mercado.

Planejar e os planejadores financeiros

Assim que o profissional conseguir tirar a certificação, ele será licenciado pela Planejar para começar a atender clientes, já podendo assim impactar diretamente a vida financeira dos seus clientes.

Por fim, vale destacar que instituições como a Planejar são indispensáveis para o bom funcionamento do setor financeiro e para a garantia da atuação ética dos profissionais.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas