Bônus de subscrição e a importância da remuneração aos acionistas

bonus-subscricao
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Dentre as vantagens disponibilizadas aos acionistas pelas empresas de capital aberto, o bônus de subscrição é um dos que conferem a preferência no que diz respeito a compra de novas ações. 

Esse bônus de subscrição funciona de forma similar a uma opção de compra, uma vez que confere o direito ao acionista da empresa de comprar mais ações de acordo com limites estipulados na assembleia geral de acionistas.

O que é o bônus de subscrição?

Os bônus de subscrição são títulos negociados dentro da bolsa de valores e que apresentam como preferência os acionistas da empresa que está realizando a subscrição.

Dessa maneira, esse bônus é uma vantagem oferecida aos acionistas, os quais tem o direito de utiliza-los ou não, lembrando sempre que o preço a ser pago por essas novas ações é, em geral, menor do que o preço de mercado.

Nessa linha, é importante dizer que existe uma leve diferença entre o bônus de subscrição e o Direito de subscrição.

No que versa o direito, tem-se que ele é uma obrigação da empresa de manter todos os acionistas com a mesma porcentagem de ações após uma nova emissão.

Como funciona o bônus de subscrição?

Seguindo o mesmo racional da compra de qualquer ativo no mercado de valores mobiliários, o bônus se diferencia apenas no que versa a sua oferta, que incialmente é privada.

Assim, apenas quem já é acionista da empresa terá acesso as novas ações, as quais serão ofertadas a preços menores do que os negociados na bolsa de valores.

Para que o investidor possa analisar a entrada nessa nova emissão, a empresa deve fornecer os seguintes dados, após aprovação na assembleia geral dos cotistas:

  1. Qual será a vigência dos títulos emitidos;
  2. O preço pelo qual a ação será negociada;
  3. A data limite para que seja possível realizar a operação.

Com essas informações em mãos, o investidor tem insumos para saber como agir quando lhe for ofertado esse bônus.

Características do Bônus de Subscrição

Dentre as principais características dos Bônus de Subscrição, tem-se:

  • Proporcionalidade
  • Pode ser negociado com outros investidores
  • Tem tempo limitado

Assim, no que versa a proporcionalidade, a emissão das novas ações deverá seguir a proporcionalidade relativa à participação de cada investidor. 

Em relação a negociação, como ele é um ativo, consequentemente pode ser negociado com qualquer pessoa dentro da bolsa de valores.

Por fim, após o término do período de oferta não será possível utilizar o seu bônus.

Trabalhe no mercado que mais cresce e remunera no Brasil! Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique para atuar no mercado de capitais!

Qual o objetivo do bônus de subscrição?

Por se tratar de uma das formas de dar vantagens aos acionistas, o bônus é uma maneira da empresa dar preferência quando irá colocar novas ações em circulação.

Nesse sentido, quando a empresa decidir aumentar o capital negociado em bolsa de valores, os acionistas receberão a vantagem de aumentar sua posição antes da emissão para o mercado como um todo, a um preço menor.

Agora para a empresa, ao reportar para o mercado que irá disponibilizar o bônus de subscrição ela tende a atrair mais investidores, uma vez que essa movimentação indica que as suas ações são de alta qualidade.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas