Analista Financeiro: o que este profissional faz e como atuar na área?

analista financeiro
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

O mercado financeiro reserva uma série de possibilidades para seus profissionais, com inúmeros cargos e diferentes postos de trabalho. Hoje vamos dar destaque ao analista financeiro.

O analista financeiro é um profissional com papel estratégico dentro de uma instituições financeira, principalmente por ser, basicamente, quem faz tudo acontecer.

O que é um analista financeiro?

Analista financeiro é um profissional altamente necessário para empresas, uma vez que ele é responsável por tudo que diz respeito aos recursos financeiros.

Não devemos confundir, no entanto, o analista de mercado financeiro com o financeiro, uma vez que este primeiro é quem dá suporte técnico para investidores, oferecendo projeções sobre o mercado.

Esta profissão tem se tornado cada vez mais popular em nosso país, fazendo com que cada vez mais pessoas queiram assumir este cargo.

Contudo, é necessário ter em mente que esta atuação é de alta responsabilidade, tanto dentro quanto fora da instituição a qual o profissional trabalha. Isso se dá á medida que, entre outras coisas, é ele quem gerencia os gastos de uma empresa.

Assim, normalmente a rotina do analista consiste em identificar possíveis investimentos que podem ajudar a vida financeira da empresa e realizar planejamentos estratégicos para manter a vida financeira da empresa sadia.

Esse profissional atua nos setores administrativos de empresas, bem como a de projetos e consultoria de investimentos, verificando a viabilidade econômica e eventuais riscos que um investimento ou empreendimento possui.

Em ambas as áreas é possível encontrar oportunidades e vagas, e isso pode ocorrer em empresas dos mais variados portes, seja ela pequena, média ou grande.

O analista em finança pode atuar ainda em empresas que oferecem crédito, locais os quais ele será responsável por analisar a qualidade e o quão sólidos, financeiramente falando, os candidatos a empréstimos são.

Assim, ele irá indicar se a instituição financeira a qual ele trabalha deve realizar operações com determinado cliente ou não. Aqui, ele pode ainda elaborar soluções de recuperação financeira também.

O que um analista financeiro faz?

Até aqui já citamos algumas das principais funções do analista financeiro. Veja abaixo uma lista com todas as formas as quais este profissional pode atuar em uma empresa:

  1. planejar, gerir e analisar recursos financeiros de uma empresa;
  2. garantir a rentabilidade nas contas de investimento;
  3. verificar a necessidade de gastos e disponibilidade de recursos;
  4. realizar balanços, cotações, negociações, e extratos bancários;
  5. pagar contas e impostos;
  6. coletar informações sobre o perfil financeiro dos clientes;
  7. realizar cálculos e planilhas para cuidar de cobranças e notas fiscais da empresa;
  8. gerir o fluxo de caixa; e
  9. controlar gastos, folha salarial dos profissionais da empresa e todas as entradas e saídas de dinheiro.

Sendo assim, temos em mente que este profissional é responsável por todo o planejamento e rotina financeira que faz a empresa funcionar.

Além disso, ele é ainda responsável por gerar relatórios e analisar todas as despesas que a empresa possui. De tal forma, ele deve propor então uma melhor rentabilidade dos recursos investidos pela empresa além de cortar os excessos.

Além disso, ele pode ser contratado para fazer uma análise de finanças para clientes externos ou até mesmo internos, sendo esta uma das características da profissão.

Quanto recebe um profissional deste ramo?

Antes de falar de fato sobre o salário de analista financeiro, cabe ressaltar que o valor que ele recebe pode variar de acordo com:

  1. tempo de experiência e serviço que ele possui;
  2. porte da empresa a qual ele trabalha;
  3. formação; e
  4. talento individual do analista de finanças.

A média salarial deste profissional é de R$2.700. Este valor, no entanto, é pago para profissionais com pelo menos dois anos e meio de experiência.

Mas para ficar mais claro, separamos abaixo o salário que o profissional pode receber de acordo com sua experiência. Começando pelas de pequeno porte, temos:

  • até quatro anos de experiência: entre R$1.900 e R$2.400;
  • entre quatro e oito anos de experiência: uma faixa de R$2.900 a R$3.700; e
  • acima de oito anos de experiência: a partir de R$4.600.

Para empresas médias, os salários são de:

  • com menos de quatro anos de experiência: entre R$2.500 e R$3.000;
  • de quatro a oito anos: entre R$5.000 e R$6.000; e
  • mais de oito anos de trabalho: de R$6.000 em diante.

Por fim, para grandes empresas, temos a seguinte remuneração, no mesmo período que os citados anteriormente:

  • com menos de quatro anos: de R$3.200 a R$4.000;
  • entre quatro e oito anos: a partir de R$5.000 até R$6.200; e
  • acima dos oito anos de experiência: a partir de R$7.700.

Profissionais que investem bastante em sua formação, experiência e conhecimento, podem receber salários acima dos R$20 mil mensais e até mesmo superior à R$50 mil.

Quais os requisitos para ser um analista financeiro e quem pode seguir a carreira?

A formação do analista financeiro pode variar bastante, com diferentes opções de graduação, especialmente porque não há, especificamente, um curso para analista financeiro 

Dentre as possibilidades de formação acadêmica para este profissional, temos:

  1. Ciências Contábeis (oferecido em bacharelado e com duração de quatro anos);
  2. Ciências Econômicas (também bacharelado e duração de quatro anos);
  3. Engenharia de Produção (bacharelado e com duração média de cinco anos);
  4. Administração de Empresas;
  5. Gestão Financeira;
  6. Gestão Comercial; e
  7. Processos Gerenciais.

As três últimas opções são cursos tecnólogos com duração de dois anos. Porém, todas as opções possuem a vantagem extra de poder ser feita no módulo à distância, tendo maior flexibilidade de tempo.

O diploma é reconhecido no mercado de trabalho para todos os cursos, e todos eles são suficientes para atuar no cargo.

Existem certificações indicadas para esta atuação?

Uma vez que o analista financeira está atuando de forma direta com os recursos financeiros de uma empresa, bem como todos os gastos que ela possui, além de graduado, certificações financeiras específicas também são importantes.

Afinal, as certificações asseguram que aquele profissional é altamente qualificado para trabalhar no mercado financeiro, ao mesmo tempo em que permite a atuação em alguns cargos e funções.

Assim, a certificação para analista financeiro mais recomendada é a de Chartered Financial Analyst, ou CFA, que, quando traduzido, quer significa Analista Financeiro Certificado.

Trata-se de uma certificação de pós-graduação de muito prestígio, oferecida pelo CFA Institute, nos Estados Unidos.

Mas o profissional também pode procurar pelo CNPI, que é a versão nacional do CFA, ou então pelos selos da Anbima, que são as certificações CPA-10 e CPA-20.

Agora, sabendo mais sobre as responsabilidades do analista financeiro e quais certificações são recomendadas a este profissional, se prepare para os principais exames por meio dos cursos do Certifiquei!

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas