Certificações financeiras internacionais: conheça as principais

certificações financeiras internacionais
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
As certificações financeiras internacionais são uma excelente alternativa para quem deseja trabalhar no mercado financeiro, tanto no Brasil mas principalmente no exterior. Além de servirem como um selo internacional de qualificação profissional, as certificações financeiras internacionais contribuem para a criação de uma carreira de sucesso com as finanças.
  1. O que é uma certificação financeira internacional?
  2. Quais as principais certificações financeiras internacionais do mercado?
  3. Certificação CFP®
  4. Certificação CFA
  5. Certificações CISI
  6. SAQ “Certified Wealth Management Advisor CWMA”
  7. Certified Management Accountant (CMA)
  8. Certified Fund Specialist (CFS)
  9. Chartered Financial Consultant (ChFC)
  10. Chartered Investment Counselor (CIC)
  11. Certified Investment Management Analyst (CIMA)
  12. Financial Risk Manager (FRM)
  13. Chartered Economic Analyst (ChEA)
  14. Certified International Investment Analyst (CIIA)
  15. Vale a pena conseguir uma certificação financeira?

O que é uma certificação financeira internacional?

As certificações financeiras internacionais servem para reconhecer e qualificar profissionais dentro do mercado financeiro de forma global. Elas costumam ser buscadas por quem deseja ocupar alguma profissão relacionada às finanças e investimentos. Algumas delas, inclusive, são reconhecidas em diversos países ao mesmo tempo. Isso porque qualificam profissionais para grandes posições em instituições financeiras internacionais através de seus exames.

Quais as principais certificações financeiras internacionais do mercado?

certificações financeiras internacionais Quem tem interesse em atuar em todo o mundo na área das finanças precisa compreender quais são e para que servem as principais certificações internacionais do mercado financeiro. Nesse sentido, os principais certificados financeiros internacionais são os seguintes:
      • Certificação CFP;
      • Certificação CFA;
      • Certificações CISI;
      • Certificações EFPA;
      • SAQ “Certified Wealth Management Advisor CWMA”;
      • Certified Management Accountant (CMA);
      • Certified Fund Specialist (CFS);
      • Chartered Financial Consultant (ChFC);
      • Chartered Investment Counselor (CIC);
      • Certified Investment Management Analyst (CIMA);
      • Financial Risk Manager (FRM);
      • Chartered Economic Analyst (ChEA);
      • Certified International Investment Analyst (CIIA).

Quer trabalhar no mercado financeiro? A Certifiquei oferece os melhores cursos preparatórios para você tirar a sua certificação. Confira!

Certificação CFP®

A CFP®, ou Certified Financial Planner®, é uma das certificações mais buscadas no mercado financeiro, sendo válida até mesmo fora do Brasil. Com ela, os profissionais se tornam especialistas em diversos assuntos relacionados ao mercado financeiro, como:
      • Investimentos;
      • Riscos;
      • Seguros;
      • Previdência;
      • Tributação;
      • Sucessão.
Criada nos Estados Unidos, ela é emitida pelo Certified Financial Planner Board of Standars, mas no Brasil, é concedida pela Planejar (Associação Brasileira de Planejadores Financeiros). Mesmo tendo caráter voluntário, essa certificação é obrigatória para quem deseja atuar no segmento de private banking dos bancos afiliados à ANBIMA. Com a certificação CFP®, é possível trabalhar em diversas áreas, como
      • Planejamento financeiro;
      • Gerenciamento de riscos;
      • Seguridade;
      • Questões fiscais;
      • Questões sucessórias.
Sua prova possui 140 questões, divididas em seis módulos, podendo ser realizada de forma modular ou completa. Para ser aprovado, o candidato precisa alcançar o percentual de 70% na prova completa ou 50% em cada módulo.

Certificação CFA

O CFA, ou Chartered Financial Analyst, é a certificação financeira mais reconhecida para os profissionais que desejam se tornar analistas no mercado financeiro. Quem possui o título CFA pode atuar em diversos países, já que o CFA é considerado um passaporte global para a carreira na área de finanças. Concedida pelo instituto norte-americano CFA Institute, também responsável pelas avaliações que os candidatos são submetidos, ela não é obrigatória para nenhuma profissão no mercado financeiro. No entanto, com o título de CFA charterholder, é possível trabalhar em empresas de investimento, hedge funds, bancos, companhias de seguros e com consultoria financeira.

Certificações CISI

O CISI, ou Chartered Institute For Securities & Investment, é uma organização sem fins lucrativos criada na Bolsa de Valores de Londres. O objetivo da sua certificação é avaliar o conhecimento, integridade e ética no setor financeiro. Por conta disso, mais de 90% dos bancos globais certificam seus funcionários no CISI. São atestadas habilidades técnicas e de formação avançada para a garantia de uma gestão financeira de qualidade, de forma internacional. Para isso, existem duas certificações do CISI:
      • Asset Management: voltada para a formação em gestão de patrimônio e investimento de uma perspectiva global;
      • Regulamentação e Risco: voltado para a carreira em regulamentação financeira global, crime financeiro, governança e gerenciamento de riscos ou regulamentação e conformidade regulatória.

Certificações EFPA

A EFPA, ou European Financial Planning Association, é uma associação criada para defender os interesses dos consultores financeiros. Para isso, foram criadas algumas certificações da EFPA, que têm o objetivo de credenciar um profundo conhecimento do setor financeiro. Elas são voltadas para os profissionais ligados às atividades de Consultoria Financeira e Planejamento Financeiro em instituições financeiras ou independentes. Além disso, as certificações EFPA possuem caráter europeu, sendo reconhecidas em dezesseis países. São elas:
      • EIA (European Investment Assistant): reconhece a qualificação necessária para informar clientes sobre investimentos;
      • EIP (European Investment Practitioner): possibilita o oferecimento de produtos financeiros e aconselhamento sobre investimentos;
      • EFP (European Financial Planner): permite a prática de planejamento financeiro e assessoria financeira, sendo a de mais alto padrão da EFPA.

SAQ “Certified Wealth Management Advisor CWMA”

O SAQ, ou Swiss Association for Quality busca fortalecer a proteção aos clientes e melhorar os padrões de conduta das instituições financeiras, através da qualificação profissional e formação contínua de consultores financeiros. Na Suiça, o SAQ é considerado como o único órgão oficial para a certificação ISSO 17 024 de consultores financeiros. E, desde 2016, a Associação dos Banqueiros Suíços (SBA) recomenda que seus membros certifiquem seus consultores da área de gestão de patrimônio com o padrão SAQ “Certified Wealth Management Advisor CWMA”. Para conseguir essa certificação, é preciso ter ou participar da gestão de carteira de clientes. O exame SAQ consiste em dois testes. O primeiro é escrito e dividido em três partes que, quando realizadas, aprovam o candidato para uma avaliação oral. No entanto, é preciso comprovar que possui uma carteira de clientes ou trabalha como especialista independente, além de ter passado no exame escrito.

Quer tirar sua certificação financeira? Confira os cursos da Certifiquei e se prepare para as provas com o suporte dos melhores profissionais do mercado.

Certified Management Accountant (CMA)

A CMA, é uma certificação profissional avançada que demonstra o domínio em habilidades de contabilidade e gerenciamento financeiro. Com mais de 40 anos, o exame CMA é considerado como um certificador padrão ouro para contadores e profissionais do setor financeiro. A prova se divide em duas partes. A primeira é voltada para o planejamento financeiro, performance e análise de ativos, já a segunda foca na gestão financeira estratégia.

Certified Fund Specialist (CFS)

A certificação CFS demonstra um vasto conhecimento no setor de fundos mútuos. Os profissionais certificados com a CFS aconselham clientes sobre quais fundos de investimento investir e podem até comprar e vender cotas para os clientes. O exame é oferecido pelo Institute of Business and Finance (IBF), se concentrando em tópicos envolvidos com fundos mútuos, como teoria de portfólio, média de custo em dólares e anuidades.

Chartered Financial Consultant (ChFC)

Os profissionais com a ChFC demonstram completo conhecimento sobre planejamento financeiro. O programa ChFC é administrado pelo American College e exige dos candidatos, no mínimo, três anos de experiência em uma posição no setor financeiro. A prova tem como conteúdos principais: imposto de renda, planejamento patrimonial e seguros.

Chartered Investment Counselor (CIC)

A certificação CIC é voltada para quem deseja se tornar um consultor, ou conselheiro, de investimentos. No entanto, ela é voltada para o gerenciamento de portfólios, já que comprova a experiência de alto nível dos profissionais no gerenciamento de investimentos. Para ser certificado é preciso aderir a um código de ética estrito e respeitar os seguintes requisitos:
      • Ser empregado por uma empresa membro do IAA por mais de um ano;
      • Ter ao menos cinco anos de experiência acumulada no setor financeiro;
      • Ter dedicado ao menos 50% do tempo em posições envolvidas com consultoria de investimentos e gerenciamento de portfólios;
      • Enviar carta de referência do diretor executivo, diretor-gerente ou supervisor sênior, além de três cartas de recomendação adicionais;
      • Ter uma designação de Analista Financeiro.

Certified Investment Management Analyst (CIMA)

A certificação CIMA se concentra na alocação de ativos, ética, mensuração de riscos, política de investimentos e mensuração de desempenho. Para conseguir a CIMA é preciso ser consultor financeiro com ao menos três anos de experiência profissional comprovados. A Investment Management Consultants Association oferece os cursos CIMA e exige, para os já certificados, ao menos 40 horas de educação continuada a cada dois anos.

Financial Risk Manager (FRM)®

O gerenciamento de risco financeiro é uma das principais habilidades dentro do setor de serviços financeiros. Com o título de FRM®, concedido pela Global Association of Risk Professionals (GARP), os profissionais demonstram conhecimentos e habilidades extensas. Para isso, é preciso passar por exames rigorosos do Programa FRM e comprovar experiência profissional relevante.

Chartered Economic Analyst (ChEA)

O ChEA é um certificado emitido pelo National Institute of Continuing Education (NICE). Ele serve para qualificar e reconhecer profissionais que desejam trabalhar como Analistas Econômicos. Para isso, é preciso participar de uma séria de aulas e passar em um exame final que atesta a compreensão dos princípios econômicos. A aplicação desses princípios e a compreensão da ética necessária para essas atividades.

Certified International Investment Analyst (CIIA)

O Certified Internacional Investment Analyst, ou CIIA, permite que profissionais atuem como Analistas Financeiros, Gerentes de Portfólio ou Consultores de Investimentos. Oferecido pela Association Of Certified International Investment Analysts (ACIIA), esse certificado é considerado como a versão europeia do CFA, mas também possui reconhecimento global. Para a obtenção do certificado CIIA no Brasil, além de possuir o Certificado Nacional do Profissional de Investimentos (CNPI) nas modalidades Fundamentalista ou Pleno, são necessários 4 exames:
      • Possuir a certificação CNPI (Fundamentalista) ou CNPI-P (Fundamentalista e Técnico);
      • Aprovação nos exames Foundation II e III;
      • Aprovação nos exames Final Level I e Final Level II.

Ser um profissional certificado é o primeiro passo para começar sua carreira no mercado financeiro. Confira nossos cursos e se prepare da melhor forma para tirar sua certificação!

Vale a pena conseguir uma certificação financeira?

Profissionais certificados internacionalmente conseguem muito mais reconhecimento dentro do mercado financeiro, já que esses selos comprovam um alto nível de conhecimento sobre finanças. Além disso, para muitas funções, algumas certificações são obrigatórias, exigindo bastante preparação e domínio do setor financeiro. Nesse sentido, é possível perceber a importância das certificações financeiras internacionais para quem deseja atuar em qualquer instituição financeira mundial.
Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas