índice Dow Jones: conheça tudo sobre este importante índice

ÍNDICE DOW JONES: conheça tudo sobre este importante índice
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Entre as opções de negócios existentes fora do país, a bolsa de valores norte-americana é uma das mais atrativas, contudo, o entendimento deste mercado é fator essencial para quem deseja seguir por este caminho, com destaque especial para o entendimento do Índice Dow Jones. 

O índice Dow Jones é um dos indicadores mais relevantes da bolsa de valores global, dessa forma os investidores com capital alocado neste mercado devem entender seu funcionamento. Além disso, este medidor também é de alta relevância para profissionais da área.

O que é o índice Dow Jones

O índice Dow Jones, que tem como nome oficial Dow Jones Industrial Average, é um dos índices mais tradicionais do mercado financeiro norte-americano, sendo que tem como foco a análise das cotações das 30 empresas que lideram o mercado norte-americano.

Dessa forma, este se torna um dos indicadores de grande relevância do mercado global. Especialmente, por movimentar um grande volume de capital e produtos diariamente.

Ainda vale ressaltar que este indicador também é conhecido pelos seguintes nomes:

  1. DJIA;
  2. Dow 30;
  3. INDP.

Além disso, a história deste índice também merece destaque.

História do DJIA

O índice Dow Jones Industrial Average foi criado no ano de 1896, por Charles Dow e Edward Davis Jones, sendo esses os fundadores do The Wall Street Journal.

O “Industrial” do nome desse índice é referente ao período de sua criação, sendo que o foco inicial deste indicador foi avaliar 12 empresas de grande porte que atuavam com commodities.

No início do século seguinte, em 1916, este indicador passou a cobrir ações de 20 empresas e, em 1928, a DJIA foi atualizado para 30 empresas, número que se mantém até os dias atuais.

Ao longo dos anos, o índice também passou a cobrir empresas de setores diferentes, tendo como premissa buscar empresas de grande valor de mercado e com credibilidade.

Importância do DJIA

Existindo a mais de um século, é natural que o DJIA seja um dos indicadores que impactam todo mercado global.

Além disso, e índice Dow Jones serve como parâmetro para pesquisas, destacando especialmente os movimentos do mercado ao longo das décadas.

Simultaneamente, este indicador também é de utilidade para análises mais atuais do mercado, afinal os movimentos das empresas analisadas pelo índice tendem a impactar a economia de modo geral.

Contudo, também há uma corrente que vem debatendo a relevância do DJIA.

Pelo monitoramento ser feito apenas em 30 empresas, há a discussão se este recorte serve como forma para monitorar o mercado. Ainda mais quando analisado que existem mais de centenas de empresas que negociam suas ações na bolsa dos Estados Unidos.

Como o índice Dow Jones funciona

Como apontado anteriormente, entender o funcionamento do índice Dow Jones é fundamental para quem deseja investir no mercado norte-americano.

E para se entender isso, é fundamental compreender como é feita a composição do DJIA.

Composição do DJIA

O índice Dow Jones é construído com base nas escolhas dos editores do The Wall Street Journal, sendo que isso é feito desde sua criação.

Ou seja, as empresas que serão analisadas neste indicador são escolhidas por profissionais que atuam no jornal financeiro.

Vale ressaltar que o apenas alguns critérios históricos são utilizados na seleção da carteira teórica criada, dos quais é possível citar:

  • Empresas blue chips;
  • Companhias que lideram seu segmento de mercado;
  • Negócio com grande impacto na economia dos Estados Unidos e global.

Por fim, vale reforçar que este método de seleção não é comum em outros índices, como o Ibovespa, sendo que a metodologia para escolha dos ativos é pré-determinada.

Portanto, cabe ao investidor que busca alocar seu capital em renda variável internacional, entender tais diferenças.

Cálculo do DJIA

Ao longo dos anos, o modelo de cálculo do índice Dow Jones foi se alterando.

Inicialmente, a fórmula utilizada era uma métrica aritmética do valor das ações que faziam parte do índico.

Todavia, novos conceitos foram sendo utilizados para a construção da métrica, até que chegassem a seguinte fórmula:

  • DJIA = Σp/d

Sendo que:

  • DJIA: representa o resultado o índice Dow Jones;
  • Σp: a soma das ações das 30 empresas que fazem parte do índice;
  • d: divisor dow.

Vale ressaltar que o “divisor dow” é um número formado pela divisão da soma do valor das 30 ações que fazem parte do índice.

Vale ressaltar que neste cálculo estão incluídas variáveis como splits de ações e pagamento de dividendos.

Ou seja, a fórmula utilizada serve para que mesmo quando o valor de um ativo sofra alterações devido a fatores como pagamento de dividendos, o índice já tem esta variação prevista.

Além disso, e DJIA é formado para que quando haja a troca de empresas que fazem parte do indicador, não haja uma distorção neste indicador.

Empresas que fazem parte do DJIA

Como dito anteriormente, o índice Dow Jones é formado por 30 empresas norte-americanas que são selecionadas pelo The Wall Street Journal.

Por tudo isso, é natural que muitos investidores tenham a curiosidade de saber quais são esses 30 negócios.

Em 2021, o DJIA era formado pela seguintes empresas em ordem alfabética:

  • American Express;
  • Amgen;
  • Apple;
  • Boeing;
  • Caterpillar;
  • Chevron;
  • Cisco Systems;
  • Dow;
  • Goldman Sachs Group;
  • Home Depot;
  • Honeywell International;
  • IBM;
  • Intel Corporation;
  • Johnson & Johnson;
  • JPMorgan Chase;
  • McDonald’s;
  • Merck;
  • Microsoft;
  • Nike;
  • P&G (Procter & Gamble);
  • Salesforce.com;
  • The Coca-Cola Comapny;
  • The Travelers Companies;
  • UnitedHealth Group Inc;
  • Verizon;
  • Visa;
  • Walgreen’s;
  • Walmart;
  • Walt Disney;
  • 3M.

Após esta lista, é possível reforçar como o índice Dow Jones.

Como investir no mercado internacional

O mercado financeiro internacional tornou-se uma área atrativa para diversos investidores brasileiros.

Dessa forma, é necessário entender o que é necessário fazer para se investir no mercado internacional.

Inicialmente vale ressaltar que não é possível investir diretamente no índice Dow Jones no Brasil, afinal não há nenhuma forma de comprar esse produto estando fora dos EUA.

Contudo, ainda há possibilidade em investir de ativos internacionais, incluindo de empresas que fazem parte do DJIA, para isso é necessário comprar ETFs.

Por exemplo, o IVVB11 e SPXI11 são dois ETFs interessantes para quem busca este tipo de atuação no mercado.

E mesmo não sendo uma opção direta para o investidor brasileiro, entender o índice Dow Jones se torna uma ferramenta importante para quem busca este tipo de atuação no mercado financeiro e tem interesse em fundos de investimento internacionais.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas