Investment grade: o que é e qual a importância desse indicador

investment-grade
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

No mercado financeiro, principalmente quando se trata de ativos de renda fixa, entender qual o risco do investimento, também conhecido como investment grade, é essencial, uma vez que ativos com risco maior tendem a pagar mais, enquanto aqueles de menor risco pagam menos.

Dessa maneira, saber o que é o investment grade se torna peça fundamental para a análise dos ativos de renda fixa.

O que é investment grade?

O investment grade, em linhas gerais, é o famoso grau de investimento, o qual visa demonstrar quais ativos se enquadram em um nível de inadimplência baixo, principalmente aqueles emitidos por instituições privadas, mas os emitidos pelo governo também entram.

Normalmente essa análise é realizado por agências de rating, sendo as mais famosas:

  • Fitch Ratings
  • Moody’s
  • Standard & Poor’s.

Importante frisar que o grau de investimento é uma métrica que indica, até mesmo, qual é a capacidade que os países têm de honrar suas dívidas, independente se elas são internas ou externas.

Trabalhe no mercado que mais cresce e remunera no Brasil! Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique para atuar no mercado de capitais!

O que faz uma agência de classificação de risco?

As agências de classificação de risco têm como responsabilidade avaliar os números constantes nos balanços de empresas e bancos, as contas dos governos, entre outros.

A partir dessa análise, elas julgam os dados e dão uma nota, a qual serve como uma espécie de balizador para que os investidores de todo o mundo percebam se é seguro ou não emprestar seu dinheiro em troca de juros.

O que países ganham com o grau de investimento?

Pensando especificamente no impacto que a avaliação de uma empresa de rating têm sobre os países, é importante lembrar que existe um indicador, disponível a todos os investidores, denominado EMBI+ (Emerging Markets Bond Index Plus), que indica o nível de risco do país.

Nessa linha, com base nesse indicador e nas notas dadas pelas agências de risco, no caso de ambos indicarem o país como um excelente pagador ocorrerá entrada de capitais, por outro lado, no caso de uma nota ruim, a tendência é que o capital saia.

Como o investment grade funciona?

O investment grade funciona como um indicador de baixo risco de inadimplência, o que faz com que empresas e governos que se enquadrem nesse nível de classificação se tornem atraentes para os investidores.

A classificação se baseia em alguns indicadores e, de forma básica, fatores como aumento da dívida das empresas ou até mesmo expectativas de redução nos lucros implicam em revisão da nota estipulada pela agência de rating.

Quais títulos podem ser considerados como Investment Grade?

Uma vez que se trata de um modelo de mensuração de risco para ativos de renda fixa, no ramo das finanças, qualquer título, independente se for privado ou público, que apresente baixo risco de inadimplência entra para o grupo.

Para que um título se enquadre no investment grade, ele deve possuir uma das seguintes notas:

  1. AAA
  2. AA
  3. A
  4. BBB
  5. BB
  6. B

Assim, ativos analisados pelas maiores instituições de rating do mundo que apresentarem essas notas englobam a cesta de títulos que apresentam investment grade.

 

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas