Know-how: saiba mais sobre o conhecimento processual

Know-how: saiba mais sobre o conhecimento processual
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

A concepção e formação de um empreendimento depende de conhecimentos que vão além dos acadêmicos e técnicos. Isso porque a experiência sobre as particularidades do setor também é um ponto importante no meio, não à toa tal conceito tem nome, conhecido como know-how.

Dessa forma, entender o que é e como funciona o know-how é um passo importante para quem busca empreender e, até mesmo, para analisar um investimento. Afinal, conhecer o modelo de gestão de um negócio e seus indicadores é parte do bottom-up, prática utilizada na análise fundamentalista.

Tem o desejo de trabalhar no mercado financeiro? Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem busca os certificados da área. Confira!

O que é know-how

Know-how, também conhecida no Brasil por “saber como“, “saber fazer” e “conhecimento processual”, é uma expressão utilizada para definir o conjunto de práticas e experiência que uma empresa acumula ao longo de suas atividades, sendo que este conhecimento possibilita definir o negócio ou, até mesmo, o profissional, pela alcunha de especialista.

Ou seja, este se torna um dos aspectos mais valiosos do meio profissional, especialmente por ser intransferível.

Além disso, este tipo de conhecimento tem impacto direto no momento de as empresas elaborarem estratégias e tomar decisões.

Dessa forma, o negócio e seus profissionais conseguem ter maior sucesso em sua empreitada, superando a concorrência e conseguindo se estabelecer em seu campo de atuação.

Portanto, um dos passos relevantes acerca deste tema é entender a sua importância.

Importância de “saber como”

Ainda que a expressão know-how tenha ganhado espaço no meio empresarial nacional nos últimos anos, muitas pessoas não entendem a real importância do conceito por trás deste termo.

Inicialmente, vale destacar que o “saber como” é um importante indicativo de diferencial, independente de qual área este termo esteja sendo empregado.

Todavia, no campo empresarial, isto ganhou um valor maior, pois o diferencial representa que o negócio ou o profissional estão conseguindo superar a concorrência.

Além disso, o know-how ainda serve para atestar as competências da empresa e seus profissionais.

Dessa forma, é natural que um negócio que busque obter sucesso em sua área de atuação preze por um corpo de profissionais com experiência na área e boa tomada de decisão.

Afinal, o conhecimento processual é um aliado no momento de se conseguir implementar práticas e ter ações inovadoras, fatores que auxiliam.

Ou seja, é um conceito importante no momento de se tornar um negócio conhecido por sua lucratividade e capacidade de inovação.

Vantagens do conhecimento processual

Como visto, a construção do know-how demanda tempo e uma série de experiências.

Assim, é natural que ao longo do processo existam erros e acertos, não à toa é comum encontrar histórias de empresários de sucesso que fracassaram em empreendimentos anteriores.

Dessa forma, o aprendizado é uma das principais vantagens do conhecimento processual.

Isso porque esta experiência possibilita ao empreendedor e profissional conhecer melhor o funcionamento do mercado, evitando assim erros posteriores.

Acumular habilidades práticas também é outra vantagem que este tipo de experiência traz.

Ou seja, ao longo do processo o profissional vai se deparar com ferramentas que terão utilidade na sequência de sua jornada profissional.

Tais ferramentas podem ser provenientes de pesquisas, trocas de experiência com outros profissionais, implementação de ações práticas, entre outros.

Por fim, mas não menos relevante, o conhecimento processual permite com que o empreendedor e profissional sejam mais assertivos em suas tomadas de decisão.

Portanto, as tomadas de decisões em períodos complicados ou as iniciativas que podem fazer diferença no setor se tornam mais acessíveis para pessoas que possuem tal bagagem profissional.

Não à toa, este tipo de profissional é mais valorizado no mercado de trabalho.

Tal qual uma empresa que apresenta know-how também se torna mais valorizada no mercado financeiro.

Ebook LGPD

EBOOK GRATUITO | 14 passos para adequar sua empresa à LGPD

Baixe o ebook gratuito e saiba como iniciar a adequação da sua empresa à LGPD!

Ebook LGPD

EBOOK GRATUITO | 14 passos para adequar sua empresa à LGPD

Funcionamento do know-how

Know-how: saiba mais sobre o conhecimento processual

Inicialmente, é importante frisar que o know-how é um aspecto que pode aparecer em diferentes cenários, dos quais é possível destacar três exemplos. São eles:

  1. Empresarial;
  2. Esportivo;
  3. Artístico.

Portanto, como é possível perceber, o “saber fazer” é recorrente em diferentes setores.

Ainda assim, o foco deste texto será no empresarial, segmento onde talvez este conceito tenha o maior impacto.

Dessa forma, é possível dividir tal conceito na forma que ele afeta duas partes, a empresa e o profissional.

Conhecimento processual entre empresas

Em um mercado concorrido, o conhecimento processual é de grande relevância.

Ainda mais quando considerado que diversas empresas apresentaram um quadro de profissionais experientes, assim tendo vantagem sobre a concorrência.

Dessa forma, por mais que o know-how seja um diferencial, apenas este tipo de conhecimento e ação não basta para se obter sucesso.

Assim, é importante que o negócio busque profissionais com experiências diferentes e que se complementam quando formam uma equipe.

Ou seja, a escolha de colaboradores e a combinação de suas capacidades pode fazer a diferença no momento de um negócio ter sucesso.

Além disso, é importante que os processos internos também sejam padronizados.

Para ficar mais claro este conceito, imagine uma equipe de basquete. Para esse time ter sucesso é necessário que os jogadores tenham experiências e capacidades que se encaixem.

Todavia, o processo, ou treinamento, também deve ser de qualidade, assim potencializando as capacidades individuais e da equipe como um todo.

O mesmo conceito pode ser empregado no know-how empresarial, sendo que quando as partes trabalham juntas em um ambiente que favoreça evolução, a tendência é que este negócio tenha sucesso em seu campo de atuação.

Exemplos

Existem algumas empresas que possuem know-how do seu setor de atuação e se tornaram referência tanto nas atividades realizadas, quanto no valor de mercado.

Nesse sentido, é possível destacar, por exemplo:

  • Correio – Setor de logística terrestre;
  • Petrobras – Exploração de petróleo e gás combustível;
  • Walmart – Gestão de lojas de departamento;
  • Coca-cola – Produção de bebidas;
  • Apple – Aparelhos eletrônicos;
  • Amazon – Segmento de tecnologia;
  • Pfizer – Segmento farmacêutico.

Dessa forma, como é possível perceber, cada segmento da economia possui determinadas empresas que possuem maior destaque por seu know-how.

Além disso, é possível frisar que tal experiência não é exclusiva do setor privado.

A melhor forma de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | A melhor maneira de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

Baixe o ebook gratuito e saiba como fazer sua transição de carreira para o Mercado Financeiro!

A melhor forma de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | A melhor maneira de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

Conhecimento processual entre profissionais

Enquanto, quando o know-how é voltado para situações específicas, como a análise de um profissional, a ideia de aplicação deste conceito muda.

Inicialmente, vale destacar que outros tipos de competência passam a ter maior valor, sendo que destas, é possível destacar:

  • Conhecimentos;
  • Experiência;
  • Personalidade;
  • Tomada de decisão.

Ainda vale destacar que este último ponto merece um destaque à parte, pois a tomada de decisão é uma forma de demonstrar que o profissional conseguiu assimilar seu conhecimento e experiência e transformá-los em ações.

Ou seja, a capacidade de utilizar o conhecimento de forma prática, isto é, utilizá-lo em situações da vida real.

Dessa forma, este profissional conseguiria tomar decisões mais assertivas em momentos de pressão.

Todavia, é útil ressaltar que estas competências técnicas não são adquiridas de forma rápida ou fácil.

Assim, o profissional deve passar por situações que o farão ganhar experiência prática para lidar com a rotina de trabalho.

Simultaneamente, este tipo de trabalhador também deve estar constantemente buscando novos conhecimentos e técnicas.

Através deste processo, o profissional se torna um especialista, tanto nas questões práticas, como no know-how, sobre o assunto.

Por fim, vale destacar que o conhecimento processual serve para quem busca trabalhar com investimentos, atuar no campo acadêmico, ser um atleta profissional, entre outros.

Isto é, tal prática é útil para profissionais de todas as áreas.

Descubra como se tornar um profissional de sucesso no mercado financeiro. Faça os cursos do Certifiquei!

Importância do know-how no mercado financeiro

Know-how: saiba mais sobre o conhecimento processual

Como visto até aqui, o conhecimento processual é um importante aspecto acerca da capacidade de profissionais e empresas conseguirem se superar em um mercado concorrido.

Assim, é natural que o conceito de know-how também seja replicado no mercado financeiro, pois esta é uma forma de encontrar bons negócios para se investir.

Simultaneamente, investir em empresas que tenham conhecimento processual também é uma forma de amenizar riscos.

Afinal, este negócio tende a ter estratégias e políticas interessantes para reverter momentos de crise ou se destacar frente à concorrência do setor.

Não à toa, é natural que o investidor busque empresas com um bom histórico dentro de sua área de atuação, isto é, seja uma marca de destaque dentro de seu segmento de atuação.

Além disso, os agentes do mercado financeiro também consideram o corpo de profissionais que um negócio possui, especialmente os diretores.

Dessa forma, é comum que cargos de liderança e inovação sejam ocupados por profissionais que “saibam fazer”.

Impacto do conhecimento processual no valor das ações

A partir do momento que uma empresa se mostra competitiva e com potencial de crescimento, a tendência é que o número de investidores interessados pelas ações do negócio aumente.

Ou seja, se destacar no segmento de atuação é uma forma eficiente de atrair investidores.

Dessa forma, é natural que o know-how tenha influência indireta no valor das ações, pois este é um dos motivos que fazem os agentes do mercado financeiro se interessarem pelo negócio.

Fator que consequentemente afeta no valor das ações da empresa, sendo que a tendência é que o negócio se valorize.

Enquanto, negócios que não apresentam conhecimento processual amplo e não se destacam em seu segmento tendem a atrair menos investidores.

Assim, tendo uma liquidez baixa e, possivelmente, tendo ativos desvalorizados.

Portanto, o know-how tem impacto no valor das ações das empresas que negociam suas ações no mercado financeiro. 

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas