Trabalhar com investimentos: descubra como entrar nessa área

Trabalhar com Investimentos: Descubra Como Entrar Nessa Área
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Com a instabilidade política e econômica do Brasil na última década, é natural buscar setores da economia que apresentam um horizonte positivo. Nesse cenário, as profissões do mercado financeiro estão em destaque. Dessa forma, trabalhar com investimentos vem se tornando um destino cada vez mais atrativo para parte dos brasileiros.

Porém, em virtude da concorrência, é fundamental que quem busca trabalhar com investimentos esteja preparado para se especializar ao longo de sua trajetória, para isso existem certificados relevantes como CPA 20, CPA 10, Ancord, CFA, entre outros.

Como começar a trabalhar com investimentos?

Como é uma área onde existem diversas profissões, não há uma regra específica para como começar a trabalhar com investimentos. Afinal, nesse segmento existem características que podem fazer a pessoa ter sucesso, mesmo não tendo uma trajetória longa na área.

Ou seja, peculiaridade que se torna ainda mais destacada quando entende-se que alguns requisitos, em determinadas situações, podem ser mais importantes que uma experiência prévia no setor.

Assim, as profissões desse segmento permitem com que nunca “seja tarde mais” para começar a atuar na área.

Além disso, o fator meritocrático existente a quem busca trabalhar com bolsa de valores é outro ponto a se destacar, isto é, as capacidades e esforços fazem mais diferença para quem atua no segmento, diferente do que acontece em outras áreas do mercado de trabalho.

Dessa forma, pode-se elencar três fatores em especial que servem e podem servir de atrativos para quem está interessado em atuar na área. São eles:

  1. Meritocracia, ou seja, suas competências e capacidades fazem diferença real em seu sucesso nesse campo;
  2. Ganhos, afinal a quantidade de dinheiro que circula no segmento é enorme, assim a média de ganhos dos profissionais da área tende a ser interessante;
  3. Projeções de crescimento do setor, isso é, menos da metade da população brasileira investe, sendo que desse número apenas 1% está na bolsa de valores. Assim o mercado financeiro se torna uma das áreas com maior projeção de crescimento para os próximos anos.

Portanto, entender características importantes para uma trajetória de sucesso na área pode ser um diferencial.

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Baixe agora nosso ebook gratuito para descobrir o que você precisa para conseguir uma oportunidade no Mercado Financeiro!

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO |
Como trabalhar no Mercado Financeiro?

O que é preciso para trabalhar na área financeira

Como citado anteriormente, algumas características podem ser essenciais para quem busca atuar e ter sucesso nesse mercado, entre elas,  podemos destacar:

  • Capacidade de agir sob pressão;
  • Boa comunicação e capacidade retórica;
  • Proatividade e sensibilidade a cada situação;
  • Ser um bom negociador;
  • Facilidade para trabalhar com números;
  • Conhecimento de economia geral;
  • Se manter informado sobre questões ligadas ao setor e a economia em geral;
  • Amplo conhecimento do mercado e dos produtos do mesmo;
  • Capacidade de análise apurada.

Essas são algumas características importantes para quem busca atuar no segmento, sendo que vão desde interação com outras pessoas, até entendimento de conceitos técnicos.

Assim, um profissional que busque se manter competitivo precisa equilibrar esses dois pontos.

Além disso, vale salientar que mesmo sendo um segmento aberto para todos, existem cursos e certificações financeiras que podem auxiliar ao longo da trajetória profissional.

Ser um profissional certificado é o melhor passo para começar sua carreira no Mercado Financeiro. Confira nossos cursos e se prepare da melhor forma para tirar sua certificação!

Especializações voltadas para que busca trabalhar com investimentos

 

Trabalhar com investimentos: descubra como entrar nessa área

Como apontado anteriormente, para trabalhar no mercado financeiro não é necessário que o profissional possua uma graduação específica, ou seja, não existe uma regulamentação no setor que determine isso.

Dessa forma, é possível que pessoas com diferentes formações atuem na área.

Todavia, existem algumas graduações que têm em sua base conceitos utilizados nas profissões do mercado, assim o profissional com essas especializações leva algumas vantagens.

Graduações para quem busca trabalhar com investimentos

Entre essas graduações, podemos destacar:

  • Ciências contábeis;
  • Economia;
  • Administração de empresas;
  • Ciências atuariais;
  • Engenharia de produção.

Com o conhecimento adquirido em tais graduações, a pessoa que busca atuar profissionalmente na área financeira tende a ter entendimento prévio do que vai ser sua rotina de trabalho, além de uma capacidade analítica já estruturada.

Contudo, é necessário reforçar que a graduação é apenas um ponto das características que fazem com que o profissional da área seja competitivo no mercado.

Dessa forma, é necessário que quem atue no setor esteja sempre preparado para seguir aprendendo e se especializando.

E a melhor forma para alcançar esse caminho é através dos certificados voltados para o setor.

Certificações financeiras para trabalhar com investimentos

Como já citado, existem diversas profissões no mercado financeiro, das quais, podemos citar como exemplo:

  • Contador;
  • Assessor de investimentos;
  • Agente Autônomo de investimentos;
  • Gestor de investimentos;
  • Analista de valores mobiliários;
  • Diretor.

Ou seja, as possibilidades para seguir uma trajetória profissional na área são diversas.

Todavia, para exercer algumas tarefas é necessário que o profissional possua certificados.

Além disso, as especializações voltadas da área também auxiliam no fato do profissional se manter competitivo perante a concorrência profissional.

Não à toa, os certificados são tão buscados. Por isso, vale destacar alguns.

CEA

Concedido pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercado Financeiro e de Capitais (Anbima), o Certificado de Especialistas de Investimentos, ou CEA, não é obrigatório.

Contudo, tem enorme peso dentro do mercado, sendo uma dos certificados de maior relevância para o setor.

Voltado especialmente para assessores de investimentos, o CEA é muito útil aos profissionais que atuam no setor bancário.

Vale destacar que para conquistá-lo o profissional deve passar em um exame aplicado pela própria Anbima, no qual caem questões que envolvem a rotina de trabalho desse profissional.

AAI

Realizado pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários (Ancord), o certificado de Agente Autônomo de Investimentos (AAI) tem caráter obrigatório para quem busca atuar como AAI.

Sendo uma das profissões do mercado que mais cresceu nos últimos anos, esse certificado possibilita com que o profissional seja sócio das corretoras de investimentos.

Dessa forma, é possível exercer funções como:

  • Captar clientes;
  • Auxiliar e indicar investimentos;
  • Contribuir na construção da educação financeira por parte do cliente.

Além de várias outras tarefas.

Para conseguir esse certificado, é necessário realizar um exame produzido pela Ancord, no qual é cobrado o conhecimento que o candidato tem nas tarefas que são realizadas nesse campo.

CNPI

Outro exemplo de certificado voltado para o campo financeiro é o Certificado Nacional do Profissional de Investimentos (CNPI).

Concedido pela Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec), essa especialização tem o caráter de obrigatoriedade para quem busca atuar como Analista de Valores Mobiliários.

Assim, ele é encarado como um dos certificados mais importantes do mercado.

Assim como os outros citados, é possível conquistar o CNPI através de um exame criado pela Apimec.

Todavia, vale destacar que essas são apenas três exemplos de certificados existentes no mercado.

Portanto, que busca trabalhar com investimentos, fique atento às especializações e busque aprimorar seu currículo ao longo de sua jornada profissional. E lembre-se que as certificações financeiras se tornam de extrema importância para o mercado de trabalho.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas