Liquidez Seca: O que é e quais são suas vantagens?

Liquidez Seca: O que é e quais são suas vantagens?
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

A liquidez seca é uma opção de indicador para quem deseja analisar a fundo uma empresa antes de investir nela. Apesar de não ser um indicador muito conhecido, é muito útil nas análises de empresas. 

Já que a liquidez seca é a razão entre os ativos circulantes e os passivos circulantes, ela é muito utilizada para analisar a vida financeira de uma empresa e serve como uma métrica para entender se a empresa possui como honrar suas dívidas no curto prazo. 

O que é liquidez seca?

A liquidez seca é uma métrica empresarial usada para mensurar a capacidade de uma empresa de quitar suas obrigações financeiras a curto prazo. Sendo assim, apenas o capital com alta liquidez é considerado como fonte financeira nesse cálculo. 

Assim como a liquidez corrente, geral e imediata, a liquidez seca faz parte de um grupo chamado Indicadores de Liquidez.

Esse grupo, por sua vez, tem indicadores de dados que, a partir do balanço patrimonial de uma empresa, relaciona o aporte de ativos e passivos além do potencial de quitação de dívidas das instituições. 

Para os investidores, esse indicador financeiro é um instrumento importante para analisar a saúde financeira das empresas e, assim, analisar quais são bons investimentos e escolher os ativos de forma mais assertiva. 

Como calcular? 

O cálculo para obter o valor dessa liquidez de uma empresa é feito da mesma maneira da liquidez corrente. Sendo assim, a fórmula da liquidez seca é a seguinte:

Ativos circulantes (estoque) / Passivos circulantes = Liquidez seca

Os ativos circulantes são o conjunto de bens e direitos que uma empresa tem. Assim, é o valor positivo de uma empresa porque é o que lhe confere capital. O fato de ser circulante significa que esses ativos podem ser facilmente convertidos em dinheiro.

Um exemplo pode ser o caixa e o saldo em conta corrente, isso porque em pouco tempo a empresa pode tê-los como capital, então são ativos circulantes. 

Já o passivo representa as obrigações da empresa, ou seja, suas dívidas. Sendo assim, o passivo circulante corresponde aos compromissos que precisam ser honrados em até um ano, como por exemplo impostos e contas a pagar. 

Levando em conta essas informações, o cálculo básico obter esse resultado é a razão entre o ativo e o passivo da empresa em questão.  

Já pensou em atuar no mercado financeiro? Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique! 

Como interpretar o resultado? 

Liquidez Seca: O que é e quais são suas vantagens?

A interpretação da liquidez seca é através do grau de liquidez de uma empresa. Este, por sua vez, é atribuído ao resultado numérico do cálculo feito com a fórmula anterior. 

Se o resultado for maior que 1, a interpretação é que a empresa possui capital disponível suficiente para honrar seus compromissos e obrigações financeiras de curto prazo. 

Caso o resultado seja igual a 1, o capital disponível e as obrigações financeiras são equivalentes. 

Porém, se o grau de liquidez seca for menor que 1, isso significa que a empresa em questão não possui hoje o capital suficiente para arcar com as suas obrigações financeiras. 

Mas é importante ressaltar esse indicativo, sozinho, não representa certeza absoluta sobre a saúde financeira de uma empresa. 

Para uma análise da liquidez seca bem fundamentada, é preciso aliar aos demais indicativos de análise financeira para que a visão do financeiro da empresa seja mais real e que o investidor consiga ter parâmetros fiéis ao resultado para escolher o melhor ativo. 

Liquidez seca e outros tipos de liquidez 

O índice de liquidez conta com quatro variações, e cada um é calculado de uma forma e tem seus resultados analisados de formas diferentes. Os quatro tipos diferentes de liquidez são:

  • Corrente
  • Imediata
  • Seca
  • Geral 

A liquidez corrente está atrelada às condições de uma empresa honrar suas dívidas e obrigações financeiras em curto prazo. 

Já a liquidez imediata é quando o cálculo considera apenas o balanço patrimonial da empresa, usando os recursos disponíveis de forma imediata, como por exemplo caixa e saldos. Por isso é considerada um tipo de liquidez corrente mais conservadora. 

Na fórmula da liquidez imediata, os dados considerados são o patrimônio disponível e o passivo circulante (dívidas de curto prazo). Sendo assim, sua fórmula é: Liquidez Imediata = Disponível ÷ Passivo Circulante. 

O índice de liquidez seca, como já abordamos, é semelhante à lliquidez corrente. Isso porque a fórmula de ambas é semelhante, porém no cálculo da liquidez seca a soma dos ativos circulantes em estoque é uma informação excluída.

Isso acontece porque esse valor é considerado uma renda incerta, e não há garantir que os pagamentos serão realizados em curto prazo. Por isso, o objetivo da liquidez seca é avaliar se a empresa pode quitar as suas dívidas sem precisar vender o que tem no estoque.

Para o cálculo da liquidez seca, é utilizada a seguinte fórmula: Liquidez Seca = (Ativo Circulante – Estoques) ÷ Passivo Circulante. 

E por último, a liquidez geral que é o cálculo que representa a saúde financeira de uma empresa a longo prazo, por isso tem resultados bem diferentes da liquidez corrente. 

Justamente por isso, no seu cálculo é excluído tanto o ativo circulante (que é pago a longo prazo), quanto às obrigações de longo prazo no geral. Sendo assim, a fórmula da liquidez geral é a seguinte: Liquidez Geral = (Ativo Circulante + Ativo Não Circulante) ÷ (Passivo Circulante + Passivo Não Circulante). 

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Baixe agora nosso ebook gratuito para descobrir o que você precisa para conseguir uma oportunidade no Mercado Financeiro!

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO |
Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Vantagens e desvantagens da liquidez seca

A primeira vantagem de usar a liquidez seca na análise de uma empresa é que esse indicativo reflete a capacidade de determinada companhia de pagar suas dívidas no curto prazo. 

E justamente por isso é usada nas tomadas de decisão relacionadas à saúde financeira das empresas, além de não levar em conta o estoque (o que também é uma vantagem). 

Assim, a liquidez seca é considerada um indicativo mais realista, já que algumas empresas possuem um grande estoque e isso poderia facilmente interferir no resultado. 

E a última vantagem é que a fórmula é simples de ser usada e não exige dados muito concretos ou difíceis de encontrar nos registros empresariais. 

Mas, no campo das desvantagens, a liquidez seca entra na questão de que alguns dados utilizados na fórmula não são tão líquidos. Isso porque alguns componentes dos ativos circulantes no balanço patrimonial podem ter variações não previstas, o que afeta o resultado da liquidez seca. 

Uma outra desvantagem a se considerar é que esse indicativo não considera o estoque, sendo assim não é útil para as empresas que atuam com armazenamento de produtos em estoque. 

Mesmo assim, a liquidez seca é um ótimo indicativo para avaliação de empresas. Apesar de pouco utilizado, é muito importante na análise de ativos para investimentos.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas