NOPAT: saiba mais sobre o Net Operating Profit After Taxes

NOPAT: conheça este importante indicador financeiro
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Entender como funciona a administração financeira de um negócio é um passo importante para aqueles que atuam no mercado financeiro, seja na posição de profissional ou de investidor. E, entre os indicadores que fazem parte deste processo, os que são relacionados ao lucro do negócio merecem destaque, com atenção especial para o NOPAT.

Isso porque o NOPAT é um indicador utilizado para entender a capacidade lucrativa de uma empresa, não à toa este é um dos dados utilizados na construção de um análise fundamentalista.

O que é o NOPAT

NOPAT é a sigla para Net Operating Profit After Taxes, ou Lucro Operacional Líquido Após os Impostos, em português, é um indicador financeiro que aponta a capacidade de desempenho de um empreendimento, tendo como objetivo o lucro.

Ainda que por vezes seja preterido em análise por outros indicadores, como os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBTIDA), o NOPAT é de grande utilidade para investidores do mercado financeiro.

Afinal, através deste dado é possível analisar a lucratividade da empresa ao longo do tempo, permitindo um retrato mais exato sobre a situação financeira do negócio.

Além disso, o NOPAT é utilizado em situações de abatimento do Imposto de Renda para Pessoa Jurídica (IPJR) e Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Ou seja, é possível utilizar este indicador para deduzir quanto um investidor ou acionista teria direito do lucro líquido do negócio, caso a empresa não possuísse dívidas.

Assim, é possível perceber a importância deste método, o que faz com que o conhecimento acerca de sua fórmula seja relevante para quem atua na área, especialmente para uma gestão de carteira eficiente pensada no longo prazo.

Fórmula do NOPAT

A fórmula do NOPAT mais utilizada é a seguinte:

NOPAT = EBIT* (1-Impostos)

Sendo que nesta equação estão inclusas quatro variáveis, são elas:

  1. Custo;
  2. Amortização;
  3. Despesa operacional;
  4. Depreciação.

Ou seja, o EBIT representa a geração operacional de caixa de um negócio, de forma que não sejam descontados impostos e valores de despesas.

Quer trabalhar no mercado financeiro? Clique e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem busca os certificados da área.

Importância da utilização do NOPAT

 

Compreender a importância da utilização do lucro operacional líquido após os impostos em uma análise é tão importante quanto entender a fórmula do NOPAT.

Por vezes, a utilização do lucro operacional líquido após os impostos é mais interessante que indicadores como EBIT e EBITIDA.

Isto passa diretamente pelo fato de que o NOPAT desconta impostos, fator que ganha ainda mais peso em um país com a alta carga tributária como é a do Brasil.

Além disso, esta métrica também tem utilidade na composição de outros indicadores financeiros, como é o caso dos:

  • Fluxo de Caixa Livre para a Firma (FCFF);
  • Fluxo de Caixa Livre do Acionista (FCFE);
  • Retorno sobre o Capital Investido (ROIC).

Portanto, o cuidado na utilização do cálculo do NOPAT e o entendimento de sua importância são fatores essenciais antes do investidor ou profissional realizarem aplicações financeiras que consideram este indicador.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas