Portabilidade de Salário: saiba mais sobre este serviço

Portabilidade De Salário: Saiba Mais Sobre Este Serviço
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Diversas práticas tem por propósito auxiliar pessoas que desejam investir capital. Entre essas, o controle das finanças é um passo relevante para quem busca a independência financeira, nesse sentido a compreensão do funcionamento da portabilidade de salário é necessário.

Isso porque a portabilidade de salário é um modo para que o trabalhador escolha em qual conta prefere receber seus vencimentos, não necessitando abrir contas em bancos comerciais diferentes.

O que é portabilidade de salário

A portabilidade de salário é um serviço oferecido para as pessoas que possuam contas em instituições financeiras diferentes da parte empregadora, todavia não desejam abrir contas em um novo banco.

Ou seja, este pode ser um recurso utilizado para controle financeiro e comodidade no que envolve a remuneração mensal.

Portanto, entender como funciona a portabilidade é importante para quem busca ter maior controle das próprias finanças.

Funcionamento

No processo de contratação, é comum criada uma conta salário para o trabalhador. O intuito é que esta conta seja utilizada para o pagamento de:

  1. Salários;
  2. Pensões;
  3. Benefícios;
  4. Conexões.

Ou seja, o funcionário não terá que se envolver diretamente com o banco, pois a gestão da conta salário é responsabilidade do empregador.

Enquanto o empregador tem a vantagem da comodidade no momento de pagar os vencimentos aos seus funcionários, independendo de onde as contas dos funcionários está associada.

Como visto, a portabilidade de salário é um direito que o trabalhador possui de receber sua remuneração na conta que deseja no dia do vencimento, sem ter gastos ao longo do processo.

Vale ressaltar que a cobrança pela manutenção da portabilidade e da conta salário é ilegal desde o ano de 2006.

Assim, a única exigência é que a conta de destino deve ser do mesmo titular da conta salário, isso é, não é possível direcionar a remuneração para a conta de outra pessoa.

Ainda vale destacar que quando ocorre o fim do vínculo empregatício, a pessoa pode consultar e encerrar a conta salário.

Apresentado o funcionamento da portabilidade de salário, também é relevante indicar o que é necessário para se fazê-la.

Solicitando

Com a evolução das ferramentas digitais, realizar a portabilidade do salário se tornou uma tarefa mais prática, afinal a solicitação pode ser feita pelo aplicativo ou site da instituição financeira.

Todavia, para isso acontecer é necessário a apresentação de alguns documentos e informações de identificação do cliente. É comum que se peça:

  • Documentos oficiais com fotos;
  • Data de nascimento do cliente;
  • Nome completo da mão do cliente;
  • Cadas de Pessoa Física (CPF);
  • Comprovantes de residência.

Após a apresentação dessas informações, o pagamento de salário passará a ser transferido de forma automática, isso é, não há a necessidade de repetir o processo de cadastro.

O comum é que as instituições financeiras demorem até cinco dias úteis para concluir a portabilidade da conta salário.

Além disso, é comum que banco de origem demore até 12h para realizar a transferência.

A questão que envolve os beneficiários do Instituto Nacional de Seguro Sócio é um último ponto para se ficar atento em relação à portabilidade.

Afinal, os beneficiários do INSS não possuem direito à portabilidade de salário, pois não possuem conta salário.

Contudo, vale destacar que aposentados pelo INSS possuem o direito de trocar a conta em que recebem seu pagamento.

Para isto, basta fazer o pedido para a agência em que se deseja receber o valor.

Tem o sonho de trabalhar no mercado financeiro? Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem deseja as certificações da área. Confira!

Vantagens e desvantagens da portabilidade de salário

Portabilidade De Salário: Saiba Mais Sobre Este Serviço

Assim como acontece em grande parte dos produtos financeiros, é possível elencar uma série de vantagens e desvantagens da portabilidade de salário.

Dessa forma, o trabalhador deve se atentar a estes pontos antes de realizar a solicitação de portabilidade.

Vantagens

Inicialmente, vale destacar as vantagens da utilização da portabilidade de salário.

Como apontado anteriormente, talvez o ganho com a comodidade que o funcionário tem seja a maior vantagem da portabilidade de salário.

O que não é à toa, afinal, através desta ação ele conseguirá administrar seu salário por meio da instituição financeira que mais lhe agrada.

Tal fator tem influência em suas finanças pessoais, pois, a partir do momento que se tem maior controle sobe a própria renda, é possível estruturá-la da melhor forma.

Todavia, está é apenas um das vantagens que a portabilidade de salário possibilita ao trabalhador.

De modo que ainda é possível destacar outros fatores, como, por exemplo, a ausência de custos para mantê-la.

Também no sentido de custos, é possível realizar a transferência gratuita para este tipo de conta, isso é, outra questão em que o cliente não terá gastos.

Além disso, só existe a necessidade de solicitar a portabilidade uma vez, com o processo sendo automatizado a partir disto.

Outra vantagem está relacionada as transações, isso porque é possível realizar transações bancárias como PIX, TED e DOC.

Ou seja, o cliente terá acesso a uma ferramenta que agiliza suas atividades.

Por fim, o dono da conta também tem acesso a linhas de crédito, financiamentos, empréstimos.

Contudo, isso vai depender de questões como histórico financeiro e renda. Ainda assim, é interessante que o cliente vá atrás de opções que se adéquem ao seu perfil.

Desvantagens

Em relação às desvantagens da portabilidade de salário, é possível iniciar destacando a questão da conta salário e os problemas de operação.

Por vezes, o sistema bancário apresenta problemas, o que acarreta atraso ou, até mesmo, bloqueio da transação, gerando um problema ao cliente.

Além disso, estes problemas técnicos impossibilitam com que o cliente realize atividades com seu dinheiro, o que inclui a atividade de investir.

Ou seja, a portabilidade de salário pode causar alguns entraves que faz com que o cliente deseje buscar alternativas diferentes.

Contudo, é necessário reforçar que tal desvantagem é um problema técnico que tende a melhorar com o passar do tempo.

Assim, é natural imaginar que está desvantagem não seja fixa à portabilidade.

Ainda é relevante colocar na balança as vantagens e desvantagens desta atividade, dessa forma conseguindo concluir se está ação vai causar algum benefício direto.

De qualquer forma, a portabilidade de salário é mais uma alternativa que evoluiu ao longo do tempo buscando solucionar problemas no trato com finanças e causando um impacto, mesmo que indireto, na educação financeira das pessoas.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas