Risco e retorno: conheça este tipo de análise do mercado financeiro

Risco e retorno: conheça este tipo de análise do mercado financeiro
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Possuir investimentos no mercado financeiro não é uma tarefa simples, sendo que aliar expectativa com realidade é um passo importante. Todavia, nem sempre isso seguido. Assim, entender o risco e retorno de um investimento faz-se útil para quem busca obter sucesso no segmento.

Isso porque ao se avaliar o risco e retorno de um investimento, o investidor terá um horizonte mais claro acerca do que esperar daquela negociação. Não à toa, esta é uma prática utilizada, inclusive, por profissionais da área, como o analista financeiro.

Descubra como se tornar um profissional de sucesso no mercado financeiro. Faça os cursos do Certifiquei!

O que é risco e retorno

Assim como o próprio nome indica, risco e retorno é uma prática que aponta que quanto maior o risco existente em um investimento, maior será seu retorno.

Ou seja, seguindo esta lógica, investimentos com alto grau de risco tendem a gerar maiores retornos aos seus investidores.

Uma forma utilizada para defender esta tese é a comparação entre renda variável e renda fixa.

Na renda variável, os investidores têm a possibilidade de conquistar maiores ganhos, contudo estão mais expostos à volatilidade do mercado, consequentemente, o risco sob o investimento aumenta.

Enquanto na renda fixa, os riscos são menores, todavia os ganhos possíveis também são inferiores na comparação com a renda variável.

Portanto, saber como avaliar os riscos de um investimento é útil para quem deseja encontrar bons negócios.

Tipos de riscos

Como indicado anteriormente no texto, para ser mais eficiente no mercado, a gestão dos riscos financeiros pode ser um bom caminho.

Todavia, existem alguns riscos ao se investir no mercado financeiro. Nesse sentido, é possível destacar três. São eles:

  1. Mercado;
  2. Operacional;
  3. Liquidez.

No primeiro caso, o risco se apresenta com as possíveis perdas de valor que um ativo possui no mercado.

Enquanto, na parte operacional, o risco se encontra em problemas nas operações de uma empresa, que causam prejuízos.

Por fim, a liquidez, é referente a demanda do mercado, isso é, a falta de recursos financeiros para dar sequência às operações e expansão, ocasionando na desvalorização do investimento.

Cálculo

Ainda que não seja exato, o índice de Sharpe é o indicador utilizado no momento de avaliar o risco e retorno de investimento, pensando na administração financeira mais eficiente.

Para isso, é utilizado a seguinte fórmula:

  • RR = retorno do ativo – retorno do ativo livre de risco/ risco do ativo

Assim, quanto maior for o resultado desta equação, melhor será a relação entre o risco e retorno do investimento.

Portanto, o negócio terá um potencial maior e mais interessante para o investidor.

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Baixe agora nosso ebook gratuito para descobrir o que você precisa para conseguir uma oportunidade no Mercado Financeiro!

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO |
Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Avaliação do risco e retorno

Risco e retorno: conheça este tipo de análise do mercado financeiro

Por fim, é importante frisar que não existe uma regra básica de risco e retorno, isso porque diferentes perfis podem aceitar o risco de diferentes formas.

Dessa forma, compreender o perfil de investimentos da pessoa é um passo essencial no momento de se avaliar um negócio.

Nesse sentido, é possível separar os perfis das seguintes formas:

  • Conservador;
  • Moderado;
  • Agressivos.

Um investidor com perfil conservado tende a aceitar menos a exposição aos riscos do mercado, assim investimentos mais seguros, como renda fixa, são interessantes para este tipo de pessoa.

Enquanto, o investidor moderado, como o nome indica, consegue equilibrar investimentos com diferentes níveis de riscos.

Assim, é comum que invista tanto em renda fixa, quanto em renda variável.

Por fim, mas não menos importante, os investidores de perfil agressivo tendem a buscar retornos mais elevados, para isso concentram a maior parte de seu patrimônio em negócios de renda variável.

Ou seja, tão relevante quanto entender a relação entre risco e retorno, é compreender qual o perfil do investidor, sendo que o mesmo pode apresentar resistência ou não aos riscos do mercado financeiros.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas