Road show: como funciona o processo de divulgação de um IPO

road-show
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Para que uma empresa consiga lançar, comprar ou vender suas ações alguns eventos devem ocorrer. Assim, uma das primeiras etapas de divulgação é via road show.

Dessa forma, o road show é um evento que ocorre para o maior número possível de potenciais compradores. De modo geral, ele está dentro do processo da Oferta Pública Inicial, que na sigla em inglês é conhecido como IPO.

O que é road show?

O road show nada mais é do que a sequência de apresentações realizada por uma companhia que busca encontrar potenciais compradores para seus produtos e, no caso do mercado financeiro, para a compra da própria empresa.

As apresentações ministradas no evento normalmente são curtas e focadas na divulgação, por parte dos gestores das empresas, dos dados que representam os fundamentos da empresa e os motivos da abertura de capital.

30 dicas para tirar sua certificação

EBOOK GRATUITO | 30 dicas para você se preparar para a sua prova

Baixe o ebook gratuito e confira 30 dicas que te ajudarão a se planejar da melhor forma para os exames de certificação. 

30 dicas para tirar sua certificação

EBOOK GRATUITO | 30 dicas para você se preparar para a sua prova

Por que empresas financeiras aderiram ao road show?

Com vistas a personalizar a forma como são realizadas as apresentações de companhias que desejam abrir o capital na Bolsa de Valores, o evento ganhou força nos últimos anos.

Dessa maneira, por se tratar de uma cerimônia itinerante, isto é, a exposição dos motivos e dos materiais de divulgação ocorrem para várias pessoas e em vários lugares, o road show passou a fazer parte do processo de IPO das empresas.

O que é apresentado em um road show?

Apesar de ser curto, o evento busca evidenciar aos potenciais compradores todas as informações relevantes a tomada de decisão. 

Nesse contexto, dentre os materiais apresentados na cerimônia, tem-se: 

  • Lucro e desempenho
  • História da companhia
  • Crescimento de vendas
  • Meta de preços para a Oferta Pública Inicial 
  • Apresentação do organograma e das funções de cada um dos gestores
  • Oportunidades de investimento que estão no radar e tem como premissa para iniciar a captação de recursos no mercado financeiro

Após a realização da apresentação, o próximo passo é a confecção do prospecto final, o qual será disponibilizado a todos aqueles que demonstrarem interesse na aquisição do negócio.

Trabalhe no mercado que mais cresce e remunera no Brasil! Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique para atuar no mercado de capitais!

Vantagens de realizar um road show

Conseguir um contato próximo com o público-alvo é sem dúvidas a principal vantagem da realização desse tipo de evento, principalmente quando a intenção é demonstrar a credibilidade do negócio.

Soma-se a isso, o fato de que é uma oportunidade de firmar a marca em alguns territórios que ainda não foram explorados.

Dessa maneira, em resumo a utilização do road show permite:

  1. Atração de clientes em potencial;
  2. Consolidação da marca no mercado;
  3. Possibilidade de realizar negócios de forma fácil e assertiva.

Como funciona um road show?

 Por ser um evento que deve ter a cara da empresa, não existe uma predefinição para a realização da cerimônia.

Dessa forma, as apresentações podem ser realizadas tanto em formato presencial quanto remoto, o qual permite reduzir custos e alcançar um número superior de pessoas quando comparado ao evento presencial.

Nessa linha, por ser um evento com as características da empresa, existe a possibilidade de realizar apresentações menores, somente com os investidores potenciais, tornando o road show uma fermenta essencial para um IPO no mercado financeiro.

 

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas