Fundo Capital Protegido: saiba mais sobre este tipo de fundo

Fundo Capital Protegido: saiba mais sobre este tipo de fundo
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Para se obter rentabilidade no mercado financeiro, por vezes o investidor deve se expor ao risco, todavia, quando as escolhas não são bem executadas, os prejuízos podem ser consideráveis. Assim, conhecer produtos como o Fundo Capital Protegido pode ser interessante para quem busca mesclar rentabilidade e segurança.

Isso porque o Fundo Capital Protegido é um produto financeiro que possibilita rentabilidade aos seus cotistas, todavia também há um certo risco no processo, sendo que o equilíbrio entre as partes vai depender das competências do gestor de investimentos responsável pelo fundo.

Trabalhe no mercado financeiro! Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem deseja as certificações da área. Confira!

O que é o Fundo Capital Protegido

O Fundo Capital Protegido é um tipo de Fundo Multimercado cujo foco é obter rentabilidade com o desempenho de determinado ativo financeiro que mescle risco e retorno.

Para isto, é comum que este tipo de fundo realize investimentos em renda fixa e variável, sendo que, entre os produtos de renda variável, é possível destacar três exemplos. São eles:

  1. Ações;
  2. Índices de ações;
  3. Mercadorias.

Dessa forma, este produto financeiro se torna uma opção interessante para quem busca fundos de investimentos com maior rentabilidade.

Todavia, que também apresentem uma estratégia de proteção aos cotistas em momentos de baixa do mercado.

Portanto, este tipo de negócio se torna interessante para diferentes perfis de investidores, assim é importante compreender a composição do mesmo.

Composição

Visando proteger o capital dos cotistas, boa parte do patrimônio do Fundo Capital Protegido é alocado em Títulos Públicos, enquanto uma parcela menor é dedicada para Opções.

Dessa forma, o capital alocado em Opções representa a parte de risco do investimento, sendo que em momentos de baixa esta opção é zerada.

Assim, em momentos em que as Opções estão operando negativamente, o fundo zera sua posição.

Ou seja, o montante que está alocado em renda fixa servirá para ser a parte de capital protegida dos cotistas, pois este montante será igual ao capital inicial investido menos os custos do produto.

Portanto, este será capital inicial permitido garantido aos cotistas, isto é, a característica mais marcante do modelo de gestão deste tipo de fundo.

A melhor forma de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | A melhor maneira de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

Baixe o ebook gratuito e saiba como fazer sua transição de carreira para o Mercado Financeiro!

A melhor forma de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | A melhor maneira de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

Vantagens e desvantagens do Fundo Capital Protegido

Fundo Capital Protegido: saiba mais sobre este tipo de fundo

Assim como grande parte dos fundos de investimentos, existem vantagens e desvantagens no Fundo Capital Protegido.

Dessa forma, cabe ao investidor ponderar tais pontos e concluir se aquele produto se encaixa em seu perfil de investimentos.

Vantagens

Entre as vantagens de se investir neste tipo de produto, é possível destacar:

  • Operação financeira com melhor rentabilidade sem tanta exposição ao risco;
  • Possibilidade de investir em ativos de alto risco com auxílio de profissionais;
  • Investimento com prazo de validade menor na comparação com outros fundos (um ano a um ano e meio).

Desvantagens

Enquanto, entre as desvantagens deste tipo de negócio, é possível destacar:

  • Ainda que tenha proteção de capital, existe o risco de ter o dinheiro desvalorizado frente à inflação;
  • Este tipo de fundo possui limitações de ganhos aos cotistas, mesmo em períodos de alta;
  • Grande parte dos fundos deste tipo não possibilita o resgate antes do fim do contrato.

Portanto, o Fundo Capital Protegido possui algumas desvantagens que merecem destaque, ainda assim é uma alternativa interessante para o investidor conservador que deseja se expor aos riscos do mercado financeiro.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas