Índice de Preço ao Produtor Amplo: entenda sua importância

Índice de Preço ao Produtor Amplo: entenda sua importância
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Todo investidor de renda variável precisa entender, pelo menos basicamente, sobre os índices da inflação. O Índice de Preço ao Produtor Amplo é um deles.

Isso porque, através do Índice de Preço ao Produtor Amplo, o investidor consegue ter uma visão de aumento de preços e como isso pode afetar as instituições que ele investe. 

O que é Índice de Preço ao Produtor Amplo?

O Índice de Preço ao Produtor Amplo (IPA) é um tipo de índice de inflação que mensura preços de produtos agrícolas do atacado. Esse índice é realizado pelo IBRE, o Instituto Brasileiro de Economia. 

Outros índices de preços importantes levantados pelo mesmo órgão de economia é o IPC (Índice de Preço ao Consumidor) e o IGP (Índice de Preços Geral do Mercado). 

O IPA é dividido em três categorias que os diferenciam entre si, que são: 

  • IPA-10
  • IPA-M
  • IPA-DI

IPA-10: Nessa categoria de Índice de Preços ao Produtor Amplo, o cálculo é realizado entre os dias 11 do mês anterior ao cálculo e o dia 10 do mês de referência. 

Os cálculos mensuram a evolução dos preços dos produtos  industriais e agrícolas no setor de atacado e esse valor representa 60% do IGP-10 (Índice Geral de Preços – 10).

IPA-M: aqui, o cálculo é realizado entre os dias 21 do mês anterior e dia 20 do mês de referência e também calcula a evolução dos preços agrícolas e da indústria no setor atacadista.

Além disso, representa 60% do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado). 

IPA-DI: Esse é o Índice de Preços ao Produtor Amplo – Disponibilidade Interna. Ele calcula a evolução dos preços de produtos agrícolas e industriais no setor atacadista entre o primeiro e o último dia do mês de referência. 

Esse resultado representa 60% da composição do IGP-DI, que é o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna. 

Quer se tornar um profissional capacitado para atuar no mercado financeiro? Faça os cursos do Certifiquei e esteja preparado para atuar no mercado de maior crescimento de oportunidades! 

Qual o objetivo do IPA?

Índice de Preço ao Produtor Amplo: entenda sua importância

Assim como todo índice de inflação, o Índice de Preços ao Produtor Amplo tem como objetivos se dedicar a mensurar o comportamento de preços de um determinado setor ou categoria econômica e de consumo. 

As cotações são consideradas o espelho da oferta e demanda do mercado, e expressam evolução quando há uma queda ou aumento em algum lado da moeda e assim se relaciona com outras atividades econômicas. 

Por isso, todos os indicadores baseados nos preços são pontos fundamentais para entender a circulação de poder aquisitivo em determinada localidade. 

Diante da importância desse entendimento, muitas empresas contratam a IBRE para produzir índices financeiros específicos e de seus interesses. Mesmo com os relatórios distribuídos gratuitamente pela organização. 

Esses índices contratados têm objetivos específicos, mas nada muda a importância do IPA. Seu objetivo é claro em mensurar os bens de produção e os bens de capital. E no IPA os bens de consumo entram no cálculo quando estão sendo comercializados a título de venda. 

Isso porque o Índice de Preços ao Produtor Amplo mensura transações comerciais feitas entre empresas e não de empresas para o consumidor final. Justamente por isso avalia no setor atacadista. 

Bens de produção, capital e consumo 

Os bens de produção são os utilizados pelas empresas para a produção de outros produtos. Como, por exemplo, o leite que pode se transformar em queijo ou elementos como parafusos que juntos, dão vida ao carro. 

Já os bens de capital não se transformam nem são inseridos no produto, mas auxiliam na produção de elementos novos. Um exemplo é uma máquina usada em fábricas de alimentos ou bebidas. 

E os bens de consumo são os elementos destinados ao consumidor final. Como o queijo que foi feito com o leite, o carro, o arroz, a roupa entre outros inúmeros exemplos de produtos usados no cotidiano. 

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Baixe agora nosso ebook gratuito para descobrir o que você precisa para conseguir uma oportunidade no Mercado Financeiro!

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO |
Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Investimentos e o Índice de Preços ao Produtor Amplo 

Os índices de preços inflacionários são muito importantes no mundo dos investimentos. Isso porque os momentos de alta da inflação afetam diretamente as empresas e a população. 

Outros índices, além do IPA, que são importantes para levar em conta são:

  • IGP-M – Índice Geral de Preços do Mercado
  • INPC – Índice Nacional de Preço ao Consumidor
  • IPC-Fipe – Índice de Preços ao Consumidor (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas)
  • IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo 

A importância desses índices citados, incluindo o Índice de Preços ao Produtor Amplo, é que eles refletem diretamente como está a oferta e demanda do mercado em diferentes segmentos. 

Os especialistas em investimentos sempre utilizam de índices de inflação para cálculos e análises econômicas, e muitas vezes utilizam mais de um para ter um parâmetro mais completo do cenário econômico. 

Para entender a variação de preços, utilizar tanto os índices citados quanto o IPA é importante para entender a dinâmica de variação de preços, o que interfere diretamente nos investimentos. 

Como é calculado o Índice de Preços ao Produtor Amplo?

O cálculo do IPA é feito por uma pesquisa de preços do setor em questão que está sendo pesquisado. Assim, utilizam um peso para cada um e tiram uma média ponderada dos valores. Por isso, conseguem medir a inflação dos itens periodicamente. 

O resultado do Índice de Preços ao Produtor Amplo se dá em gráficos de série histórica. Ou seja, através desses resultados é possível avaliar a evolução da inflação dos itens listados no cenário econômico. 

Outros índices como o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) são muito importantes para avaliar o cenário econômico e o poder de compra da população. Por esse motivo, são muito usados em análises financeiras. 

Em especial o IPCA, que analisa os preços no varejo. A vista disso, a inflação avaliada por ele é a mais fiel em relação ao cenário geral do país. O histórico do IPA auxilia na análise de seus resultados. 

Mas o Índice de Preços ao Produtor Amplo tem sua importância dentro dos setores avaliados e é um índice inflacionário bastante considerado por economistas e profissionais da área financeira. 

 

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas