Leading Indicators: conheça mais sobre esta métrica

Leading Indicators: conheça mais sobre esta métrica
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Analisar e entender indicadores é um dos passos fundamentais na administração de um negócio, pois tal tarefa possibilita um entendimento maior sobre as finanças da empresa. Assim, conhecer os Leading Indicators é importante para quem busca atuar na área.

Isso porque os Leading Indicators podem ser utilizados para indicar tendências, assim se tornando possível encontrar alternativas para aumentar o lucro da empresa. Dessa forma, tal ferramenta é útil no momento de realizar a modelagem financeira de um negócio.


Tenha uma carreira de sucesso na bolsa de valores! Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem busca os certificados da área. Confira!

O que são os Leading Indicator

Os Leading Indicators, ou indicadores lead, são métricas utilizadas para nortear os próximos passos de um negócio, visando especialmente a evolução e o crescimento do lucro da empresa.

Dessa forma, é possível apontar que este é indicador que encontra as tendências de um negócio, fator relevante para o planejamento de um negócio.

Afinal, através deste tipo de métrica, é possível mapear fatores de suma importância na gestão de uma empresa, sendo que, nesse sentido, é possível destacar três pontos. São eles:

  1. Falhas e problemas técnicos que ocorreram no negócio;
  2. Áreas que necessitam de aprimoramento;
  3. Questões periféricas que necessitam de correções.

Assim, através destas informações, a gestão da empresa consegue estruturar soluções para estes problemas e elaborar planos que potencializam seu crescimento.

Portanto, os indicadores lead são ferramentas importantes para que um negócio consiga crescer e, ao longo do processo, corrigir falhas.

Não à toa, saber analisar este é indicador é um passo relevante para qualquer empresa que busca obter sucesso em suas atividades.

Análise dos indicadores lead

Como introduzido anteriormente, os Leading Indicators têm como principal objetivo encontrar tendências.

Dessa forma, os indicadores de tendências são utilizados pela gestão de um negócio para “prever” o futuro, isto é, a análise desta métrica tem por objetivo entender quais medidas tomadas podem surtir um efeito positivo.

Para utilizar tal indicador, há a necessidade de analisar diferentes fatores econômicos, sendo que estes têm potencial para impactar o negócio e o seu setor de atuação.

Por exemplo, determinado segmento apresentou alta no número de consumidores inadimplentes. Sendo assim, é possível encontrar uma tendência negativa, pois tal contexto impactará diretamente na economia daquele setor.

No caso os indicadores lead, estas tendências podem ser encontradas em diversos fatores, como, por exemplo:

  • Reconhecimento e posicionamento da marca no mercado;
  • Pipeline de novos produtos;
  • Potencial de crescimento com novos serviços;
  • Capacidade de diversificar o segmento de atuação;
  • Canais de vendas utilizados pela empresa.

Ou seja, todos estes fatores apontam perspectivas sobre o posicionamento da empresa no futuro.

Afinal, são considerados desde o posicionamento que a marca possui em seu setor de atuação, até os canais ligados diretamente aos clientes.

Fatores que contribuem para a captação e fidelização de consumidores, impactando diretamente no crescimento do negócio.

Não à toa, os indicadores de tendências servem para a empresa tomar ações, pois, caso tal atividade seja eficiente, a evolução da empresa se torna consequência.

Contudo, é importante destacar que a análise de tais fatores não é perfeita, isto é, estes indicadores tratam de projeções, que podem sofrer alterações ao longo do tempo.

Assim, estes indicadores são focados no que pode acontecer, sendo que este “futuro” não é garantido.

Por fim, vale destacar que o processo de identificação destes indicadores não é simples.

Além disso, são métricas que servem apenas para o próprio negócio, o que torna o processo de comparação, mensuração e definição ainda mais complexo.

Tipos de Leading Indicators

Leading Indicators: conheça mais sobre esta métrica

É possível entender os Leading Indicators como um modo de avaliar e definir o desempenho de um negócio, assim entender alguns indicadores de resultado é parte importante do processo.

Pois, através desta prática, é possível realizar a gestão de riscos financeiros que determinadas decisões podem acarretar para o negócio.

Nesse sentido, é possível destacar quatro dos indicadores que fazem parte desta métrica. No caso, são:

  1. Ativação;
  2. NPS;
  3. CSAT;
  4. USO.

Portanto, é útil entender separadamente o funcionamento de cada um destes indicadores e como eles interferem na gestão de um negócio.

Ativação

Inicialmente, a ativação é uma métrica que serve para aproximar a marca dos clientes.

Assim, a comunicação por trás desta técnica é fundamental, pois se parte do pressuposto que o anúncio serve para apresentar algo com que o cliente vai se identificar.

Além disso, vale destacar que, quando feita de forma eficiente, a ativação influência em diferentes fatores dentro de um negócio, incluindo seu Retorno Sobre o Investimento, o ROI.

Dessa forma, através da ativação é possível se ter uma noção sobre as projeções de crescimento e a capacidade do mesmo.

NPS

Enquanto, o NPS é uma métrica que avalia a capacidade que a marca tem para fazer seu produto se espalhar de forma orgânica.

Ou seja, este é o indicador que aponta a capacidade que tal produto tem de fazer os clientes indicarem ele para terceiros, isto é, o público consumidor fazer propaganda de determinada marca de forma espontânea.

Dentro do Leading Indicators, tal ferramenta pode ser utilizada para captação e retenção de consumidores, incluindo em períodos de crises.

Portanto, é natural que tal ferramenta seja relevante dentro de uma análise focada em projeções.

CSAT

Ainda voltado para relação entre empresa e consumidor, o CSAT é uma métrica que serve para medir a satisfação que o cliente tem com a empresa.

Dessa forma, dentro do Leading Indicators, este indicador serve para encontrar tendências, incluindo pontos para melhorar.

Além disso, este pode ser um indicador útil para comparar empresas do mesmo setor e como elas fidelizam seus clientes.

Portanto, o CSAT se torna uma ferramenta útil no momento de realizar a gestão de desempenho de um negócio, especialmente visando fidelizar e atrair novos consumidores.

Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro

EBOOK GRATUITO | Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro?

Baixe o ebook gratuito para conhecer as principais certificações do Mercado Financeiro e saber tudo sobre a profissão de Consultor Financeiro

Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro

EBOOK GRATUITO | Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro?

USO

Por fim, mas não menos relevante, há a métrica de uso de determinada marca e produto, sendo que esta pode ser voltada para diferentes fins.

No caso do indicador lead, este dado pode servir para apontar o quão seus produtos são importantes para o público consumidor.

Caso o serviço que presta tenha pouca concorrência, é possível ter uma projeção de crescimento rápido e elevado.

Enquanto, em situações de alta concorrência, a tendência é que a empresa tenha que ter iniciativas inovadores para se manter competitiva no mercado.

Portanto, ao utilizar tal métrica no Leading Indicators é possível implementar uma gestão de qualidade no negócio, especialmente visando aproveitar as tendências.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas