Lean Six Sigma: método que busca melhor desempenho de empresas

lean six sigma
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Em virtude de sua eficiência em melhorar o desempenho das empresas, o Lean Six Sigma está sendo cada vez mais usado. Você já ouviu falar dessa metodologia?

Se não, veja nesse artigo o que é Lean Six Sigma, como aplicar e quais os tipos de certificações que existem.

O que é Lean Six Sigma?

Lean Six Sigma é uma metodologia que busca melhorar o desempenho de uma empresa por eliminar desperdícios, reduzir etapas e processos desnecessários e reduzir a variação dos processos do negócio.

A saber, a metodologia Lean Six Sigma é a junção de dois sistemas: o Lean Manufacturing e o Six Sigma, como o próprio nome indica.

De forma resumida, o Lean Manufacturing tem como objetivo simplificar os processos de negócios, eliminando etapas que não são de valor agregado para o cliente. Assim, se torna mais fácil melhorar a qualidade dos serviços prestados, fidelizar clientes e aprimorar a gestão de recursos.

Por outro lado, o sistema Six Sigma é focado em entender as necessidades do cliente por melhorar os processos internos.

Para que isso aconteça, então, os projetos Six Sigma são baseados em uma estrutura de cinco fases. Essa estrutura é chamada DMAIC e compõe as seguintes ações:

  • Definir
  • Mensurar
  • Analisar
  • Melhorar
  • Controlar

Então, combinando os dois métodos, é possível melhorar a qualidade dos serviços prestados por uma empresa.

O grande diferencial dessa metodologia é a simplicidade. De fato, quanto mais for possível encurtar os processos, de forma a suprir a necessidade do cliente e gerar valor agregado, melhor será o desempenho do negócio.

Contudo, para tornar os processos fluidos, é preciso identificar e eliminar os “ruídos” na empresa. Por isso, para aplicar o Lean Six Sigma é necessário identificar a raiz de um problema, evitar novos contratempos e manter a organização.

Vejamos mais detalhes sobre a sua aplicação no próximo tópico.

Como aplicar a metodologia Lean Six Sigma?

Como vimos, essa metodologia tem três objetivos principais:

  1. eliminar desperdícios;
  2. eliminar processos desnecessários; e
  3. reduzir a variação de processos.

Assim, podemos dizer que a maior ferramenta do Lean Six Sigma é a estruturação do raciocínio.

Confira, em seguida, algumas técnicas que podem ajudar sua empresa a atingir esse objetivo!

Os 5 Porquês

O método dos “5 Porquês” tem como objetivo encontrar a causa dos problemas. Assim, ele pode ser usado durante a análise DMAIC, mais precisamente na etapa de Analisar.

De fato, aplicar essa técnica é bem simples: basta identificar uma complicação e perguntar por que ela aconteceu, repetindo a questão até encontrar a verdadeira raiz do problema.

Veja o exemplo:

Problema: produto entregue com atraso

  1. Por quê? O produto foi postado com atraso.
  2. Por quê? O prazo de produção não foi cumprido.
  3. Por quê? Os materiais necessários não estavam disponíveis.
  4. Por quê? O pedido de compra desses materiais foi feito com atraso.
  5. Por quê? O controle de estoque não identificou o aumento da demanda do material.

Raiz do problema: falha no controle de estoque.

Esses e outros aspectos de gestão podem ser abordados nos cursos do Certifiquei.

Quer iniciar sua certificação em Lean Six Sigma? Confira nosso curso White Belt gratuito para conhecer os principais conceitos dessa metodologia.

FMEA

Outra ferramenta do Lean Six Sigma, e também escopo do LSS Green Belt, é o FMEA, Failure Mode and Effect Analysis, (ou, em português, Análise de Modos de Falha e Efeitos).

Essa estratégia tem como objetivo prever falhas e preveni-las, impedindo que aconteçam ou reduzindo sua frequência ou severidade.

Em resumo, no FMEA, é aplicada uma escala padronizada para classificar a ocorrência da causa, a gravidade do efeito e a detecção da falha.

Kaizen

Com relação à eliminação de desperdícios, o uso da metodologia Kaizen pode ser um dos mais adequados, a depender de fatores como tempo disponível da equipe, cultura da empresa, tipo de problema etc.

Afinal, o objetivo da metodologia Kaizen é a melhora contínua. Essa técnica é aplicada em um ciclo de seis fases:

  1. identificar a oportunidade;
  2. analisar o processo;
  3. desenvolver a solução ideal;
  4. implementar a solução;
  5. estudar os resultados;
  6. padronizar a solução.

Sistema 5S

Por fim, outra ferramenta que pode ser utilizada no Lean Six Sigma é o sistema 5S, de origem japonesa.

Esse método é usado para organizar o ambiente, eliminando o desperdício causado pela má condição de trabalho e das ferramentas. Como resultado, o processo se torna mais eficiente e menos problemático.

Os 5S são:

  • Utilização (Seiri)
  • Organização (Seiton)
  • Limpeza (Seiso)
  • Padronização (Seiketsu)
  • Autodisciplina (Shitsuke)

Certificações em Lean Six Sigma

A metodologia Lean Six Sigma é bastante popular. Por isso, estão disponíveis diversos cursos, em vários níveis de experiência, ou faixas. Confira a seguir!

White Belt

A certificação White Belt, ou faixa branca, é um treinamento para quem precisa ter conhecimentos básicos na área. Em suma, essa é uma das certificações de Lean Six Sigma exigida para os auxiliares.

Yellow Belt

Por outro lado, o treinamento de Yellow Belt engloba os conceitos básicos, a linguagem Six Sigma e uma visão geral de DMAIC.

Os funcionários que têm experiência “faixa amarela” podem se designados para a etapa de coleta de dados para um projeto Green ou Black Belt, que veremos a seguir.

Green Belt

Em seguida, o próximo nível de experiência em Lean Six Sigma é o Green Belt.

Esse profissional tem conhecimentos e habilidades aprofundadas em Lean Manufacturing e DMAIC. Ademais, o treinamento também abrange a solução de problemas da equipe por meio da análises estatísticas básicas.

Assim, com a supervisão do Black Belt, esse profissional pode liderar ou trabalhar na equipe de projetos.

Black Belt

Por fim, a certificação em Lean Six Sigma mais avançada é a Black Belt.

Nesse treinamento, o profissional adquire conhecimentos especializados em liderança e gerência de projetos e equipes, experimentos e análise de estatísticas.

Decerto, esse treinamento torna o profissional capaz de liderar qualquer equipe de projetos Lean Six Sigma em uma empresa, além de ser capacitado para ensinar outros.

Champion

Embora o Champion não seja uma certificação, o seu papel dentro de uma grande empresa é muito importante.

Esse profissional, que geralmente ocupa um alto cargo na organização, trabalha com o Black Belt para garantir o sucesso do projeto.

Nesse ínterim, não é exigido que o Champion tenha conhecimentos avançados da metodologia, apenas que entenda a amplitude do projeto e ajude a eliminar barreiras para sua execução.

Considerações finais

De fato, o Lean Six Sigma está diretamente ligado à organização e prevenção de contratempos. Por isso, quando é aplicado de forma eficaz, tanto a empresa como os seus clientes são beneficiados. Vale a pena saber mais sobre o assunto!

Diego Souza
Diego Souza
Diego Souza é Engenheiro de Produção, especialista em Gestão de Processos. Atua em indústrias na área de Excelência Operacional há 7 anos, com experiência em treinamentos e orientações de líderes de projetos com foco em resultados tangíveis. Tem formação como Lean Six Sigma Black Belt e utiliza ferramentas quantitativas e qualitativas de forma prática no dia a dia para suportar a tomada de decisão. No Certifiquei, tem como missão difundir os métodos de solução de problemas para contribuir com a formação profissional dos alunos, auxiliando-os alcançar um novo nível em suas carreiras.

relacionadas