Liquidez diária: saiba com se beneficiar dela ao investir

liquidez-diaria
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Principalmente quando o assunto é investir em ativos de renda fixa, tanto para escolher a taxa quanto para saber quando será o resgate, o primeiro detalhe que o investidor deve se atentar é se existe ou não liquidez diária.

Assim, para quem está no início dos investimentos, a montagem da reserva de emergência parte do pressuposto que o dinheiro estará alocado em ativos com remuneração e liquidez diária, o que facilita o resgate para momentos difíceis.

O que é liquidez diária?

A liquidez diária está relacionada a facilidade de se resgatar uma aplicação financeira, transformado seus ativos em dinheiro com facilidade, dentro de no máximo 24 horas.

Por essa característica, ativos que possuem esse tipo de liquidez, que consequentemente são investimentos de curto prazo, se configuram como a alternativa mais eficaz para a alocação da famosa reserva de emergência.

Assim, ela é primordial em um portfólio de investimentos, uma vez que a qualquer momento o investidor pode solicitar o resgate.

Por que a liquidez é importante?

É notório que uma das maiores dúvidas e dificuldades dos investidores que estão iniciando suas aplicações, é saber o motivo que faz com que essa métrica seja uma componente importante em seu portfólio de investimentos.

Nesse contexto, principalmente quando se fala em ativos de renda fixa, existem modalidades em que o recurso fica preso, seja por 90 dias, no caso de LCA e LCI, seja por mais tempo, a depender da negociação com a instituição financeira.

Assim, possuir investimento de liquidez diária é essencial, uma vez que emergências podem surgir, dentre elas:

  • Peças para carro
  • Problemas de saúde
  • Reformas
  • Desemprego

Portanto, ao se deparar com essas situações, ao alocar parte de sua carteira em ativos de resgate rápido o investidor possui maior controle sobre suas finanças e consegue cobrir possíveis problemas.

Trabalhe no mercado que mais cresce e remunera no Brasil! Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique para atuar no mercado de capitais!

Investimentos com liquidez diária

Agora que o conceito de liquidez diária está mais claro, chegou a hora de saber quais os investimentos disponíveis no mercado que apresentam essa característica.

Dentre as opções comercializadas pelas instituições financeiras estão:

  1. Tesouro Selic
  2. CDBs e RDCs (ativos de cooperativas)
  3. Fundos de renda fixa (normalmente Fundos DI)
  4. Poupança
Ebook Trilha de estudos Ancord

EBOOK GRATUITO | Trilha de estudos Ancord

Baixe o ebook gratuito para saber o que e como estudar para a prova de certificação Ancord

Ebook Trilha de estudos Ancord

EBOOK GRATUITO | Trilha de estudos Ancord

Qual a relação entre liquidez e rentabilidade?

Apesar de ser mais comum realizar a relação entre risco e retorno, a relação liquidez e rentabilidade é uma alternativa a essa análise, pois liquidez e risco tendem a andar juntos.

Dessa maneira, é comum se deparar com ativos com baixa ou quase nenhuma liquidez com altos rendimentos, assim como é comum ver investimento de liquidez diária com remuneração baixa.

O contexto por trás da rentabilidade financeira menor para os ativos com liquidez diária está relacionado a utilização desse dinheiro por parte das instituições financeiras.

Ao captar recursos, elas ofertam para aqueles agentes deficitários, os quais pagam uma taxa de juros. Entretanto, quando a captação é via liquidez diária, o montante a ser emprestado é menor, pois o valor pode ser solicitado a qualquer momento.

Dessa forma, o custo desse capital, o qual não irá trazer grandes rentabilidades deve ser menor, o que implica em remuneração abaixo daquelas praticadas em ativos que não apresentam liquidez diária.

 

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas