Margem operacional: conheça a importância deste indicador

Margem operacional: conheça a importância deste indicador
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Compreender os indicadores operacionais de um negócio pode ser um diferencial no momento de se realizar um investimento. Assim, conhecer o funcionamento destas técnicas é útil para quem atua no mercado financeiro. E, entre as opções, vale-se o destaque para a margem operacional.

O que não é à toa, afinal a margem operacional de uma empresa é um indicador relevante sobre a capacidade de uma empresa. Dessa forma, é um método relevante para achar bons negócios e, frequentemente, é utilizada inclusive pelo investidor profissional.

Já pensou em trabalhar no mercado financeiro? Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique para atuar no mercado de capitais!

O que é a margem operacional

A margem operacional, ou MO, é um indicador financeiro que mede qual a capacidade da empresa em gerar lucro operacional a partir de cada R$1 obtido em vendas líquidas.

Portanto, esta é uma forma que auxilia o investidor a entender três pontos em especial. São eles:

  1. Capacidade de gerar lucro da empresa;
  2. Modo em que a empresa administra suas finanças;
  3. Risco de se investir naquele negócio.

Dessa forma, entender como se chega ao valor deste indicador operacional é útil para o investidor que deseja utilizar este método em suas análises.

Cálculo

Para se chegar à margem operacional de um negócio, é utilizado a seguinte fórmula:

  • MO = Lucro Operacional/Receita Líquida

Sendo que:

  • MO = Margem operacional;
  • Lucro Operacional = Receita líquida da empresa menos os custos do negócio, exceto os financeiros;
  • Receita Líquida = Valor que a companhia vendeu ao longo do período analisado.

Ainda vale que entre as despesas contabilizadas no lucro operacional, é possível destacar gastos como:

  • Despesas com vendas e distribuição;
  • Custos com produtos vendidos e outros gastos;
  • Gastos operacionais;
  • Gastos gerais.

Outro ponto a se ter atenção em relação ao lucro operacional é que o mesmo não reflete necessariamente os gastos recorrentes.

Assim, é necessário fazer os ajustes necessários para se ter um resultado mais próximo da realidade, ainda mais quando esta métrica faz parte da construção da análise fundamentalista.

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Baixe agora nosso ebook gratuito para descobrir o que você precisa para conseguir uma oportunidade no Mercado Financeiro!

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO |
Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Interpretando o resultado

Inicialmente, vale ressaltar que não há um resultado padrão para este tipo de indicador, isto é, este valor pode apresentar um cenário diferente de acordo com o setor e o porte da empresa.

Assim, a eficiência da interpretação da margem operacional depende de outros fatores, como, por exemplo, a margem média do setor no qual a empresa analisada está inserida.

Tal prática faz com que a análise seja mais completa e, consequentemente, mais próxima da realidade.

Importância da margem operacional

Margem operacional: conheça a importância deste indicador

Como visto até aqui, a análise da margem operacional é uma importante prática para investidores e empreendedores.

Isso porque esse método consegue identificar a capacidade da empresa em realizar suas atividades, mostrando como cada insumo afeta no lucro operacional do negócio.

Além disso, este é um indicador útil no momento de se comparar a eficiência de empresas que atuam no mesmo segmento.

Ou seja, é uma boa forma de se encontrar bons negócios do mercado, além de evitar riscos por se optar por um mau investimento.

Contudo, é importante reforçar que, por se tratar de um indicador fundamentalista, é importante aliar este dado financeiro com outros que fazem parte da análise fundamentalista.

Assim, a margem operacional ganha mais força dentro de uma análise financeira, não à toa este é um dado tão utilizado por quem trabalha no mercado financeiro.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas