Market share: saiba mais sobre este indicador de mercado

Market share: saiba mais sobre este indicador de mercado
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Um dos fatores que mais atrai investidores é relacionado ao papel que uma empresa possui dentro de seu segmento mercado. Assim, é natural que diversos negócios busquem ter destaque em seu mercado de atuação, sendo que o market share é um dos indicadores que aponta isto.

Não à toa, afinal o market share é uma ferramenta de grande valia no momento de se entender a realidade de uma empresa perante seu setor, pois, este é um dos indicadores relacionado à administração financeira do negócio.

O que é market share

O market share nada mais é do que o indicador que representa em porcentagem a participação de vendas que determinada empresa possui em seu segmento de atuação, isso é, este é um dado que indica a fatia de mercado que aquele negócio possui.

Assim, entender está métrica é relevante para quem atua no setor financeiro, pois será um indicativo do potencial daquele empreendimento.

Afinal, é um dado que indica a capacidade competitiva de uma empresa em seu segmento de atuação.

Portanto, compreender como calcular o market share pode ser um diferencial no momento de se escolher um ativo com boas possibilidades de retorno.

Como a certificação CNPI pode te ajudar a investir melhor

EBOOK GRATUITO | Como a certificação CNPI pode te ajudar a investir melhor?

Baixe o ebook gratuito para conhecer tudo sobre o CNPI e saber como esta certificação pode te ajudar a investir melhor!

Como a certificação CNPI pode te ajudar a investir melhor

EBOOK GRATUITO | A melhor maneira de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

Fórmula

Para se chegar ao market share de uma empresa, é possível se fazer o cálculo por três óticas. São elas:

  1. Público-alvo;
  2. Valor de mercado;
  3. Faturamento.

Público-alvo

Para se chegar à fatia de mercado que a empresa possui através do público alvo, é necessário realizar a seguinte equação:

  • MS = Clientes da empresa/Potenciais clientes em sua área de atuação

Assim, para se chegar a este resultado, é importante aliar dados que a empresa possui relacionados aos seus clientes com estatísticas e estudos demográficos dos locais onde ela atua.

Por exemplo, imagine a situação em que uma empresa possui seu foco de atuação voltado para homens de 20 a 25 anos de idade.

Nesta faixa, este negócio possui 5 mil clientes cadastrados. Enquanto, na região em que o grupo atua, existem 20 mil pessoas que se encaixam neste perfil.

Assim, ao aplicar a equação, temos que:

  • MS = 5.000/20.000

Portanto, o market share desta empresa na região em que atua é de 25%.

Valor de mercado

Como o próprio nome indica, neste tipo de cálculo é considerado o valor de mercado que a empresa possui em comparação com suas concorrentes. Para isto, a equação utilizada é a seguinte:

  •  MS = Valor de mercado da empresa/ valor de mercado das empresas líderes do setor

Vale ressaltar que, caso a empresa esteja entre as maiores, ela também fara parte da equação.

Por exemplo, sem empreendimento é avaliado em 10 milhões. Neste mesmo setor você tem três concorrentes diretas cujo valor de mercado de cada é igual a 5 milhões.

Assim, ao aplicar a equação, se chega ao seguinte cenário:

  • MS = 10/ (10+5+5+5)

Portanto, a quota de mercado da empresa analisada é igual a 40% do setor.

Faturamento

Com um conceito semelhante aos dois cálculos anteriores, neste caso é utilizado a comparação do faturamento da empresa analisada em relação aos principais negócios do segmento.

Dessa forma, a equação utilizada é a seguinte:

  • MS = receita da empresa/receita das empresas líderes do setor

Ou seja, aqui são utilizados dados referentes as receitas dos negócios para se entender a quota do mercado que determinada empresa possui no setor.

Todavia, é necessário se fazer um adendo, pois está nem sempre é uma informação disponível.

Portanto, quem estiver analisando deve buscar alternativas como, por exemplo, estimar ou realizar um estudo sobre os negócios que não possuem está informação detalhada.

Além disso, vale ressaltar que ainda há como chegar ao market share de uma empresa através da análise de penetração da marca.

Contudo, este modo é subjetivo ao ponto de não se ter uma equação específica, pois os dados não seriam exatos.


Busca ter sucesso no mercado financeiro? Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem busca os certificados da área. Confira!

Formas de desenvolver o market share

Market share: saiba mais sobre este indicador de mercado

Como visto até aqui, os indicadores de market share são informações relevantes para os investidores, principalmente no momento de se tomar decisões sobre quais ativos financeiros se investir.

Assim, é natural que as empresas de grande porte busquem formas de aumentar sua quota de mercado.

Afinal, este dado pode ser o diferencial no momento da empresa conseguir novos investidores e aumentar suas possibilidades.

Dessa forma, a gestão da empresa deve ficar atenta a formas de investimentos que auxiliam o seu crescimento no setor de forma saudável. Nesse sentido, é possível destacar:

  • Marketing;
  • Inovação;
  • Preços.

 Marketing

Nos últimos anos, a área de marketing, em especial o digital, tem ganhado maior protagonismo no setor empresarial.

O que não é à toa, afinal por vezes a empresa pode ter um bom produto, todavia se não tiver uma boa estratégia para comercializá-lo, não alcançará seu potencial de vendas.

Assim, o setor de marketing das empresas ganho um papel de destaque no momento de posicionar a marca e atrair novos clientes.

Ou seja, uma boa estratégia de marketing é um diferencial no momento de aumentar o market share da empresa no mercado.

Além disso, vale destacar que o investimento inicial em estratégias de publicidade não são tão elevados, ainda assim podem trazer retornos em um curto espaço de tempo.

Inovação

Outra forma que as empresas usam para conseguir uma porção de mercado maior é através do investimento em inovações.

Assim, uma empresa que consegue lançar produtos e serviços inovadores no mercado, tende a ter vantagem sobre a concorrência.

Além disso, vale reforçar que a inovação não é exclusiva de empresas de tecnologia.

Ou seja, é possível que a empresa adote políticas de gestão inovadores, algo que influenciaria positivamente em toda cadeia produtiva do negócio.

Isto também passa no modo com qual o empreendimento lida com seus clientes, podendo fidelizar seu público consumidor e atrair uma nova clientela.

Preços

Por fim, mas não menos importante, é a ideia de aplicar uma política de preços competitivos.

Dessa forma, o negócio consegue ganhar vantagem perante aos seus concorrentes, pois consegue atrai-los por conta dos valores.

Contudo, vale destacar que está não é uma forma de fidelizar novos clientes. Portanto, é necessário que seja uma prática implementada em conjunto com as outras anteriores.

Ainda assim, é um exemplo no momento de se compreender o impacto que políticas voltadas ao crescimento do market share possuem em empresas e a importância deste indicador. Não à toa, a quota de mercado que uma empresa interfere em outros dados, como equity value de um negócio.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas