Novo mindset digital: LGPD acelera transformação nas empresas

Mindset Digital
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

A partir das mudanças provocadas pela transformação digital, o conceito de mindset digital adquiriu enorme importância para as empresas. De fato, o termo ainda gera algumas dúvidas, sobretudo em profissionais de Recursos Humanos.

Uma vez que a tecnologia já integra todos os processos empresariais e, até mesmo, pessoais, ela demanda uma espécie de “pano de fundo”. Porquanto, o mindset digital cumpre esse papel, norteando a realidade vigente.

O que é mindset digital?

Mindset digital é a forma pela qual aprendemos a lidar, conforme mencionado, com as transformações digitais. Não apenas isso, mas também guia a nossa atuação diante da enorme quantidade de mudanças e informações.

Em princípio, a resposta para “o que é mindset digital?” passa por uma reconfiguração na mentalidade dos indivíduos para se adequarem às novas demandas de trabalho.

Primordialmente, sua aplicação requer uma alteração profunda, sem a qual é inviável a implementação do mindset digital nas empresas, conduzindo os relacionamentos que cada organização estabelece.

Eventualmente, podemos utilizar a tradução livre de “mente configurada” para compreendermos o significado de mindset digital.

Bem como a PNL (Programação Neurolinguística), a psicologia cognitiva entende “mindset” como um conjunto articulado de crenças que regem outros pensamentos.

Por outro lado, engloba, ainda, a interpretação de situações e estímulos externos. Com toda a certeza, isso gera efeitos biológicos e físicos, impactando em nosso bem-estar e saúde.

Conforme o contexto imposto pela transformação digital, o mindset que propicia qualidade de vida e crescimento aos colaboradores de uma organização é aquele que:

  • entende as tecnologias a serem empregadas;
  • percebe os seus impactos em sua área de trabalho;
  • lida eficientemente com a velocidade das mudanças no mercado e nos relacionamentos empresariais.

Qual a importância do mindset digital para as empresas?

A fim de melhorar a produtividade, o mindset digital faz com que os colaboradores se tornem mais ágeis e possuam maior capacidade de reação às mudanças que, no atual momento, ocorrem em alta velocidade.

Ao passo que esse fator seja decisivo para conseguir efetuar a adaptação de negócios e projetos aos acontecimentos de modo antecipado, a nova mentalidade é ainda mais relevante para os líderes empresariais.

Depois que ocupam cargos estratégicos, os profissionais desempenham o papel de inspirar os demais. Já que, ao desenvolverem uma visão de futuro articulada às mudanças tecnológicas, é possível criar, naturalmente, um sentimento coletivo de segurança.

Sem dúvida, caso os resultados continuem crescendo, a empresa em questão se tornará referência para outras, principalmente em assuntos que envolvem a transformação digital.

Em seguida, todos podem notar que esse é um claro indicativo da correção dos processos de tomadas de decisão. Para que os profissionais sejam capazes de fazer análises constantes de cenário e busquem modelos inovadores de negócios, o mindset digital é indispensável.

Com o intuito de estimular a criatividade, as rotinas de trabalho devem ser alteradas para que as práticas que estimulam ações inovadoras se tornem mais fáceis.

A saber, organizações com mindset digital são as que buscam soluções que, de fato, estejam de acordo com as visões de seus clientes.

Se acaso os seus colaboradores se preocupam em compreender como a tecnologia é capaz de solucionar os problemas de seus clientes atuais e potenciais, então, o mais provável é que o seu negócio esteja no caminho certo.

Não tenha medo das mudanças

Ao lado do receio de mudanças, residem as dificuldades comunicativas entre líderes, gestores, colaboradores e especialistas em tecnologia.

Por exemplo, as soluções tecnológicas se mostram rapidamente mutáveis, caracterizando uma complicação para os leigos no assunto.

Ao mesmo tempo, é imprescindível indicar a obrigatoriedade de que ocorrem facilitações nas comunicações entre as partes que, de uma forma ou de outra, estão envolvidas no processo.

É provável que alinhar os conhecimentos técnicos dos especialistas com as capacidades dos líderes em mover e gerenciar os recursos, seja a melhor alternativa para preparar o terreno à implantação dessa nova mentalidade.

Você deve trazer, sempre que possível, líderes e especialistas em tecnologias para as reuniões de gestão. Medidas dessa natureza podem criar brechas importantes para que problemas sejam solucionados e boas ideias sejam discutidas.
Portanto, não importa qual o tipo específico de transformação que ocorrerá em sua empresa: ela nunca se completará de modo imediato.

Promover o mindset digital é algo que deve ser feito com cautela, especialmente quando se fala em programas de conformidade com a LGPD.

Quer se tornar um especialista em LGPD certificado pela EXIN? Acesse a página de cursos do Certifiquei e confira nosso curso Privacy & Data Protection – Essentials! 

A LGPD e a aceleração do mindset digital

É crucial entender que a aplicação dos parâmetros para compreender o que significa ter um mindset digital pode ser custosa, afinal, abrange aspectos mais amplos, como é o caso da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

Sem dúvida, com o surgimento da LGPD, as empresas se viram diante de uma necessidade unânime de se adaptar a esse novo mindset.

Em outras palavras, a LGPD impactou diversos segmentos e promoveu a inadiável aceleração do processo de digitalização de seus modelos de negócio.

Seja como for, é importante ressaltar que não basta automatizar e acelerar a qualquer custo os serviços oferecidos. A verdadeira transformação digital, como vimos, envolve um processo mais complexo, atravessando a própria cultura organizacional.

Para adotar o mindset digital em conformidade com a LGPD, a empresa precisa fazer mudanças tecnológicas e comportamentais. É o momento de construir novos valores com base em uma performance digital acelerada, mas sem deixar de lado a essência do negócio.

Diante de tantas mudanças, muitas empresas podem encontrar dificuldades para alinhar a transformação digital às exigências da LGPD. Alguns pontos podem ajudar. Eles estão detalhados em seguida.

Os cuidados com os dados pessoais

Menos é mais. Os dados pessoais dos clientes devem ser mantidos em sigilo. Além disso, o cliente sempre deve consentir a utilização de seus dados. Ele também precisa ter acesso caso queira modificar ou excluir alguma informação.

Nesse novo cenário, é também essencial apostar em tecnologias e políticas de privacidade que assegurem os dados armazenados pela empresa.

A conscientização do cliente

Trabalhar com a transformação digital também tem a ver com a conscientização dos clientes, ou seja, a empresa precisa sempre ser transparente em relação ao uso que fará de seus dados pessoais.

Nesse novo mindset digital, não há mais espaço para a prática de spam ou publicidade não autorizada, por exemplo.

Uma nova visão, uma nova mentalidade

Como pudemos observar, a transformação digital atrelada ao cumprimento da LGPD faz com que as empresas enxerguem os dados pessoais a partir de um novo ângulo.

A adoção da digitalização e do mindset digital, se feita com cautela, não somente poderá diminuir os riscos legais, como também corresponderá a uma excelente vantagem competitiva.

Carla Batistella
Carla Batistella
Carla Batistella é formada em Redes de computadores e MBA em gestão de projetos pela FGV, atua há 18 anos com tecnologia da informação, sendo os últimos cinco anos com projetos de compliance de segurança da informação. Estuda Privacidade e Proteção de Dados há algum tempo e é DPO EXIN. Atua em diversos projetos, auxiliando os clientes nas adequações de empresas e seus processos e negócios à LGPD.

relacionadas