Perda financeira: quais as principais causas e como evitar?

Perda financeira: quais as principais causas e como evitar?
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

A perda financeira pode acometer muitas pessoas ao longo da vida, isso porque imprevistos acontecem e nem sempre todos estão preparados para lidar com eles. 

Porém, a perda financeira pode ter um impacto menor para quem tem uma vida financeira organizada e, especialmente, uma reserva de emergência que pode ser usada nesses momentos de imprevistos inesperados. 

O que é perda financeira?

A perda financeira é um fato um imprevisto que causa prejuízo a uma determinada pessoa ou empresa. Em casos pessoais, pode ser derivada de um carro quebrado com um concerto alto, alguma doença na família ou por problemas operacionais em empresas. 

No caso dos investidores de renda variável, a perda financeira também pode acontecer, já que os ativos podem desvalorizar. 

Já pensou em ser um profissional do mercado financeiro? Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique! 

Quais as principais causas?

Perda financeira: quais as principais causas e como evitar?

As causas da perda de receita financeira podem ter diversas variações, assim como pode afetar finanças pessoais, empresas e investimentos. Por isso, é importante conhecer as principais causas para evitar que essa perda aconteça. Conheça algumas a seguir:

Questões operacionais

No caso da perda financeira no ambiente empresarial, os problemas operacionais entram na lista dos fatores de risco para essa perda acontecer. A falta de manutenção e/ou rotina de prevenção no maquinário ou outras ferramentas de trabalho aceleram o processo de perda

Se pensarmos no maquinário como exemplo, é necessário passar por uma verificação rotineira como forma de prevenir gastos maiores.

Assim como os softwares que precisam de atualização frequente para acompanhar a velocidade da tecnologia e seus avanços. Se os programas estão desalinhados, a empresa pode perder competitividade.

Esses são pontos que podem deixar as finanças de uma empresa vulnerável. Assim como o despreparo dos funcionários e colaboradores diante da questão operacional. 

Má gestão do caixa 

A gestão de um negócio não é uma tarefa simples e nem fácil. Isso porque é necessário saber direcionar parte do capital que entra para investir no próprio negócio e ainda lidar com o bem estar de parte dos responsáveis pelo lucro: os colaboradores. 

E entre todos esses processos está a gestão do fluxo de caixa da empresa. Se estiver irregular, ela corre risco de perder o poder de liquidez e isso pode significar que tanto o pagamento dos funcionários quanto dos fornecedores estará comprometido.

E, por isso, a má gestão do caixa é uma razão para uma possível situação de perda financeira. E se isso ocorrer, é preciso mudar a forma como gerir os ganhos e gastos da empresa.

Financiamentos bancários 

Há alguns índices que mensuram a capacidade financeira de uma empresa honrar seus compromissos com os credores. No caso dos empréstimos bancários, o valor só é liberado após uma análise completa do solicitante para evitar inadimplências. 

Sendo assim, quanto maior o risco de crédito ostentado pela instituição, maior o risco de taxas de juros altas no cálculo do empréstimo. Dessa maneira, é importante avaliar os juros de qualquer financiamento, para saber se é a melhor opção. 

E, justamente pela falta de análise ou por fazer empréstimos com altas taxas de juros é que os financiamentos também são uma razão para perda financeira. 

Mudanças no mercado financeiro

As mudanças e oscilações na economia e, consequentemente, no mercado, afetam muito as finanças de toda e qualquer empresa.

Isso porque os preços de venda podem se tornar inacessíveis para o consumidor e, caso ele não compre, o negócio não é feito. Assim, todo gestor de empresas precisa monitorar o mercado e perceber as tendências de preço e consumo para não ter perda financeira nesse ponto. 

Como analisar a perda financeira?

O primeiro passo para analisar a perda financeira é reconhecer que ela aconteceu e já começar a analisar pensando em medidas protetivas para que isso não ocorra novamente. 

A superação da perda financeira de qualquer quantia é feita com planejamento financeiro, foco no futuro e na meta estabelecida. Dessa forma, é preciso começar a estabelecer um prazo para conseguir realizar a recuperação do prejuízo. 

E, acima de tudo, é preciso manter “a cabeça no lugar” diante de uma perda assim e não deixar o fator psicológico te abalar. Com organização financeira, foco e corte de gastos necessários, é possível sair dessa situação. 

Em casos de doença ou imprevistos pessoais, por exemplo, é possível lançar os gastos no imposto de renda fazendo a declaração completa ao invés da declaração de renda simplificada. 

Mas, se a causa for material (a exemplo de furto de veículo) é preciso dar baixa do bem material na declaração do imposto de renda. Por esse motivo, é importante contabilização da perda financeira para não pagar impostos indevidos. 

Como se prevenir da perda financeira? 

Para a recuperação da perda financeira, tanto em empresas quanto nas finanças pessoais, é necessário estar preparado para imprevistos porque pequenas perdas financeiras podem se tornar grandes problemas (e muitas vezes difíceis de solucionar). 

A instabilidade econômica e crises financeiras podem ocorrer com qualquer pessoa e em qualquer negócio, e pessoas planejadas conseguem prever e se preparar para esses momentos. As melhores formas de se prevenir são: 

    • Mantendo uma reserva de emergência
    • Controle de estoque
    • Controle de gastos e despesas
    • Tenha um bom planejamento financeiro 
    • Monitore o mercado e as tendências de consumo
    • Corte e evite gastos desnecessários mesmo antes de ter uma perda 
Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Baixe agora nosso ebook gratuito para descobrir o que você precisa para conseguir uma oportunidade no Mercado Financeiro!

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO |
Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Como se recuperar de uma perda financeira?

A recuperação da perda financeira acontece depois de um tempo e com um bom planejamento financeiro e controle dos gastos desnecessários. Por isso, é importante fazer um levantamento de todos os gastos pessoais e fazer cortes no que puder. 

No momento de recuperação, é necessário ter muito foco no objetivo e minimizar ao máximo as despesas e procurar formas de maximizar as receitas para conseguir fazer caixa e melhorar as condições financeiras. 

Após a recuperação do valor da perda financeira, é importante buscar um planejamento para aplicar o dinheiro e fazer com que ele fique seguro e renda. 

O planejamento financeiro é importante por isso. Uma pessoa que já tem uma reserva de emergência preparada para esses momentos consegue se recuperar de uma perda financeira de forma mais tranquila. 

 

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas