Títulos pré-fixados: como obter maiores rentabilidades com a renda fixa

titulos-pre-fixados
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

O investimento em renda fixa é unanimidade em um portfólio de investimentos diversificado. Nesse sentido, alocar em títulos pré-fixados, a depender do cenário econômico, será primordial para os diversos perfis de investidor.

Os títulos pré-fixados se caracterizam por apresentarem rentabilidade acordada no momento da aplicação, podendo apresentar rentabilidade negativa por conta da marcação a mercado

O que são títulos pré-fixados?

Os títulos pré-fixados são aqueles ativos que apresentam a sua rentabilidade acordada no momento da aplicação, sendo essa rentabilidade garantida somente se o investidor permanecer com o investimento até o vencimento.

Importante lembrar, que essa modalidade de remuneração, de forma divergente a pós fixada, sofre com a dinâmica da marcação a mercado, a qual pode acarretar rentabilidades negativas em determinados períodos.

Entretanto, somente se o investidor sair antes do vencimento do título que ele realizará o prejuízo. Assim, mantendo o título até o vencimento ele será remunerado pela taxa definida ao aportar o recurso.

Quais as vantagens e desvantagens dos títulos pré-fixados?

No momento de realizar investimentos em renda fixa, principalmente pré-fixada, o investidor deve se atentar à marcação a mercado.

Assim, esse mecanismo apresenta característica dual, ou seja, ele pode ser uma vantagem ou uma desvantagem para o investidor.

Isso ocorre, uma vez que a marcação a mercado ocorre diariamente, o que faz com que os títulos remunerem taxas maiores ou menores no decorrer do investimento.

Nessa linha, pontua-se como vantagens da renda fixa pré-fixada:

  1. Rentabilidade garantida para o resgate no dia do vencimento;
  2. Possibilidades de lucros com a marcação a mercado;
  3. Certeza de qual será o valor líquido retirado ao final do investimento.

Por outro lado, as desvantagens dos ativos com rentabilidade pré-fixada são:

  • Possibilidade de rentabilidade negativa por conta da marcação a mercado;
  • Rentabilidade real negativa em casos de aumento da inflação;
  • Riscos maiores do que os investimentos pós fixados.
Como a certificação CNPI pode te ajudar a investir melhor

EBOOK GRATUITO | Como a certificação CNPI pode te ajudar a investir melhor?

Baixe o ebook gratuito para conhecer tudo sobre o CNPI e saber como esta certificação pode te ajudar a investir melhor!

Como a certificação CNPI pode te ajudar a investir melhor

EBOOK GRATUITO | A melhor maneira de fazer uma transição de carreira e entrar no Mercado Financeiro

Quais são exemplos de investimentos pré-fixados

Importante dizer, que é possível encontrar investimentos pré-fixados privados e públicos

Assim, em relação aos emissores privados, têm-se os CDBs, LCAs, LCIs, debêntures, CRAs e CRIs.

Por outro lado, é possível investir, no tesouro direto, em títulos emitidos pelo governo federal. 

Dentre os ativos disponíveis estão o Tesouro Pré-fixado e a NTN-F, que se diferenciam pelo pagamento semestral de cupom.

Ainda dentro dos ativos pré-fixados, é possível realizar aportes em investimentos híbridos em renda fixa, como é o caso das NTN-Bs, que pagam IPCA mais uma taxa pré-fixada.

Trabalhe no mercado que mais cresce e remunera no Brasil! Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique para atuar no mercado de capitais!

Qual a diferença entre prefixado e pós-fixado?

A principal diferença entre essas duas modalidades de remuneração, é que no caso dos títulos pré-fixados o investidor já sabe qual será a sua remuneração ao final do investimento.

Soma-se a isso, o fato do investimento em ativos pré-fixados apresentar a marcação a mercado, a qual poderá acarretar rentabilidades maiores do que as dos títulos pós-fixados.

Outro ponto de divergência está relacionado ao risco de ambos os investimentos, uma vez que em momentos de elevada incerteza e aumento de juros, os títulos pré sofrem desvalorizações e os pós acompanham o aumento defendendo o patrimônio. 

Assim, os títulos pré-fixados são uma excelente alternativa para compor a parcela mais arriscada dentro do carteira de renda fixa dos investidores, visto que permite maiores rentabilidades.

 

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas