Valor intrínseco: o que é o preço justo de uma ação?

Valor intrínseco: o que é o preço justo de uma ação?
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

A análise fundamentalista está presente na vida de diversos investidores no momento de tomada de decisões financeiras baseadas em estudos e análises matemáticas. Dentro dessa metodologia, é possível saber o valor intrínseco de uma ação.

Para os investidores na Bolsa de Valores e profissionais do mercado de capitais, saber calcular o valor intrínseco é importante para escolher as melhores opções de ativos do mercado de ações. 

O que é valor intrínseco?

O valor intrínseco é interpretado como o preço justo de uma ação. Ou seja, nem sempre esse preço é o mesmo que a ação é cotada no mercado financeiro. A ação pode ser vendida a um valor de mercado e ter seu valor real diferente. 

O preço justo da ação se concentra na metodologia de valuation, que é a análise feita para entender se aquela ação determinada está sendo cotada a um valor maior ou menor que o que é considerado justo.

Ao construir sua carteira de investimentos, o cálculo do valor intrínseco é uma ferramenta importante que auxilia a obter os melhores negócios.  

Mas é importante levar em conta que essa análise pode conter subjetividades e não envolve apenas um número fixo. Por isso o resultado pode oscilar entre valores e também ao longo do tempo. 

É preciso, contudo, entender a diferença entre valor intrínseco e extrínseco. Enquanto o primeiro se refere ao valor real de uma ação, o segundo está relacionado ao tempo e seu risco em relação ao capital. 


Seja um profissional qualificado para atuar no mercado financeiro. Faça os cursos do Certifiquei! 

Qual sua importância? 

Para o investidor, descobrir o preço justo de uma ação é importante para ele reconhecer quando o ativo está com o preço abaixo do seu valor real.

Assim, ao fazer a análise fundamentalista e descobrir o valor intrínseco da ação, o investidor aproveita para fazer investimentos quando os ativos estão com a cotação de mercado abaixo do seu valor real. 

Dessa forma o investidor adiciona valor à sua carteira de investimentos por ter conseguido adquirir ações mais baratas através de aportes em empresas de valor. 

Ou seja, o valor intrínseco permite o investidor a aplicar em ativos com potencial no futuro, o que valoriza uma carteira pensada a longo prazo. 

Como calcular?

Valor intrínseco: o que é o preço justo de uma ação?

 

Com a análise fundamentalista, o investidor consegue visualizar integralmente o ativo que vai comprar. Essa análise é considerada muito importante porque consegue avaliar diversos aspectos da empresa em questão, como:

  • Administração corporativa 
  • Modelo do negócio
  • Participação no mercado
  • Indicador financeiro
  • Demonstrativos financeiros 

Para calcular o valor intrínseco de uma ação é mais utilizada a fórmula estabelecida por Benjamin Graham, um pioneiro em investimentos a longo prazo, apresentou a fórmula básica para esse cálculo:

VI= √ (22,5 x LPA x VPA)

Sendo assim, o VL significa valor intrínseco; LPA é o lucro por ação e o VPA se refere ao valor patrimonial da ação. 

Mas vale lembrar que essa fórmula pode não funcionar para todos os tipos de companhias. Geralmente, essa fórmula funciona para empresas com lucros considerados constantes. Além disso, também não funciona com empresas de pequeno valor patrimonial.                  

Outros métodos também podem ser viáveis para a análise do valor intrínseco de uma ação, que são:                 

  • Avaliar ativos e passivos                                                                                                     
  • Fluxo de Caixa                                                                                                                       
  • WACC                                                                                                                               
  • Modelo de Gordon                                                                                                                   

O valor intrínseco é uma parte da análise fundamentalista importante para todo investidor avaliar o preço justo de suas ações e realizar o chamado enterprise value. Quem sabe avaliar esse valor, consegue melhores negócios e diversifica a carteira de investimentos.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas