Como se destacar como Agente Autônomo, a profissão que mais cresce no mercado financeiro

como-se-destacar-agente-autonomo
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

O mercado financeiro é repleto de profissões, desde as mais analíticas e operacionais, até aquelas que são comerciais. Dentre essas profissões existe a de AAI e, para quem quer se aventurar nela, é primordial entender como se destacar como Agente Autônomo.

Para se destacar como Agente Autônomo, primeiramente é essencial entender que não basta apenas entender de mercado, economia e dominar os produtos de investimento, uma vez que sem habilidades comerciais, não será possível captar recursos.

5 motivos para se tornar um Agente Autônomo de Investimentos

EBOOK GRATUITO | 5 motivos para se tornar um Agente Autônomo de Investimentos

Baixe o ebook gratuito e descubra as vantagens de ser um Agente Autônomo de Investimentos

5 motivos para se tornar um Agente Autônomo de Investimentos

EBOOK GRATUITO | 5 motivos para se tornar um Agente Autônomo de Investimentos

Qual é o perfil de um bom agente autônomo?

Antes de entender como se destacar como Agente Autônomo, caso queira atuar como AAI, é necessário entender as características intrínsecas ao perfil de um bom profissional.

Assim, por se tratar de uma profissão que necessita de um bom relacionamento interpessoal e habilidades comerciais, aqueles que optarem por atuar como AAI devem entender que dentre as soft skills se pode destacar:

  1. Conhecimento profundo acerca do mercado financeiro e economia;
  2. Habilidade comercial;
  3. Perfil empreendedor;
  4. Rede de contatos;
  5. Habilitação via prova e credenciamento à ANCORD.

Conhecimento profundo acerca do mercado financeiro e economia

Dominar o mercado financeiro, seus produtos, formas de alocação e questões econômicas é o básico para atuar como AAI, visto que sem esse conhecimento a sua atuação fica restrita e não é possível passar credibilidade e confiança.

Assim, além de possuir a certificação Ancord, é importante a busca diária por conhecimento, que é um dos pilares da profissão. 

Dessa forma, buscar por certificações de distinção como o CFP®, MBAs, Mestrado e até mesmo Doutorados na área de finanças irão auxiliar no domínio do mercado.

Habilidade comercial

Como a carreira de agente autônomo é pautada em captação, possuir habilidades comerciais é umas das principais características para identificar se você tem condições de atuar como AAI.

Importante salientar que os clientes que captam são seus e, não da instituição, portanto, é indispensável estar sempre à disposição, conquistar confiança, organizar a carteira de forma personalizada e marcar encontros e jantares.

Visão empreendedora

Uma vez que a carreira de agente autônomo tem como premissa básica a vinculação a um escritório de AAI, para iniciar os trabalhos, é essencial entender que ela não é uma profissão CLT. 

Nesse sentido, será necessário abrir um CNPJ e entender questões básicas como Imposto de Renda, declarações, emissão de notas. Soma-se a isso, o fato de que você será responsável por sua agenda, horários, formas de atuação e rotatividade da carteira.

Dessa maneira, você irá atuar como uma empresa, apenas tendo o escritório de AAI como uma ponte para levar os produtos da corretora para os seus clientes.

Rede de contatos

Para facilitar a migração de carreira ou até mesmo para iniciar como sendo a sua primeira profissão, ter uma boa rede de contatos tende a facilitar a captação de recursos.

Assim, uma rede de contatos construída em outra instituição ou no decorrer da vida permitirá maior tranquilidade, uma vez que as pessoas que já têm contato te conhecem e sabem do seu conhecimento e potencial.

Habilitação via prova e credenciamento à ANCORD

Como grande parte das profissões do mercado financeiro, um Agente Autônomo de Investimentos precisa de uma certificação e credenciamento. 

Dessa maneira, antes de iniciar a carreira de agente autônomo você vai precisar passar pela prova da Ancord, que custa cerca de R$ 460,00 e pode ser realizada em todo o país.

Para conquistar a sua certificação, é importante realizar um curso preparatório que possibilite entender o que é cobrado na prova, mas muito além disso, que demonstre de forma prática como esse conteúdo será cobrado na hora de atuar.

Após passar na prova, que é realizada em um centro ou até mesmo online, será necessário se credenciar junto a Ancord e, a partir desse momento, pagar uma trimestralidade e iniciar a sua atuação em um escritório de AAI.

Como crescer na carreira de agente autônomo?

Agora que você já sabe os passos para se tornar um Agente Autônomo e quais são as principais soft skills, está na hora de identificar como crescer na carreira.

Nesse sentido, para crescer e ter sucesso na carreira:

  • Busque um bom escritório de AAI: o escritório não será apenas um local para que você se instale e receba clientes, nele você terá apoio do marketing, RH, T.I., comercial, entre outras;
  • Entenda o que as empresas esperam em um Agente Autônomo: normalmente os escritórios demandam conhecimento técnico, vontade de trabalhar e busca por melhorias contínuas;
  • Procure se informar e se qualificar constantemente: obter outras certificações além da Ancord, como o CEA, CFP®, PQO e se atualizar sobre o mercado com profissionais de outras áreas.


Trabalhe no mercado que mais cresce e remunera no Brasil! Conheça os cursos do Certifiquei e se qualifique para atuar no mercado de capitais!

Entendendo esses pontos e sabendo que o grande diferencial do AAI é estabelecer um relacionamento pautado em confiança, para que assim tome as melhores decisões para o cliente, será possível obter sucesso na carreira de agente autônomo.

Assim, se a sua intenção é atuar no mercado financeiro e você possui todas as características abordadas até aqui, somado a muita vontade, conhecimento técnico e versatilidade, essa é a carreira perfeita.

Qual o futuro dos AAIs?

O crescimento do mercado financeiro e o maior número de investidores em bolsa de valores são os pontos cruciais no que versam as possibilidades e a demanda por agentes autônomos de investimento.

Além disso, existe uma infinidade de pessoas que estão presas aos produtos dos bancos e que não tem ao seu lado uma assessoria personalizada, o grande diferencial dos AAIs.

Por esses motivos, o futuro dos Agentes Autônomos é muito promissor, principalmente com as possibilidades de atuação remota, o que lhes permite maior autonomia.

Assim, por conta do futuro cada vez mais tecnológico e o aumento de informações sobre investimento, o que vem aumentando o conhecimento sobre educação financeira, o Agente Autônomo tende a ser demandado cada vez mais.

Por isso, identificar como se destacar como Agente Autônomo permitirá alcançar o patamar financeiro desejado e, além disso, ter a possibilidade de atuar conforme as suas necessidades e objetivos.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas