Conta investimento: saiba mais sobre este tipo de serviço financeiro

Conta investimento: saiba mais sobre este tipo de serviço financeiro
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Ainda que a maior parte das instituições financeiras disponibilizem, incluindo bancos cooperativos, a conta investimento ainda não é tão conhecida por grande parte das pessoas, o que inclui investidores do mercado financeiro.

Fator que ganha ainda mais peso a partir do momento que se analisa a evolução que a conta investimento teve ao longo dos anos, podendo ser um negócio vantajoso para quem busca serviços específicos e, até mesmo, economizar com algumas taxas.

Trabalhe no mercado financeiro! Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem deseja as certificações da área. Confira!

O que é a conta investimento

Conta de investimento é um tipo de conta bancária com características voltadas para investidores da bolsa de valores, isto é, um tipo de serviço destinado aos investidores.

Vale destacar que desde sua criação, em junho de 2004, este tipo de serviço deve ser disponibilizado pelas instituições financeiras.

Assim, bancos costumam ter três tipos de contas principais para os seus clientes. São elas as contas:

  1. Corrente;
  2. Poupança;
  3. Investimento.

Ainda que não seja tão conhecida como os outros dois tipos, especialmente a conta corrente, este tipo de serviços impactou diretamente o mercado financeiro.

 Impacto deste tipo de conta

Este tipo de conta foi criado com o objetivo principal de isentar os investidores da taxa de Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Dessa forma, o investidor deixou de ter um gasto “extra” no momento de realizar operações no mercado financeiro.

Fator que serviu para atrair novos investidores para bolsa de valores brasileira.

Além disso, a evolução deste tipo de serviço ao longo do tempo também foi incentivando a entrada de novos investidores no segmento, pois facilitou as movimentações financeiras de diferentes formas.

Por exemplo, através da contra investimento a cobrança do imposto de renda passou a ser semestral, isto é, ocorrendo duas vezes ao ano, sendo que este valor costuma ser taxado nos últimos dias úteis dos meses de maio e novembro.

Sem este tipo de conta a cobrança do IR seria mensal, incidindo em 20% do lucro total obtido pelo investidor sobre seus investimentos.

Portanto, este tipo de serviço teve e tem grande utilidade ao investidor no momento de evitar perdas financeiras.

Ebook Trilha de estudos Ancord

EBOOK GRATUITO | Trilha de estudos Ancord

Baixe o ebook gratuito para saber o que e como estudar para a prova de certificação Ancord

Ebook Trilha de estudos Ancord

EBOOK GRATUITO | Trilha de estudos Ancord

Vantagens da conta investimento

Conta investimento: saiba mais sobre este tipo de serviço financeiro

Como visto até aqui, este tipo de serviço tende a ser vantajoso para quem realiza investimentos na bolsa de valores. E, dentre os motivos para tal, é possível listar:

  • Menos custos com taxas e pagamento de impostos;
  • Maior praticidade no momento de realizar movimentações financeiras na bolsa de valores;
  • Possibilidade de ter um maior controle sobre as finanças;
  • Segurança que nenhum outro tipo de serviços ou custo fora do segmento será adicionado.

Em suma, este tipo de conta é uma forma do investidor separar seu capital voltado para investimentos do restante de suas finanças.

Assim, é natural que este seja um tipo de serviço que auxilie diretamente no controle de suas atividades no mercado financeiro.

Além disso, é comum que o investidor busque abrir uma conta deste tipo diretamente em bancos de investimentos, cuja gerência do serviço costuma ser mais eficiente se comparada aos bancos convencionais.

Portanto, é natural que a pessoa que busca ter uma melhor gestão de carteira, tenha uma conta investimento.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas