Cupom cambial: saiba mais sobre este recurso financeiro

Cupom cambial: saiba mais sobre este recurso financeiro
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Para se ter sucesso no mercado financeiro, o investidor deve ter conhecimento sobre diferentes fatores, incluindo as questões cambiais, incluindo os fatores menores relacionados à área. Neste sentido, é relevante entender como funciona o cupom cambial.

Isso porque o cupom cambial é um documento financeiro que auxilia o investidor a mensurar seus ganhos e rendimentos na bolsa de valores, informação útil para diferentes perfis de investidores, incluindo o investidor profissional.

Tenha uma carreira de sucesso no mercado financeiro! Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem busca os certificados da área. Confira!

O que é cupom cambial

Cupom cambial é o nome utilizado para se referir a remuneração, na forma de dólares, dos investimentos que foram realizados na moeda real no Brasil.

Além disso, este tipo de documento também pode fazer referência ao ganho financeiro, em dólar, que se teve ao investir em outra moeda.

Entre os motivos para esta comparação ser feita em dólar, está o fato desta ser a principal moeda da economia global.

Compreendido a definição do cupom cambial, é possível entender como se dá o funcionamento deste tipo de documento.

PDPF: os fundamentos para a certificação do DPO

EBOOK GRATUITO | PDPF: os fundamentos para a formação do DPO 

Baixe o ebook gratuito e conheça a primeira certificação da trilha do DPO

PDPF: os fundamentos para a certificação do DPO

EBOOK GRATUITO | PDPF: os fundamentos para a formação do DPO

Funcionamento

Para se calcular este documento financeiro são considerados dois fatores, no caso, o potencial de ganhos com a taxa de juros do país e a variação do câmbio no país.

Por exemplo, imagine que um investidor estrangeiro investiu em determinado produto da bolsa de valores brasileira, sendo que este teve um rendimento de 10% ao mês.

Enquanto o real teve uma desvalorização de 4% frente ao dólar durante o período.

Para se entender quanto foi o rendimento deste investidor, é necessário considerar os dois fatores citados no início deste tópico.

Dessa forma, é possível se concluir que o rendimento que este teve foi de 6%.

Todavia, vale destacar que esta subtração entre os fatores é apenas uma simplificação da fórmula do cupom cambial. 

Assim, quando o investidor quiser realizar a fórmula completa, o mesmo deve usar a equação:

  • CC = [(1 + Tx)/(1 + ΔCâmbio)] – 1

Sendo que:

  • CC – Cupom cambial;
  • Tx – Taxa cambial;
  • ΔCâmbio – Variação cambial

Após compreender o conceito por trás do cupom cambial, também é útil compreender a importância deste tipo de cálculo.

PDPE: o primeiro passo para entender proteção de dados e LGPD

EBOOK GRATUITO | PDPE: o primeiro passo para entender proteção de dados e LGPD

Baixe o ebook gratuito para saber tudo sobre a certificação PDPE e ficar por dentro dos principais pontos da LGPD!

PDPE: o primeiro passo para entender proteção de dados e LGPD

EBOOK GRATUITO | PDPE: o primeiro passo para entender proteção de dados e LGPD

Importância do cupom cambial

Cupom cambial: saiba mais sobre este recurso financeiro

Em suma, o cupom cambial tem a utilidade de auxiliar os investidores estrangeiros em três aspectos. São eles:

  1. Compra de reais e venda de dólares;
  2. Aplicação dos reais adquiridos em títulos da bolsa de valores brasileira;
  3. Venda dos reais e compra de dólares, repatriando recursos.

Assim, a rentabilidade dos produtos da bolsa de valores nacional é importante, pois é uma forma de atrair investidores de fora do Brasil.

Pois, é possível comparar o rendimento que o investidor teria investindo no Brasil e em outros países, vendo assim onde é mais vantajoso alocar seu capital.

Portanto, buscar este tipo de cupom elevado é interessante para a economia nacional.

Afinal, quanto maior for o valor referente a este cupom, maior será a chance de novos investidores chegarem ao mercado financeiro brasileiro.

Ou seja, este é um atrativo que consegue impactar toda bolsa de valores nacional.

Dessa forma, o cupom cambial ganha um peso relevante no mercado financeiro, sendo que quando este valor está baixo, há um indicativo de saída de dólares, isto é, haverá uma depreciação da moeda brasileira.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas