Portfolio Manager toma decisões sobre investimentos

Portfolio Manager
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

A carreira do portfolio manager (ou gerente de portfólio, em tradução livre) tem sido uma das mais desejadas do mercado financeiro. Uma vez que os salários tendem a variar de R$ 15 mil a R$ 35 mil, com boas expectativas futuras, a profissão vem se tornando cada vez mais popular.

A fim de que a organização aumente sua assertividade, eficiência e produtividade nos processos internos e nas tomadas de decisões, o portfolio manager busca, diariamente, aprimorar os aspectos estratégicos dos investidores profissionais.

O que é portfolio manager?

Portfolio manager é a descrição do profissional responsável pela realização de atividades de investimento em nome de outros indivíduos ou instituições. Por conseguinte, os investidores destinam seus recursos para que ele assegure a rentabilidade das operações.

É bastante comum que o portfolio management inclua o trabalho conjunto com equipes de analistas, visando selecionar os investimentos mais adequados.

Entre os benefícios proporcionados por essa atuação, destacam-se:

  • o auxílio ativo no processo de tomada de decisões;
  • o alinhamento dos projetos com as metas e objetivos estratégicos da empresa;
  • a aplicação de diferentes estratégias, segundo os níveis do negócio;
  • a promoção de uma comunicação holística entre os membros da equipe;
  • redução de erros iniciais nos projetos;
  • avaliação das estratégias adotadas pela organização;
  • a diminuição do retrabalho e das incertezas;
  • maior visibilidade dos projetos a todos os colaboradores;
  • o equilíbrio dos investimentos;
  • o gerenciamento dos recursos disponíveis;
  • acompanhamento dos projetos, alertando quando algum não estiver cumprindo seu papel;
  • eliminação dos investimentos em projetos que se mostrem pouco benéficos.

O que faz?

O profissional da área tem grande influência sobre um fundo, seja ele fechado ou aberto, hedge, de capital de risco ou negociado em bolsa. Do mesmo modo, o portfolio manager afetará os retornos gerais dos investidores.

Em primeiro lugar, os gerentes de portfólio podem ser investidores, corretores ou operadores com sólida experiência em gestão financeira.

No momento em que exercem suas atividades, independentemente de sua formação específica, eles podem adotar uma abordagem ousada ou conservadora.

Por fim, se o portfolio manager implementar ações conservadoras, as suas estratégias de investimento refletirão um índice de mercado específico.

Em contraste com outros perfis de investimento, a utilização desse indicador como referência é de extrema importância, pois os investidores esperarão por retornos semelhantes a longo prazo.

Por outro lado, como resultado da portfolio management research, abordagens mais ousadas podem ser indicadas. Desde que essa linha seja posta em prática, os profissionais tentarão consistentemente atingir os níveis médios de retorno do mercado.

Nesse cenário, o próprio gerente de portfólio é extremamente importante, à medida que o seu estilo resultará diretamente nos níveis de retorno do fundo.

Salvo ocasiões extraordinárias, os potenciais investidores devem consultar o material de marketing de um fundo ativo para obter mais informações sobre a conduta que será exercida.

Soluções automatizadas podem contribuir com o gerente de portfólio?

Ao tratar diariamente com diversas variáveis que, a todo momento, se alteram, o gerente de portfólio pode se beneficiar significativamente com o auxílio de soluções automatizadas.

Ademais, o controle de diversos projetos e prazos distintos, a adequação e validação de um determinado portfólio e a integração entre os trabalhos existentes são, apenas, alguns exemplos que evidenciam a complexidade de gerir tudo manualmente.

Quer trabalhar no mercado financeiro atuando como um portfolio manager? O Certifiquei oferece os melhores cursos preparatórios para você tirar a sua certificação. Confira!

A despeito das estratégias de investimento implantadas, todos os gerentes de portfólio precisam ter qualidades muito específicas para ter sucesso.

A primeira é a ideação. Se essa habilidade for bem trabalhada, as possibilidades de desenvolver insights originais será enorme.

Contudo, com milhares de fundos para escolher, o portfolio manager deverá discernir quais as melhores alternativas a cada caso.

A propósito, seja amparando-se em estratégias conservadoras e atreladas a índices ou, por outro lado, mais ousadas, o profissional deve estar devidamente preparado.

Como gerenciar portfolios eficientemente?

De maneira idêntica, o gerenciamento eficiente de um portfólio implica na compreensão da existência de incontáveis diferenças no foco entre gestão de projetos e essa atividade.

Se acaso deseja adquirir as competências necessárias, tenha em mente que o primeiro aspecto está relacionado ao caráter do gerenciamento. Em outras palavras, o gerenciamento de projetos, por exemplo, concentra-se muito mais nos âmbitos operacionais.

Nesse hiato, o gerenciamento de portfólios – que é o assunto que nos interessa – envolve o monitoramento e o controle dos profissionais que se voltam, quase que exclusivamente, ao alcance de bons resultados.

Desse modo, este gerenciamento tem um caráter comparativo, isto é, a cada fase concluída, o portfolio manager deverá cruzar os dados financeiros, de vendas e de marketing com informações econômicas externas.

Afinal, isso é necessário para avaliar se os investimentos serão sustentáveis e a empresa os manterá. A princípio, esse trabalho requer antecipação às tendências e uma tomada rápida de decisões, antes mesmo da concretização dos fatos analisados.

Analogamente, a criação desse perfil visionário exige a realização de três tipos generalizantes de questionamentos:

  1. Estamos executando eficazmente os nossos investimentos ou estamos realizando algo que não devia ser feito?
  2. As expectativas dos nossos clientes mudaram ao longo do desenvolvimento do portfólio?
  3. Esse conjunto de investimentos ainda é relevante, tendo em vista os objetivos estratégicos do negócio?

Por que o portfolio manager é necessário?

Similarmente aos aspectos elencados no tópico anterior, o papel do portfolio manager consiste, também, em supervisionar todos os investimentos existentes.

Outrossim, ele não deve negligenciar, sob hipótese alguma, a perspectiva institucional de sua empresa.

Assim como ele é o profissional especializado, recai sobre os seus ombros a responsabilidade de controlar os fatores potencialmente críticos.

Ainda mais importante, é o gerente de portfólio que deve adequar recursos, custos e tempo para que os investimentos sejam efetuados precisamente, tal como inicialmente planejados.

Em virtude dessas incumbências, a necessidade de contar com o portfolio manager transcende a execução de investimentos dentro das possibilidades em termos de recursos, custos e gastos. Por isso, o profissional da área deve estar pronto para mensurar o quanto um investimento pode contribuir para que a organização atinja seus objetivos estratégicos.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas