Taxa de investimento: saiba sobre as tarifas cobradas ao investidor

Taxa de investimento: saiba sobre as tarifas cobradas ao investidor
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Investir no mercado financeiro é uma tarefa complexa. Assim, é natural que as pessoas que busquem tal caminho se preparem para o desafio e entendam o funcionamento da área. Nesse sentido, conhecer as taxas cobradas, em especial, a taxa de investimento é de grande validade.

Isso porque a taxa de investimento é uma cobrança comum em grande parte dos investimentos realizados no mercado,  sendo um fator importante para se considerar, inclusive entre profissionais da área, como é o caso do planejador financeiro.

Siga carreira profissional no mercado financeiro! Acesse o Certifiquei e descubra os principais cursos preparatórios voltados para quem deseja as certificações da área. Confira!

O que é a taxa de investimento?

Em suma, a taxa de investimento é uma tarifa presente em grande parte dos ativos financeiros disponíveis no mercado, sendo que este valor é cobrado aos investidores do segmento.

Ainda vale destacar estes valores podem variar por diferentes fatores, destacando-se três em especial:

  1. Corretoras de valores onde o investidor coloca seu capital;
  2. Tipo de produto que vai investir;
  3. Prazo de duração do investimento.

Portanto, antes de realizar um investimento, é interessante que o indivíduo conheça as principais taxas de investimentos do mercado.

Principais tipos de taxa de investimento

Entre as principais tarifas de investimentos do mercado, é possível destacar as seguintes taxas:

  • Corretagem;
  • Administração;
  • Custódia;
  • Performance;
  • Carregamento;
  • Emolumentos.

Dessa forma, é útil conhecer o que representa cada uma destas taxas.

Taxa de investimento de corretagem

taxa de corretagem é uma das mais populares do mercado, cobrada principalmente sobre investimentos em ações.

Tal valor pode ser fixo ou variar de acordo com a operação realizada.

Além disso, este valor pode variar conforme a corretora de investimentos que o investidor está realizando suas operações.

Dessa forma, é importante que o investidor pesquise sobre a taxa de corretagem, encontrando a que se encaixa melhor em seu perfil. Inclusive, existem corretoras que zeram esta tarifa.

Taxa de investimento de administração

Por sua vez, a taxa de administração é relacionada aos serviços prestados pela corretora ou banco de investimentos.

Ou seja, é o custo que o investidor paga pelo trabalho realizado por estas instituições financeiras em relação aos seus investimentos.

A taxa de administração é cobrada principalmente sobre fundos de investimentos.

Custódia

Enquanto, a taxa de custódia é o valor cobrado pela Brasil, Bolsa e Balcão, a B3, para auxiliar nos custos referentes a guarda de títulos e operações realizadas.

Este valor incide de forma igual em bancos e corretoras, sendo que tal montante é pago nos primeiros dias úteis de janeiro e julho.

Além disso, algumas corretoras costumam isentar o investidor de pagar tal taxa.

Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro

EBOOK GRATUITO | Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro?

Baixe o ebook gratuito para conhecer as principais certificações do Mercado Financeiro e saber tudo sobre a profissão de Consultor Financeiro

Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro

EBOOK GRATUITO | Qual a melhor certificação para me tornar Consultor Financeiro?

Performance

Assim como o nome indica, a taxa de performance é a tarifa paga ao gestor de fundo pelo desempenho daquele produto financeiro.

Ou seja, é o valor pago ao profissional em situações que o investimento rendeu acima do esperado.

Carregamento

taxa de carregamento é cobrada especialmente sob aplicações em fundos de investimentos e previdência privada.

Em sua, esta tarifa é referente ao montante que o investidor colocará em determinado produto financeiro, sendo que tal custo é cobrado em porcentagem.

Emolumentos

Por fim, mas não menos relevante, existem os emolumentos.

Tal qual ocorre com a taxa de custódia, esta tarifa também é cobrada pela B3.

Todavia, esta tarifa é relacionada às operações de compra e venda que ocorrem na bolsa de valores.

Portanto, esta taxa de investimento está presente em diversas negociações da bolsa, indo desde produtos de renda variável, até fundos de investimentos.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas