Como entrar no mercado financeiro? Saiba tudo aqui

como entrar no mercado financeiro
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Seja pelos salários atrativos ou pelo gosto pelas finanças e investimentos, muitos profissionais têm se interessado e desejam saber como entrar no mercado financeiro profissionalmente.

Mas o profissional desse segmento deverá estar sempre disponível para as oportunidades que surgem ao longo do dia. Assim, também deverá saber que entrar no mercado financeiro não é tarefa assim tão simples. Por isso, continue a leitura para saber mais detalhes sobre como entrar no mercado financeiro.

Como entrar no mercado financeiro?

Para quem quer saber como entrar no mercado financeiro, o primeiro passo é entender qual a função específica que deseja exercer. A maioria das funções do mercado financeiro exigem certificações, portanto, o segundo passo é saber qual a certificação necessária para o ramo escolhido.

A área requer habilidades específicas (muitas vezes, natas), além de talento para o trabalho com lógica, matemática e muita, muita análise de correlações.

Vale lembrar que a maioria das funções desse mercado têm a graduação como pré-requisito. Por isso, o aspirante a uma carreira no mercado financeiro deve graduar-se em áreas correlatas à esse segmento.

Caso seja graduado em uma área muito distante do tema finanças, é válido procurar uma especialização na área, pois esse tipo de conhecimento será fundamental.

Em síntese, as faculdades mais indicadas são de economia ou mesmo administração, mas não se limitam a elas. Logo após, é preciso ficar atento às oportunidades de estágio, pois são elas que lhe darão uma dianteira em relação aos seus concorrentes.

Os profissionais mais experientes recomendam estágios em corretoras de valores, bancos ou instituições financeiras semelhantes. Dessa forma você já irá se ambientando com esse peculiar universo dos números e dos investimentos.

Os estágios em departamentos de suporte e em atividades administrativas também são bastante indicados para quem deseja atuar no mercado financeiro.

Por fim, ainda sobre os estágios, o recomendado é que você busque funções que de imediato lhe apresentem ao universo dos investimentos. Por isso, as áreas de back office são as mais recomendadas.

E as razões para isso é que você irá adquirir experiência com fundos de investimentos, processos de transações, rendas fixas e variáveis, entre outros tipos de negociações como essas.

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Baixe agora nosso ebook gratuito para descobrir o que você precisa para conseguir uma oportunidade no Mercado Financeiro!

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO |
Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Existe hora certa para entrar no mercado financeiro?

Apesar de termos destacado a importância do estágio na área, essa experiência nem sempre é possível para os profissionais que desejam entrar no segmento.

Seja por ter tomado a decisão de entrar no ramo tempos depois da graduação, ou por ter realizado graduação em outra área. Afinal, existem oportunidades para esses profissionais?

O mercado financeiro tem espaço para todos que se dedicam e dominam os conhecimentos demandados. Por isso, se você está pensando em fazer uma transição de carreira, não se preocupe, aprimore seus conhecimentos e desenvolva soft skills.

Há oportunidades para quem acabou de sair da faculdade e para quem já possui experiência no mercado de trabalho, portanto, não há hora certa para entrar no mercado financeiro.

Conhecimentos necessários para entrar no mercado financeiro

Como em qualquer área, não há como ingressar no mercado financeiro sem ser de alguma forma um especialista no assunto.

Assim sendo, quem opta pelas melhores faculdades já leva uma boa vantagem. E aqui estamos falando de instituições como FGV, USP, Insper, PUC, além de outras que estejam entre as melhores formadoras de profissionais para esse mercado.

Essas instituições municiam o aspirante a uma carreira no mercado financeiro com todas as ferramentas exigidas pelo cenário atual, em especial nos cursos de engenharia, administração e economia.

E neles você será apresentado ao universo dos cálculos de econometria e estatística. Além disso, acumulará uma bagagem teórica sobre quase tudo o que terá que desenvolver no mercado financeiro.

Ou seja, você terá uma boa formação nos mais diversos tipos de análises, teorias e tendências econômicas, programações de algoritmos, construção de modelos matemáticos e econômicos, além de uma infinidade de outras áreas.

Ainda, estará apto a lidar com alocações de carteiras de investimentos, análises de balanços, estratégias de trading, entre outros tipos de serviços.

Portanto, mais uma vez, o que importa aqui é saber que o trabalho no mercado financeiro exige conhecimentos bastante específicos, uma boa especialização após a faculdade, e até mesmo um MBA em Finanças – neste último caso, uma especialização recomendada por 10 entre 10 profissionais desse segmento.

Vale lembrar que cada função do mercado financeiro demanda conhecimentos específicos. Portanto, quando decidida a área em que se deseja atuar, realizar um curso preparatório para tirar a certificação financeira correspondente também é altamente recomendado para entender pontos inerentes à área.

Quer se tornar um profissional gabaritado para o mercado financeiro? Confira os cursos do Certifiquei e garanta uma excelente certificação!

A importância de gostar do que faz

Ao entrar no mercado financeiro, caso deseje realmente ter sucesso nessa empreitada, você também terá que adaptar-se a uma rotina cheia de particularidades.

A pressão e as “metas a serem batidas” — que muitas vezes compõe a maior parte dos seus rendimentos — são realidade em muitas das funções do mercado financeiro, por exemplo.

Em contrapartida, a carreira no mercado financeiro é uma das que melhor remuneram no mercado de trabalho. Veja três faixas de salário que são super atrativas:

  1. Como estagiário, a sua remuneração costuma variar entre R$ 1.600,00 e R$ 2.000,00;
  2. O profissional dessa área (com as melhores especializações) dificilmente irá faturar menos que R$ 10.000,00 por mês;
  3. Essa remuneração costuma dobrar a depender do nível de especialização adquirida. Ou seja, ao final, um gerente comercial corporate, por exemplo, poderá faturar a bagatela de R$ 30.000,00 ou até R$ 40.000,00 reais!

É bom lembrar que todos esses aspectos estão relacionados à sua função dentro do mercado, à instituição financeira que atua ou se trabalha de forma autônoma.

Como entrar no mercado financeiro: certificações e cargos

Como dissemos anteriormente, para conseguir exercer algumas das profissões do mercado financeiro é preciso ter a certificação financeira correspondente. Portanto, a seguir apresentaremos as principais profissões e as certificações financeiras exigidas para atuação.

  • Analista de Investimentos: Certificação CNPI. Pode ainda ser dividida em CNPI-T (analista técnico) e CNPI-P (analista pleno);
  • Agente Autônomo de Investimento: Certificação Ancord;
  • Consultor de Valores Mobiliários: a depender da função específica ou instituição de atuação desejada, as certificações possíveis são CGA, CEA, CNPI, CFA, ACIIA ou CFP;
  • Administrador ou Gestor de carteiras de Valores Mobiliários: como no caso acima, a depender da função específica ou instituição de atuação desejada, as certificações possíveis são CGA, CFA e ACIIA;
  • Back Office, Gerente de Contas e outros: certificações CPA-10 e CPA-20;
  • Planejador financeiro: certificação CFP.

Quer entrar no mercado financeiro? O Certifiquei tem cursos preparatórios completos para as principais certificações financeiras do mercado. Clique e confira!

A carreira no mercado financeiro está longe de ser monótona, desanimadora e repetitiva. Mas ela só abrirá as suas portas para aqueles com grandes ambições, seja para o aumento do seu próprio patrimônio ou pelo prazer de proporcionar isso a outrem.

Portanto, a principal dica dos especialistas nesse segmento é a especialização. Ao buscar sempre o objetivo de fazer o melhor possível dentro de um setor tão competitivo e repleto das mais variadas e inusitadas controvérsias, fica mais fácil saber como entrar no mercado financeiro e escolher o melhor caminho a seguir.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas