Curso de Mercado Financeiro: descubra porque você deveria fazê-los

Curso de Mercado Financeiro: descubra porque você deveria fazê-los
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Segundo o levantamento “Profissões Emergentes”, realizado pela rede social profissional LinkedIn, o analista financeiro está na lista das 15 profissões que mais tiveram demanda em 2020, tarefa que é possível ser exercida através de curso de mercado financeiro.

Mas afinal, você sabe o que é um CFA, um CPA-10, um CPA-20, em suma, você sabe o que é um curso de mercado financeiro?

O que são os cursos de mercado financeiro?

No geral, cursos para o mercado financeiro são direcionados aos profissionais que buscam atuar neste setor, isso faz com que seu conteúdo seja composto por temáticas do segmento financeiro e de assuntos que fazem parte do cotidiano de quem atua no ramo.

Porém, mesmo sendo direcionado, é necessário ressaltar que há diversas possibilidades de profissões dentro desse mercado de trabalho, por isso é necessário entender que nem todos os cursos levam ao mesmo objetivo.

Inicialmente é necessário destacar que profissionais com alguns tipos de graduações oficiais tem certa vantagem perante a concorrência. Entre esses cursos podemos destacar, por exemplo:

  • Economia;
  • Ciências contábeis;
  • Administração;
  • Engenharia de produção.

Essas são algumas graduações que possuem em suas grades conhecimentos que favorecem quem busca trabalhar no mercado financeiro.

Visto isso, vale ressaltar que os cursos voltados ao setor não têm apenas o papel de “especialização”, isso porque em muitas atividades da área é necessário o certificado para executar determinadas funções.

Porém, definitivamente os cursos voltados à área contribuem para quem busca ter segurança na hora de entrar no mercado e ter sucesso em sua jornada.

Qual é a melhor forma de entrar e se destacar no mercado financeiro

curso-de-mercado-financeiro-2

Nos últimos anos, um número maior de pessoas tem buscado o mercado financeiro como opção, seja com objetivo de investir seu dinheiro, seja para seguir sua carreira profissional.

Porém, você já se perguntou qual o melhor modo de trabalhar nesse campo e ter sucesso?

Para responder tal pergunta, é necessário considerar uma série de fatores. Vamos a esses pontos.

Definir área de atuação

Um dos primeiros pontos a se analisar antes de ingressar no mercado financeiro é entender qual a área que se encaixa melhor em seu perfil.

Nesse universo existem diversas profissões, que vão além das mais conhecidas, caso do gestor de investimentos e analista de investimentos. Dentro deste cenário, estão, por exemplo:

  • Sales trader;
  • Trader;
  • Gerente de portfólio;
  • Agente Autônomo de Investimentos;
  • Gestor de riscos;
  • Corretor de investimentos;
  • Analista de fusões e aquisições;
  • Gerentes de riscos e compliance.

Essas são apenas algumas das inúmeras funções existentes no setor. Por tudo isso, é necessário a realização de uma pesquisa aprofundada.

Além de evitar que o profissional não se frustre posteriormente, isso permite que o mesmo esteja preparado para as peculiaridades de cada área.

Assim também é possível ter noção da concorrência que se

vai enfrentar, ponto importante de ser analisar em um contexto de crescimento, como é o atual.

Analisar os dados de 2020, é uma forma de analisar esse cenário de expansão. Mesmo em meio à pandemia, 28 empresas do país realizaram suas Ofertas Públicas Iniciais, popularmente conhecidas como IPOs, na B3. Maior número em mais de uma década.

Nesse sentido, definir a área de atuação é apenas um dos passos. Outro essencial é uma boa rede de contatos.

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO | Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Baixe agora nosso ebook gratuito para descobrir o que você precisa para conseguir uma oportunidade no Mercado Financeiro!

Como trabalhar no Mercado Financeiro

EBOOK GRATUITO |
Como trabalhar no Mercado Financeiro?

Ter uma boa rede de contatos

Uma boa rede de contatos de profissionais e investidores é outro ponto fundamental para aqueles que buscam seguir carreira no setor.

Antes de mais nada, a proximidade com pessoas que estão há mais tempo no setor permite com que dúvidas sejam tiradas com maior facilidade.

Além disso, a troca de experiências é parte fundamental na caminhada para se tornar um profissional de sucesso, sobretudo em um mercado cada vez mais concorrido.

Contudo, os contatos não fazem diferença “apenas” na entrada ao mercado financeiro, isso porque manter boas relações é uma parte fundamental no momento de se obter sucesso em uma carreira da área.

Algo que se torna ainda mais importante em funções como as de analista, gestor e corretor de investimentos. Posições em que a relação próxima com investidores e profissionais do mercado é realizada constantemente.

Contudo, ter bons relacionamentos no nicho é um dos passos, simultaneamente a esse passo, outro tão importante quanto é estar preparado para aprender.

Estar preparado para estudar

Da mesma forma que em diversas profissões do mercado de trabalho, os estudos para o profissional do mercado financeiro é uma peça-chave no momento de sair à frente da concorrência.

Ainda assim, há de se destacar que há profissionais que ignoram esse fato tão relevante, especialmente porque visam os retornos financeiros antes do processo.

Portanto é necessário frisar que um profissional competitivo entende a necessidade de se manter sempre atualizado, por isso os estudos fazem parte de toda sua trajetória no setor.

Fator que faz o mesmo estar preparado às mais diversas demandas que possam surgir, ao mesmo tempo que contribuiu para o aumento de sua credibilidade no meio.

E a melhor forma de aumentar essa credibilidade é através dos certificados e curso de mercado financeiro existentes.

Possuir certificados e cursos voltados para área

Como citado anteriormente, a credibilidade é uma das características mais importantes para quem atua no setor financeiro, especialmente na bolsa de valores.

Isso porque é uma área no qual, dependendo da função, o profissional é responsável direto pelo dinheiro de terceiros, ou seja, é fundamental que o mesmo seja reconhecido por sua honestidade e conhecimento.

E uma das formas de adquirir esse “ativo” tão importante que é a credibilidade são os cursos e certificados existentes no meio, afinal essas especializações tem a função de atestar as competências do profissional.

Ainda que existam funções que obriguem ao trabalhador possuir determinado certificado, os profissionais que buscam se manter competitivos nesse mercado tendem a sempre estar se aprimorando e buscando novas ferramentas que possibilitem seu destaque no meio, independente da obrigatoriedade.

Quais as opções de certificações para quem quer entrar no mercado financeiro

Visto a importância de possuir cursos para o mercado financeiro, é necessário destacar as variadas opções possíveis existentes a quem busca esse caminho.

Contudo, vale sempre ressaltar a importância de uma pesquisa prévia, além de entender se opção escolhida se encaixa melhor em seu perfil.

Dentre as principais possibilidades temos:

Mas vamos nos ater às três seguintes:

CPA

Concedido pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima), o Certificado Profissional Anbima (CPA) talvez seja um dos mais populares do setor.

Voltado especialmente para quem busca atuar com vendas em bancos múltiplos, esse certificado é dividido em dois níveis, CPA-10 e CPA-20.

O CPA-10 permite ao profissional exercer as atividades de prospecção de clientes e venda de produtos de investimentos, seja o cliente pessoa física ou jurídica.

Para conseguir essa especialização, é necessário que a pessoa preste uma prova realizada pela Anbima, em que existem 50 questões e o candidato deve ter um aproveitamento mínimo de 70%.

Já o CPA-20 é o certificado que possibilita ao profissional atuar com a prospecção e venda destinadas a private banking, investidores institucionais e corporate, ou seja, clientes de alta renda.

O exame também é criado pela Anbima, contudo são 60 questões; o candidato ainda deve ter um aproveitamento mínimo de 70%.

Tem interesse em ter um certificado CPA 20? O melhor curso preparatório para você conseguir está no Certifiquei. Confira!

CEA

O Certificado de Especialistas em Investimentos (CEA) é outro curso de mercado financeiro concedido pela Anbima.

Encarado como o “próximo passo” dos CPAs, essa especialização é destinada àquelas pessoas que buscam exercer a atividade de assessor de investimentos, isto é, este certificado permite com que o profissional possa indicar investimentos e trabalhe como gestor de contas.

Além disso, quem possui o CEA ainda tem a possibilidade de supervisionar o processo de captação de clientes e vendas de produtos.

Vale destacar que este tipo de certificado ainda tem como objetivo dar maior credibilidade ao profissional e ao local onde ele trabalha, isso porque atesta um conhecimento maior da pessoa em questão.

Para conseguir o CEA é necessário que o candidato realize uma prova, criada pela Anbima, composta por 70 questões, em que o candidato deve ter o aproveitamento mínimo de 70%.

Tem interesse em ter um certificado CEA? O melhor curso preparatório para você conseguir está no Certifiquei. Confira!

Certificado de AAI

O certificado de Agente Autônomo de Investimentos (AAI) é concedido pela Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários (Ancord), sendo a Ancord a única autorizada a oferecer a certificação.

Esse certificado é muito requisitado por aqueles que buscam atuar em corretoras de investimentos.

Essa especialização permite ao profissional auxiliar investidores, seja indicando produtos ou tirando dúvidas sobre a área.

O AAI é uma das posições mais importantes no mercado, isso porque ele tem o papel de intermediação entre os investidores a bolsa de valores.

Além disso, esse profissional é essencial na captação e retenção de novos investidores. Não à toa é uma das profissões mais requisitadas dos últimos tempos.

Para conseguir se tornar um agente autônomo de investimentos, o candidato deve realizar uma prova, criada pela Ancord, composta por 80 questões, sendo que seu desempenho mínimo deve ser de 70%.

Como vimos, existem diversas certificações destinadas ao profissional que deseja ingressar no mercado financeiro.

Dessa maneira, os cursos de mercado financeiro, que preparam o profissional para tirar sua certificação, são excelentes opções para quem não sabe por onde começar. Para te auxiliar, o Certifiquei oferece os melhores cursos preparatórios do mercado, confira.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas