Certificação CPA 10: o que é, como funciona e como se inscrever?

CPA 10
Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Para atestar a capacidade de seus profissionais, o mercado financeiro possui uma série de certificações exigidas para a atuação em áreas específicas. A CPA 10, por exemplo, é destinada principalmente ao profissionais que desejam trabalhar em banco.

Com a CPA 10, os bancos e instituições financeiras conseguem comprovar a preparação de quem deseja atuar na área, tornando-se um diferencial importante para esses profissionais.

O que é a Certificação CPA 10?


A Certificação Profissional ANBIMA – Série 10, mais conhecida como CPA-10, é uma certificação financeira oferecida pela ANBIMA com o intuito de certificar os profissionais que atuam na distribuição de produtos de investimento.

Por sua vez, a ANBIMA é a principal certificadora de profissionais do mercado financeiro brasileiro no setor de distribuição de produtos de investimento, com mais de 2 mil certificações emitidas.

De acordo com a Resolução 3309 do Banco Central do Brasil, aprovada em 2005, os profissionais que atuam no setor de venda ou prospecção de investimento só devem ser considerados aptos para atuar mediante a um exame de certificação organizado por uma entidade de reconhecida capacidade técnica.

A primeira prova da CPA 10, chamada de Certificação Básica, foi realizada em 2003, com 80 questões e duração de 4 horas. Atualmente, o exame tem 50 questões, com duração de 2 horas.

No entanto, mesmo com a diminuição do número de questões, a taxa de aprovação teve uma queda de 98% para 51%. Uma outra mudança na prova foi o seu formato de aplicação, que se tornou exclusivamente online, possibilitando que pessoas de todos o país conseguissem fazer o teste.

A Certificação ANBIMA Série 10 vem cada vez mais sendo considerada um diferencial pelas instituições financeiras no momento de contratação. Isso ocorre por conta da obrigatoriedade da certificação para a comercialização de ativos financeiros.

EBOOK GRATUITO | 30 dicas para você se preparar para a sua prova de certificação

Baixe o ebook gratuito e confira 30 dicas que te ajudarão a se planejar da melhor forma para os exames de certificação. 

EBOOK GRATUITO | 5 passos para se inscrever na prova da ANCORD


Qual a diferença entre as certificações CPA 10, CPA 20 e CEA?

CPA 10

Tanto a Certificação CPA 10 quanto a CPA 20 são aplicadas pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). Para cargos iniciantes, elas não são obrigatórias, mas se mostram como um enorme diferencial em relação aos concorrentes.

Como dito anteriormente, a CPA 10 permite que os profissionais atuem vendendo produtos financeiros de investimento. No entanto, a diferença entre a CPA 10 e CPA 20 é que a segunda certificação, além de permitir a execução dos mesmos trabalhos da primeira, oferece ainda mais benefícios.

Com a CPA 20 é possível atuar na manutenção da carteira de investimentos de clientes pessoas físicas ou jurídicas nos segmentos de Alta Renda, Private, Corporate e Investidores Institucionais. Nesse sentido, fica possível atender clientes com uma renda maior.

Além da CPA 20, a AMBIMA também oferece a CEA como uma das opções de certificado para o profissional que deseja atuar no mercado financeiro. O profissional certificado com a CEA se torna um especialista em investimentos e está habilitado para exercer todas as atividades ligadas à CPA 10 e CPA 20.

Quer ser um especialista em investimentos certificado com a CEA? Confira agora o curso preparatório do Certifiquei e saia na frente!

Onde o profissional certificado pelo CPA-10 pode atuar?

O profissional certificado pela CPA 10 pode desempenhar diversos cargos do mercado financeiro. Em geral, essa certificação costuma ser pré-requisito em bancos e outras instituições financeiras.

Nelas, é possível trabalhar nos seguintes cargos:

  • Gerência de Relacionamento;
  • Caixa;
  • Gerência Administrativa;
  • Gerência Geral;
  • Tesouraria;
  • Coordenação Financeira;
  • Assistência de Relacionamento.

Quem tem interesse em atuar no mercado financeiro em alguma dessas áreas e consegue a certificação tem uma enorme vantagem a frente dos concorrentes. Isso porque ela é uma indicação de que o candidato à vaga possui as competências que a instituição procura.

As corretoras e outros agentes financeiros também têm a CPA 10 como um indicador de alto conhecimento sobre o mercado financeiro, que resulta em um trabalho de qualidade para os clientes.

Além disso, estudantes e profissionais de autarquias ou órgãos públicos também são beneficiados com a certificação.

Como funciona o exame da Certificação CPA-10?

Cada prova da ANBIMA tem um conteúdo específico, com distribuições distintas para cada tema. No caso do exame CPA 10, são cobradas 50 questões, divididas em sete módulos, focados nos temas:

  • Sistema Financeiro Nacional (5% a 10%);
  • Ética, Regulamentação e Análise do perfil do investidor (10% a 15%);
  • Noções de Economia e Finanças (10% a 15%);
  • Princípios de Investimento (10% a 20%);
  • Fundos de Investimento (20% a 30%);
  • Instrumentos de Renda Variável e Renda Fixa (15% a 25%);
  • Previdência Complementar Aberta (5% a 10%).

O período de conclusão da prova é de 2 horas. Para ser aprovado, o candidato precisa obter, no mínimo, 70% de aproveitamento. A data e o horário da prova são escolhidos pelo candidato, de acordo com as suas condições e o calendário disponível.

Para isso, a ANBIMA cobra uma taxa de inscrição, que se difere para os associados (R$313) e não associados (R$260,50).

Em ambos os casos, o pagamento é feito por boleto bancário, que pode ser emitido no site oficial da ANBIMA. Vale lembrar também que o acesso à prova é completamente online.

Como reagendar a prova?

Se, por algum motivo, for preciso reagendar o exame, é necessário cancelar a prova que já estava marcada. Essa ação, no entanto, só pode ser feita duas vezes, dentro de um período de até 8 dias antes do exame. Caso o prazo seja perdido, é necessário fazer uma nova inscrição e, consequentemente, um novo pagamento.

Como atualizar a CPA 10?

A atualização da CPA 10 era feita através da aplicação de uma nova prova, que continha algumas questões a menos que o exame principal. Atualmente, a ANBIMA oferece um curso, em até 15 dias antes do vencimento da certificação, para evitar que o profissional seja prejudicado.

Para isso, é preciso apenas se cadastrar no site da ANBIMA. O valor do curso é o mesmo da prova, sendo de R$313,00 para não associados e R$260,50 para os associados.

Quais os requisitos para obter a Certificação CPA-10?

Para tirar CPA 10 é preciso fazer uma inscrição no site oficial da ANBIMA, onde estão as opções de exames de certificação da instituição. Após selecionar a inscrição desejada, é necessário preencher alguns dados que a ANBIMA utiliza para identificar se você já fez a prova.

Caso o candidato esteja apto, é aberto um espaço para a finalização da inscrição e geração de um boleto de pagamento. É importante lembrar que, mesmo após a emissão do boleto, o calendário de agendamento do exame não é liberado.

Isso só acontece após o pagamento e compensação por vias normais bancárias, quando a ANBIMA reconhece a regularização da inscrição.

Nesse momento, o calendário é aberto para que o candidato possa agendar seu exame e descobrir a disponibilidade de local para a execução do exame em umas das unidades da instituição espalhadas pelo território nacional. Em geral, as provas são realizadas de segunda a sexta no horário comercial.

Como se preparar para a prova da Certificação CPA-10?

Como dito anteriormente, ao longo dos anos, o exame de certificação diminuiu sua quantidade de questões, mas se tornou mais difícil. Por isso, é importante se dedicar nos estudos para garantir a aprovação nessa certificação.

A prática do estudo varia bastante de pessoa para pessoa. No entanto, existem algumas estratégias que podem ajudar nesse processo:

Se familiarize com o conteúdo

O primeiro passo para quem deseja se sair bem em uma prova é se familiarizar com o conteúdo aplicado no exame. Para isso, você pode buscar por vídeo aulas ou artigos sobre a certificação.

O mais importante é fazer uma revisão de todo o conteúdo que será cobrado nas provas, procurando sempre o formato de estudos mais adequado para seu perfil.

Faça simulados

Uma boa forma de se adaptar ao formato da prova é realizar simulados duas ou três vezes antes da execução do exame.

Para isso, você pode buscar por provas antigas na internet e testar seus conhecimentos. Com isso, é possível identificar pontos que você possui mais facilidade e também aqueles que ainda exigem um pouco mais de estudo.

Priorize o mais fácil

Nem sempre focar no conteúdo em que você possui mais dificuldade, deixando de lados os tópicos que você domina, trará mais resultados. Na verdade, essa prática pode ser bastante prejudicial para o seu desempenho.

Uma dica importante é garantir excelência naqueles tópicos em que você possui facilidade, focando nos outros assuntos posteriormente, garantindo que, mesmo que você não acerte todas as questões, possua acertos o bastante para ter sua certificação.

Vale a pena tirar a Certificação CPA-10?

A CPA 10 é uma prova que tem por objetivo atestar o conhecimento de um profissional quanto aos assuntos relacionados ao mercado financeiro em geral.

Para quem deseja trabalhar com produtos de investimentos, essa certificação é bastante adequada, já que prepara os profissionais para lidarem com as necessidades dos clientes.

Entre algumas vantagens da CPA 10, temos:

  • É obrigatória para a atuação em algumas instituições financeiras;
  • Se mostra como um diferencial no mercado;
  • Aumenta a qualificação do profissional financeiro.

Além disso, a CPA 10 também é responsável por elevar a renda média do profissional certificado, já que aumenta a capacidade de atingir cargos com melhores benefícios.

Outro ponto importante é expansão de conhecimentos sobre a área de investimentos, relevante para qualquer indivíduo que deseje melhores resultados com ativos financeiros.

Por conta disso, buscar pela Certificação CPA 10 é uma excelente estratégia para quem deseja se desenvolver no mercado financeiro.

Guilherme Almeida
Guilherme Almeida
Bacharel em Economia e Especialista em Finanças Corporativas e Mercado de Capitais pelo Ibmec-MG. Mestrando em Estatística pela UFMG, atua como professor, palestrante e porta voz das áreas de economia e finanças, tendo concedido mais de mil entrevistas para os principais meios de comunicação. Atualmente, leciona matérias ligadas à Economia e ao Mercado Financeiro em cursos preparatórios para certificações financeiras, além de ser o Economista-Chefe do departamento de Estudos Econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

relacionadas